*

*

No Orient Cineplace - segunda semana

No Orient Cineplace - segunda semana
13h30 - 16 - 18h30 - 21 (Dub) - 15h30 - 20h20 (Leg)

Rede Orient - 14 de dezembro

Rede Orient - 14 de dezembro
Orient Cineplace Boulevard - 15 - 18 (Dub) - 21 (Leg)

sábado, 30 de setembro de 2017

Livro sobre Harildo Deda - leitura obrigatória



Acabo de receber - estou muito grato pela cortesia - do professor da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Raimundo Matos de Leão, doutor e mestre em Artes Cênicas, o livro de sua autoria  em parceria com Luiz Marfuz - "Harildo Deda: A Matéria dos Sonhos", lançado em 2011. 
Trata-se de leitura obrigatória - e já iniciada.
A obra, que faz parte do projeto "Mestres da Cena", é um relato histórico e documental sobre o homem, o artista e seu tempo.
Com muitas imagens, a publicação é também um registro de boa parte da história do teatro baiano e seus principais personagens.
O ator e diretor Harildo Deda tem 77 anos, mais de 50 dedicados ao teatro, com cerca de 70 espetáculos como ator e mais de 20 como diretor, além de filmes e trabalhos na TV.

Seminário Nacional Qualidade da Educação Básica pela oitava vez





Este ano a Academia de Educação de Feira de Santana vai abordar sobre casos positivos da evolução do desempenho escolar, durante a oitava edição do Seminário Nacional Qualidade da Educação Básica, que ocorrerá no dia 18 de outubro, das 8 às 12 horas, no Auditório da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana.
Como expositores estão confirmados os gestores dos municípios de Boa Vista do Tupim e Mata de São João, como também a Escola Básica da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), que apresentam  uma evolução positiva no índice do Ideb nos últimos anos.
"Serão momentos ricos, onde teremos a oportunidade de conhecer as experiências desses dois Municípios que se destacam entre  os melhores da Bahia, com uma evolução sucessiva dos indicadores de qualidade resultantes da avaliação externa, assim como o trabalho que é realizado no Centro de Educação Básica da Uefs, como referência para a educação do nosso município", enfatiza a professora Anaci Paim, presidente da Academia de Educação.
O Seminário é aberto ao público, especialmente para docentes do Ensino Básico  e Superior, discentes, conselheiros e secretários de Educação e profissionais da Educação.
Quem desejar receber certificado deve fazer a sua inscrição pelo e-mail academia.edufsa@gmail.com
(Com informações da Academia de Educação)

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Mulher criada por pais gays publica livro sobre o mal de ser privada de uma mãe



Dawn Stefanowicz conta como sempre se sentiu obrigada a dizer que aprovava a adoção por homossexuais, por pressão social, apesar dos sofrimentos que passou





Assista ao vídeo com o testemunho de Dawn Stefanowicz (legendado em espanhol)

Quando se fala da regulamentação da união civil de casais homossexuais, logo se fala também da possibilidade de adoção. Porém, as consequências da privação de uma das duas figuras, a paterna ou a materna, é um tema ainda bem inexplorado e o testemunho das pessoas criadas por casais homossexuais em outros países são relativamente desconhecidos.
No Canadá, Dawn Stefanowicz, publicou o livro Out From Under: The Impact of Homosexual Parenting para contar a sua experiência. Segundo ela, após o lançamento do livro, em 2007, mais de cinquenta outros adultos que foram criados por casais LGBT entraram em contato para dizer que compartilham as suas preocupações sobre o casamento e a paternidade homossexual. "Muitos de nós lutam com a sua", conta Dawn.
Ela lamenta a forte restrição de liberdade de pensamento que se verificou no seu país após a aprovação do 'casamento' gay. Posicionar-se de forma contrária pode gerar consequências disciplinares, demissão ou perseguições por parte do governo.
Mas as palavras mais fortes do seu livro são aquelas que narram as experiências que viveu na infância. "Nas famílias homossexuais, as crianças negarão com frequência a própria dor e fingirão não sentir falta de um pai biológico, sentindo-se pressionadas pelas políticas que circundam as famílias LGBT a se exprimir positivamente. Quando as crianças carecem de um pai biológico por morte, divórcio, adoção ou reprodução artificial, experimentam um vazio doloroso. É o que acontece também quando o nosso pai gay traz para dentro da nossa vida o(s) seu(s) parceiro(s) do mesmo sexo, que nunca poderá substituir o genitor biológico", escreve Dawn.                                
As crianças têm naturalmente a necessidade de ter uma mãe e um pai - e têm o direito a isso. Dawn diz que "as mães e os pais contribuem com dons únicos e complementares à formação dos filhos. O sexo dos pais conta para um desenvolvimento saudável dos filhos. Nós sabemos, por exemplo, que a maior parte dos homens que estão presos não tiveram um pai por perto. Os pais, por sua natureza, asseguram identidade, dão direção, disciplina e limites e constituem um exemplo para os filhos, mas não podem gestá-los no próprio ventre ou amamentá-los. As mães criam os filhos de uma maneira única que não pode ser substituída pelo pai."
Dawn afirma ser uma das seis adultas criadas por pais gays que recentemente apresentaram à Suprema Corte norte-americana uma advertência solicitando que seja respeita a autoridade dos cidadãos em manter a definição originária do casamento, de modo que os filhos possam ser educados por seus próprios pais biológicos ou por quem de fato possa lhes substituir.

Com informações de Notizie ProVita


Dólares a mais

Esses dólares não são de nenhum político brasileiro, como se pode imaginar. 
Trata-se de cena do filme "Feito na América", com Tom Cruise, que está em cartaz no país, inclusive em Feira de Santana, no Orient Cineplace Boulevard.

Cid Moreira em Feira de Santana e Cachoeira



Pela primeira vez, o apresentador global Cid Moreira visita as cidades de Feira de Santana e Cachoeira, na Bahia. Justamente na semana em que comemora seus 90 anos de idade, o jornalista e recordista mundial na bancada de um telejornal estará na região para entrevista coletiva e apresentação no V Congresso Científico da Faculdade Adventista da Bahia. 
Feira de Santana foi escolhida para sediar a entrevista coletiva, que ocorre nesta segunda-feira, 2 de Outubro, no auditório do Parque do Saber, às 10 horas. Representantes da imprensa de toda a região e autoridades locais estão sendo convidados a participar deste momento ímpar. No final do dia, partir das 19 horas, Cid Moreira estará se apresentando na Faculdade Adventista da Bahia, em Cachoeira, onde aborda temas recorrentes de sua carreira e estilo de vida.
Um pouco da história de Cid Moreira
Cid Moreira tem 73 anos de carreira e continua em atividade. Passou por todas as fases dos meios de comunicação - rádio, TV e Internet.
Ele começou na Rádio Difusora de Taubaté. Depois foi para a Bandeirantes de São Paulo. Ainda no rádio, mudou-se para o Rio de Janeiro. Na TV, passou pela Tupi, Excelsior e está na Globo até hoje. 

Começou o Jornal Nacional, ao lado de Hilton Gomes, em 1969. Tornou-se recordista mundial na bancada do JN, como o apresentar que ficou mais tempo num telejornal. Foram 27 anos.
Paralelamente, começou o Fantástico, onde está até agora.
No cinema, atuou como narrador e dublador. Também foi narrador do famoso Canal 100 - noticiário semanal de cinema, onde narrou até os
shows dos gols de Garrincha.
Atualmente, Cid Moreira também está na Internet, com sua fan page.
Outro sucesso de Cid Moreira é a narração da Bíblia. No fim da década de 1990, lançou Textos do Novo Testamento. Vendeu cerca de 50 milhões de CDs. Suas gravações já atingiram mais de  60 milhões de cópias, em DVDs, CDs e em novas mídias.
Em 2010, conclui a gravação da Bíblia na íntegra, em áudio. Um trabalho que durou seis anos, com trilha sonora de cinema.
Hoje, além de seu contrato de exclusividade com a Rede Globo, Cid viaja pelo Brasil, com sua esposa, a jornalista Fátima Sampaio Moreira e o jornalista Siloé Almeida. Em suas apresentações, de maneira espontânea, ele conta muitas histórias de sua vida e experiência como apresentador, responde perguntas do auditório e fal
a  de sua relação com Bíblia.
Cid Moreira também atua como apresentador de grandes eventos apoia eventos sociais e grava vídeos institucionais.
Um de seus recentes trabalhos é a narração de Natalis - uma das grandes atrações do Natal Luz de Gramado.
Há poucos meses, lançou o Canal da Bíblia, sucesso no Youtube, além do canal próprio: Cid Moreira Oficial. 
Ainda menino, o apresentador decidiu cuidar da saúde e iniciou uma mudança em seu estilo vida. O fato aconteceu depois que aprendeu princípios e dicas de saúde, num livro providenciado por seu pai, Isauro Moreira. Hoje, ícone do jornalismo brasileiro é também uma referência de longevidade com qualidade de vida.
O apresentador completou, há três dias, 90 anos e estará em Feira de Santana e Cachoeira pela primeira vez, a convite da Faculdade Adventista da Bahia.
Faculdade Adventista da Bahia
Está instalada .

A Faculdade Adventista da Bahia está localizada no Recôncavo Baiano - na BR 101, Km 194, em Cachoeira - e há 35 anos vem mudando a história de muitas pessoas em todo o país e em outras partes do mundo.

Site da Faculdade: www.adventista.edu.br/ 
Facebook: Faculdade Adventista da Bahia
Instagram: @faculdadeadventista
(Com informações de Wiliane Passos, assessora de comunicação da Faculdade Adventista da Bahia)

Rascunho de Mona Lisa nua feita por Leonardo da Vinci

Desenho a carvão que pertence há mais de 150 anos a uma coleção de arte era atribuído apenas ao estúdio do artista renascentista italiano
Desenho (direita) seria representação de Mona Lisa (esquerda) sem roupa
Foto: Reprodução/AFP/Alamy

Um desenho a carvão que pertence há mais de 150 anos a uma coleção de arte pode ser um rascunho da Mona Lisa, obra-prima de Leonardo da Vinci.
Trata-se do retrato de uma mulher nua, conhecido como Monna Vanna, que era atribuído até agora apenas ao estúdio de da Vinci.
Mas especialistas encontraram indícios de que o artista trabalhou em ambas as obras. O quadro em questão pertence desde 1862 à coleção de arte renascentista do Museu Condé, no Palácio de Chantilly, ao norte de Paris.
Testes realizados no Museu do Louvre, onde a Mona Lisa está exposta, sugerem que o esboço é "pelo menos em parte" de autoria de da Vinci.
Leonardo da Vinci (1452-1519) foi um dos grandes artistas renascentistas italianos, e sua pintura a óleo Mona Lisa (também conhecida como La Gioconda) é uma das obras de arte mais conhecidas e valiosas do mundo.
Acredita-se que o quadro seja um retrato de Lisa Gherardini, encomendado por seu marido, Francesco del Giocondo, comerciante de roupas e oficial florentino.
"O desenho tem uma qualidade na forma como o rosto e as mãos são apresentados que é de fato notável", afirmou o curador Mathieu Deldicque à agência de notícias AFP.
"Não é uma cópia inferior. Estamos olhando para algo que foi trabalhado em paralelo à Mona Lisa no fim da vida de da Vinci."
"É quase certo que se trata de um trabalho preparatório para uma pintura a óleo."
Bruno Mottin, especialista em conservação do Louvre, confirmou que a obra data do início do século 16, sendo contemporânea a da Vinci, e apresenta "qualidade muito alta".
O complexo de Chantilly publicou no Twitter uma foto do trabalho de análise que está sendo feito no esboço.
Entre os indícios apresentados por Deldicque, estão:
Mottin observou, no entanto, que o tracejado no topo do desenho, perto da cabeça, foi feito por uma pessoa destra, enquanto da Vinci desenhava com a mão esquerda.
"Devemos manter a prudência", disse Moottin à AFP, já que a análise ainda está em andamento. "Esse é um trabalho que vai levar algum tempo", afirmou.
"É um desenho muito difícil para trabalhar porque é particularmente frágil", explica.

Fonte: G1

"Temendo 'efeito Orloff’' Gleisi fez PT defender Aécio"



O medo de Gleisi Hoffman de ser presa, ou de amargar restrições semelhantes àquelas impostas a Aécio Neves, levou a senadora e presidente do PT, a fazer seus colegas de bancada criticar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra o tucano. A informação é de políticos petistas inconformados com a "saia justa" da surpreendente solidariedade a um adversário que sempre os criticou e foi criticado.
Você amanhã
A expressão "efeito Orloff" é inspirada numa antiga propaganda da marca de vodca cujo slogan era: "eu sou você amanhã".
Corrupção e lavagem
Gleisi Hoffmann e o marido Paulo Bernardo, ex-ministro de Lula e Dilma, são processados no STF por corrupção e lavagem de dinheiro.
Desgaste imprevisto
Ao denunciar Aécio ao conselho de ética, o senador Humberto Costa (PT-PE) tentou compensar o desgaste inesperado no caso do tucano.
Petistas divididos
Na definição da urgência no caso Aécio, ao menos um dos três senadores do PT presentes votaram contra o partido: Paulo Paim (RS).
Fonte: Cláudio Humberto


Morre atriz Anne Jeffreys

A atriz e cantora norte-americana Anne Jeffreys morreu na quarta-feira, 27, aos 94 anos. Ela atuou em vários filmes, principalmente nos anos 1940 e em séries de TV.
Filmografia


quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Indicação de western clássico


Assista ao trailer original


Para quem aprecia o gênero western, a indicação de visão ou revisão do clássico "Winchester '73" (Winchester 73), de Anthony Mann, 1950, em preto & branco. O rifle Winchester '73, tida como a arma dos homens que dominaram o Velho Oeste americano, é o principal "personagem" do filme. A mais desejada arma da época e tão perfeitamente fabricada que o rifle era conhecido como "Um em Mil". Objeto de cobiça, a arma vai sendo trocada de mãos durante todo o filme.Na trama, Lin McAdam (James Stewart) e Frankie "High Spade" Wilson (Millard Mitchell), seu melhor amigo, chegam no dia 4 de Julho (data da Independência dos Estados Unidos) em Dodge City para um concurso de tiro no centenário da pequena cidade. O prêmio é um rifle Winchester, ano 1873.
No "saloon", Lin tem encontro com Dutch Henry Brown (Stephen McNally) e somente não se enfrentam pois o xerife Wyatt Earp (Will Geer), auxiliado por seu irmão Virgil (Guy Wilkerson) e por Bat Masterson (Steve Darrell) - os três personagens míticos e reais do Velho Oeste - não permite que ninguém ande armado na cidade.
Lin ganha o concurso de tiro mas perde o rifle para Dutch, que o ataca com seus asseclas. Na perseguição, Lin e Frankie saem pelo deserto e acabam sendo envolvidos na guerra entre os indios, chefiados por Touro Jovem (Rock Hudson), que são municiados por um ladrão de armas, Joe Lamont (John McIntire), e destacamento da cavalaria, comandada pelo sargento Wilkes (Jay C. Flippen) e que conta com o soldado Doan (Anthony Curtis, depois Tony Curtis, em uma de suas primeiras aparições no cinema).
Ainda na trama, o interesse feminino com a personagem Lola Manners (Shelley Winters), pianista, que primeiro está como noiva de Steve Miller (Charles Drake), depois é forçada a se envolver com Waco Johnnie Dean (Dan Duryea). No final, fica com o mocinho, como é esperado.
O filme além da arma com personagem, trata sobre família, conflito entre irmãos, amizade, honra, obsessão e vingança. Há menções ao massacre dos Sioux sofrido pelo general Custer e à Guerra de Secessão, tudo costurado com maestria pelo diretor Anthony Mann.

A vitória do ensino religioso deve ser comemorada

Uma coisa é defender a laicidade, que é a neutralidade diante de todas as religiões. Outra coisa é o que vemos hoje, um laicismo travestido de laicidade.

Por Leandro Bueno
Dia 27 de setembro de 2017, o Supremo Tribunal Federal decidiu, de forma apertada (6 a 5), que o ensino religioso em escolas públicas pode ter caráter confessional, ou seja, que as aulas podem seguir os ensinamentos de uma religião específica, sendo tais aulas facultativas, se o aluno não quiser assisti-las. Por que eu entendo que é uma grande vitória para os cristãos?
Desde o atentado do World Trade Center, em 11/9, as religiões monoteístas mais importantes (Cristianismo e Islamismo) começaram a ser veementemente atacadas na mídia, pois abriu-se o espaço na mídia para ver aquele incidente como "culpa" da religião.
A partir daí, tudo que não presta neste mundo, parte da mídia quer atribuir às religiões, só esquecendo que os maiores genocídios recentes foram praticados em países que atacavam ferozmente as religiões. Outra cria deste atentado foi o um ateísmo militante, uma das novidades trazidas no século XXI.
Na realidade, a agenda globalista busca atacar freneticamente as religiões monoteístas, em face dos rígidos códigos morais destas, que inviabilizam muitas das práticas imorais e sem limites que países ricos usam para despejar suas bugigangas nos mais pobres e abrirem mercados.
Um exemplo do que estou dizendo se dá no mundo islâmico, onde a religião ali proíbe cobrança de juros, visto como um ganhar dinheiro "sem trabalho". Imagine o que é um mandamento destes para a ganância exponencial destes banqueiros rentistas. Ou quando vemos a dificuldade que esse pessoal encontra em divulgar a agenda GLBT no meio cristão.
Ocorre que paulatinamente muitas pessoas têm acordado para a realidade de como vêm sendo diuturnamente bombardeadas por um secularismo que querem implantar na marra, em uma espécie de lavagem cerebral, principalmente na cabeça dos mais jovens. Uma verdadeira "engenharia social".
Neste sentido, é que a decisão do STF mostra-se alvissareira, pois representa um "stop" nesta toada materialista e secular que buscam implantar. Uma coisa é defender a laicidade, que é a neutralidade diante de todas as religiões. Outra coisa é o que vemos hoje, um laicismo travestido de laicidade.
O laicismo ele se diferencia da mera laicidade, apesar de muitos dicionários não perceberem a diferença, no momento em que o laicismo se traduz como uma repulsa à fé das pessoas, uma tentativa de apagar todos os símbolos religiosos ou ridicularizá-los.
Que como cristãos estejamos atentos para não sermos enganados pelo "zeitsgeist" (o espírito do nosso tempo), que é um dos três inimigos que a Bíblia nos indica que devemos lutar contra, além da nossa carne e do diabo. 
Leandro Bueno é procurador da Fazenda e professor, membro da Igreja Presbiteriana do Brasil
Fonte: https://artigos.gospelprime.com.br/a-vitoria-do-ensino-religioso-deve-ser-comemorada/

"Lula vetou proposta de acordo de leniência do PT"



O ex-presidente Lula vetou pessoalmente a proposta do amigo João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do partido, de negociar acordo de leniência do PT com a Justiça, confessando seus crimes e pedindo desculpas aos brasileiros. Na opinião de Vaccari e de enrolados como o ex-ministro Antônio Palocci, um acordo de leniência poderia abrir caminho para o PT não ser extinto, como prevê a lei, e preservar os mandatos.
Reação imediata
"Tá maluco?", respondeu Lula ao então presidente do partido, Rui Falcão, portador da proposta de acordo de leniência feita por Vaccari.
Nenhuma surpresa
As ações em que é réu por corrupção e a carta de Palocci permitem entender por que Lula não quer ver o PT confessando seus crimes.
Crença em duendes
Dirigentes petistas acham que Lula até parece acreditar na própria lorota de que não há ninguém mais honesto que ele "nesse País" (sic).
Extinção possível
O risco do PT é concreto: a lei prevê a extinção de partido que financiem suas campanhas com dinheiro roubado dos cofres públicos. 
Fonte: Claudio Humberto

Morre Hugh Hefner

Hugh Hefner (de branco) com Eddie Murphy em "Um Tira da Pesada II"
Foto: IMDb

O fundador da revista "Playboy", Hugh Hefner, morreu aos 91 anos na noite de quarta-feira, 27, em Los Angeles, nos Estados Unidos.
Hefner criou a Playboy Enterprises em 1953, companhia que começou com a revista e depois passou a produzir outros conteúdos eróticos para televisão e Internet.
A revista chegou a ter circulação nos Estados Unidos de 5,6 milhões de exemplares em 1975. O coelho símbolo da marca se tornou um ícone pop.
Ele foi ator e produtor de cinema e televisão. Foi personagem e apareceu como ele mesmo (himself) em filmes e seriados da TV.
Em 1983, foi interpretado por Cliff Robertson em "Star 80". Em 2000, a vez de Sean Thibodeau interpretar Hefner em "O Tigrão"; em 2005, Mark Heap em "Animal"; em 2008, Mark Simich em "Frost/Nixon"; em 2013, James Franco em "Lovelace".  Ele apareceu em "Um Tira da Pesada II" (1987); "A Casa das Coelhinhas" (2008); "Miss Março: A Garota da Capa" (2009), e "Bettie Page Reveall All" (2012).
Na série documental biográfica "American Playboy: The Hugh Hefner Story" foi interpretado por Matt Whelan.
Ainda na televisão, seu estilo de vida foi retratado no reality show "Girls of Playboy Mansion".

Ensaio fotográfico de Antonio Magalhães com noivas


O fotógrafo Antonio Magalhães, com quase 50 anos de atuação no mercado de Feira de Santana, realizou um ensaio fotográfico com três noivas - modelos Amanda Coutinho, Andrine Rebeca e Mariana Araújo - em vários pontos da cidade, a exemplo da Lagoa Grande (Foto 1), praça Fróes da Motta (Foto 2), no casarão e no coreto; avenida Getúlio Vargas (Foto 3) – no Paço Municipal Maria Quitéria -; Monumento a Maria Quitéria (Foto 4); mais Mercado de Arte Popular, praças João Pedreira (monumento de Juraci Dórea), Monsenhor Renato Galvão (coreto e catedral), e Coronel Tertuliano Almeida (Kalilândia).
Magalhães pretende que a prática de ensaios fotográficos com noivas seja ampliada em Feira de Santana. Que seja um ítem indispensável para as noivas.
Para a produção do ensaio, Magalhães contou com apoio profissional do Salão Paixão (Fotos 5 e 6) - especializado em noivas -, da Cooperativa Alô Taxi (Fotos 7 e 8) - que conduziu as modelos - e da Fascínio Aluguel de Roupas - que se encarregou do vestuário (todas as fotos).
Contato com o fotógrafo Antonio Magalhães pode ser feito no Foto Magalhães, no Box 6 do Mercado de Arte Popular (MAP), telefones 3625-4948 e 98166-9767, Facebook: https://www.facebook.com/antonio.magalhaes.395017

Filmes em Exibição no Orient Cineplace Boulevard



Semana até 4 de outubro de 2017

LANÇAMENTOS NACIONAIS
KINGSMAN: O CÍRCULO DOURADO (Kingsman: The Golden Circle), de Matthew Vaughn, 2017. Com Taron Egerton, Colin Firth, Mark Strong, Julianne Moore, Channing Tatum, Halle Berry, Jeff Bridges e Elton John. Ação, aventura e humor. Quando seu quartel-general é destruído e o mundo é mantido como refém, a jornada de Kingsman  leva à descoberta de uma aliada organização de espionagem nos Estados Unidos chamada Statesman. É testada a força e inteligência de seus agentes até o limite, unidos para derrotar um implacável inimigo comum, a fim de salvar o mundo. Não recomendado para menores de 16 anos. Duração: 141 minutos. Horários: 15h10 e 18h05, com cópia dublada, e 21 horas, com cópia legendada. Sala 4 (261 lugares).


LEGO NINJAGO: O FILME (Lego Ninjago Movie), de Charlie Bean e Paul Fisher, 2017. Animação. Ninjas, samurais e senseis se unem na luta contra dragões, serpentes, seres mutantes e um vilão que deseja retomar o poder. Cópia dublada. Classificação: Livre. Duração: 102 minutos. Horários: 14h30, 16h50 e 19 horas. Sala 1 (240 lugares).
DUAS DE MIM, de Cininha de Paula, 2017. Com Thalita Carauta, Luma Costa, Márcio Garcia e Latino. Comédia. Suryellen tem uma vida complicada com dupla jornada de trabalho. Ao conhecer uma boleira com poderes mágicos, ela come um pedaço do bolo dos desejos e pede para ter uma cópia de si mesma. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 83 minutos. Horários: 17h40, na Sala 2 (168 lugares), e 15h20 e 19h30, na Sala 3 (165 lugares).
CONTINUAÇÕES
IT A COISA (It), de Andy Muschietti, 2017. Com Bill Skarsgard. Terror. Quando as crianças começam a desaparecer na cidade de Derry, no Maine, elas se unem para atacar Pennywise, um palhaço malvado, cuja história de assassinato e violência remonta há séculos. Em quarta semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 16 anos. Duração: 134 minutos. Horário: 21h10. Sala 1.
FEITO NA AMÉRICA (Made in America), de Doug Liman, 2017. Com Tom Cruise, Domhnall Gleeson e Sarah Knight. Thriller de ação. Barry Seal é um piloto de avião que trafica drogas e armas para o cartel de Medellín. Ele é recrutado pela CIA e torna-se agente duplo. Em terceira semana. Cópia dublada. Não recomendável para menores de 16 anos. Duração: 115 minutos. Horário: 21h30. Sala 2.
O ASSASSINO: O PRIMEIRO ALVO (American Assassin), de Michael Cuesta, 2017. Com Dylan O'Brien, Michael Keaton e Shiva Negar. Thriller. Stan Hurley, veterano da Guerra Fria, recebe sua tarefa mais complexa enquanto agente de treinamento da CIA quando o seu superior ordena que treine um ex-soldado das forças especiais, Mitch Rapp, cujo estado psicológico está devastado após a morte de sua noiva. Em segunda semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 16 anos. Duração: 113 minutos. Horários: 13h05, 15h25 e 19h20. Sala 2.
DIVÓRCIO de Pedro Amorim, 2017. Com Murilo Benício, Camila Morgado e Sabrina Sato. Comédia. Julio e Noeli enriquecem quando o molho de tomate Juno, criado pelo casal, torna-se um sucesso. Mas a rotina distancia o casal e eles se separam. Para defender o patrimônio, cada um tenta achar o melhor advogado para si, o que gera um processo de divórcio cheio de confusões. Em segunda semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 104 minutos. Horários: 13 horas, 17h10 e 21h15. Sala 3.
EMOJI - O FILME (The Emoji Movie), de Tony Leondis, 2017. Animação. Textopolis é a cidade onde os emojis favoritos dos usuários de smartphones vivem e trabalham. Lá, todos eles vivem em função de um sonho: serem usados nos textos dos humanos. Estão acostumados a ter somente uma expressão facial - com exceção de Gene, que nasceu com um bug em seu sistema, que o permite trocar de rosto através de um filtro especial. Determinado à se tornar um emoji normal como os outros, ele vai encarar uma jornada fantástica através dos aplicativos de celular mais populares desta geração. Em quinta semana. Classificação: Livre. Cópia dublada. Duração: 92 minutos. Horário : 13h10, na Sala 4.
ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cineplace Boulevard - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3185 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing de Orient Cinemas)

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Vandalismo com óculos 3D



"Não esqueça de devolver os óculos 3D na saída da sala", dizia aviso em banner no interior da Sala 4 do Orient Cineplace Boulevard. O sistema 3D (Terceira Dimensão) foi inaugurado no Orient Cineplace no dia 15 de abril de 2011. A Orient Cinemas contabilizou prejuízos com o equipamento quebrado ou furtado por espectadores - eram cerca de quinhentos óculos disponíveis.O sistema durou pouco mais de dois anos, até o segundo semestre de 2013.
Foi lastimável esse tipo incivilizado de comportamento do público que vai ao cinema. Era caracterizado um vandalismo proposital, pois a armação do óculos é de metal e não quebra caindo ao piso, de carpete, por exemplo. Quando não conseguiam quebrar, os elementos retiravam as lentes. É um absurdo. Os funcionários do Multiplex eram até ameaçados quando questionam sobre os óculos. Teve até o caso de um advogado que respondeu rispidamente: "Vá lá em cima e pegue". Na poltrona indicada não estavam os óculos. "Não existe lei que obrigue a devolução", completou o doutor.

Memória



Mansão de João Marinho Falcão (Foto: Reprodução) na avenida Senhor dos Passos, esquina com a praça Bernardino Bahia. Hoje no local, funciona a Marisa e a C&A.

Significado



Casamento é ato solene de união entre duas pessoas de sexos diferentes - homem e mulher -, com legitimação religiosa e ou civil.

"Os dez inimigos mortais da esquerda"


1. Deus e a Sua Obra
2. A Justiça Divina
3. O Bem
4. A Verdade Universal
5. A Humanidade
6. A Família
7. As Forças Armadas
8. O Conhecimento Humano
9. O Povo e o Patriotismo Consciente
10. A Fé Cristã.
Fonte: "Blog do Mario Fortes"


15 perguntas



Quinze questões formuladas para advogados:
1. Qual a capital do estado civil?
2. Dizer que gato preto dá azar é preconceito racial?
3. Com a nova lei ambiental, afogar o ganso passou a ser crime?
4. Pessoas de má fé são aquelas que não acreditam em Deus?
5. Quem é canhoto pode prestar vestibular para Direito?
6. Levar a secretária eletrônica para a cama é assédio sexual?
7. Quantos quilos por dia emagrece um casal que optou pelo regime parcial?
8. Tem algum direito a mulher em trabalho de parto sem carteira assinada?
9. A gravidez da prostituta, no exercício de suas funções profissionais, caracteriza acidente de trabalho?
10. Seria patrocínio o assassinato de um patrão?
11. Cabe relaxamento de prisão nos casos de prisão de ventre?
12. A marcha processual tem câmbio manual ou automático?
13. Provocar o Judiciário é xingar o juiz?
14. Se um motel funciona somente das 8 às 18 horas, podemos dizer que ali só ocorrem transações comerciais?
15. Para tiro à queima-roupa é preciso que a vítima esteja vestida?
Contribuição de Sérgio Aras

Morre cineasta Guido Araújo


Guido Araújo (à esquerda, em pé) com José Umberto, Cosme Neto e Olney São Paulo, em 1972, em momento de lazer durante a primeira Jornada de Cinema da Bahia
Foto: Caderno de Cinema

Faleceu nesta quarta-feira, 27, aos 83 anos, o professor, cineclubista e cineasta Guido Araújo, criador da Jornada de Cinema da Bahia - que chegou a ser Internacional - e foi encerrada após 39 edições por falta de apoio do Governo do Estado, com o PT no comando.
Natural de Castro Alves, ele estudou em Salvador. A partir de 1959, passou oito anos na antiga Tchecoslováquia, onde estudou cinema e atuou como tradutor e divulgador de filmes brasileiros, retornando ao Brasil em 1967.
Ele frequentou - desde a primeira a primeira sessão, em junho de 1950 - o Clube de Cinema da Bahia, fundado por Walter da Silveira. Esteve no Rio de Janeiro, com Nelson Pereira dos Santos, participou das equipes de "Rio 40 Graus" e "Rio Zona Norte". Era professor aposentado da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Esteve várias vezes em Feira de Santana, inclusive exibindo seu filme "Maragogipinho" em sessão do Clube de Cinema de Feira de Santana, presidido por Dimas Oliveira, na Faculdade Estadual de Educação (Feefs), em junho de 1973.
Graças ao apoio de Guido Araújo, os contatos para parceria com o Clube de Cinema da Bahia, a Associação Cultural Brasil-Estados Unidos (Acbeu) e o Instituto Cultural Brasil-Alemanha (Icba), na promoção de programas de 'Cinema Extra' do Clube de Cinema.
Lembro que recebemos de Guido Araújo, então crítico cinematográfico da "Tribuna da Bahia" - e noticiamos na coluna de Cinema no jornal "Feira Hoje", edição de 14 de abril de 1973 -, o regulamento da Jornada Nordestina de Curta Metragem, da qual ele era diretor. A JNCM foi realizada no período de 9 a 15 de setembro daquele ano. 
Pelo incentivo de Guido Araújo, experimentos cinematográficas em Super 8, que foram realizados nesta cidade, participaram, em setembro de 1974, da III Jornada Nacional de Curta Metragem, promovida pelo Instituto Goethe e pela Coordenação Central de Extensão da Ufba. Os filmes inscritos foram "O Vampiro Ralipiu" e "Corpo a Corpo", de Dimas Oliveira mais "Tapera", de Juraci Dórea e Everaldo Cerqueira.
Recentemente, foi exibida na TVE a série "O Senhor das Jornadas", de Jorge Alfredo Guimarães, em cinco episódios de 26 minutos contando a história desse agitador cultural.
Na série, um mosaico de depoimentos, cenas de filmes e materiais de arquivo. 
Fimografia
Dirigiu os documentários:
A Morte das Velas do Recôncavo (1976), Feira da Banana (1973) e Maragogipinho  (1968)
Foi ator no filme alemão para a TV Alle Geister Kreisen (1985) e em Tenda dos Milagres, de Nelson Pereira dos Santos, 1977
Foi roteirista e produtor do curta Lambada em Porto Seguro (1990)
Em 1957, em Rio Zona Norte foi assistente de direção de Nelson Pereira dos Santos
Foi continuísta de Nelson Pereira dos Santos, em Rio 40 Graus (1955).