*

*

*

*

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

"Temer pode tirar Cidades do PSDB e premiar os fiéis"

O PSDB deve perder espaço no governo, após se dividir na votação da denúncia da PGR, mas Michel Temer não quer perder o partido de vista. Temer tem a clareza de que o seu desafio agora é ainda contemplar tucanos com ministérios, mas de importância menor, e sobretudo deixar satisfeitos partidos como PMDB, PP e PTB, que, ao contrário do PSDB, enfrentaram o desgaste para apoiar o presidente.
Troca-troca
Temer gosta dos dois, mas pode nomear o tucano Bruno Araújo no ministério do Turismo e o ministro Marx Beltrão (PMDB) em Cidades.
Lugar ao sol
Cresceram de importância junto a Temer, após a votação de quarta (2), partidos como PMDB, PP, DEM, PTB e PR, que serão premiados.
Cachimbo no muro
O PSDB não abandonará o uso do cachimbo, que é ganhar todos os bônus de fazer parte do governo e, no Congresso, fazer cara de nojo.
Dica preciosa
O presidente Michel Temer não é do tipo que guarda rancor, mas aprecia muito a célebre advertência do ex-presidente americano John Kennedy: "Perdoe seus inimigos, mas nunca esqueça de seus nomes."
Fonte: Claudio Humberto

Nenhum comentário: