quarta-feira, 26 de abril de 2017

José Ronaldo admite pretensão de concorrer ao Senado

Prefeito fala de Colbert, ACM Neto e Lava Jato em entrevista ao "bahia.ba"
"Todos os nomes ventilados aí já estão há seis ou oito meses no tititi, todo mundo comentando". A afirmativa é do prefeito José Ronaldo de Carvalho (Foto: bahia.ba), do Democratas, em entrevista aos jornalistas João Brandão, Evilásio Júnior e Luís Filipe Veloso, do site "Bahia.Ba".
Ele não se mostrou surpreso com a lista do ministro-relator da Operação Lava Jato, Edson Fachin, no Supremo Tribunal Federal (STF), que colocou no rol de investigados 31 políticos da Bahia alguns dos quais seus aliados, entre os quais o seu vice Colbert Martins (PMDB), suspeito de receber recursos via caixa 2 para sua campanha à Câmara Federal em 2014.
"A versão que ele me deu é que o que ele recebeu está registrado na sua declaração de prestação de contas da campanha. Tem lá o valor estipulado. Um valor, inclusive, bem superior ao que dizem que entregaram a ele posteriormente", disse José Ronaldo.
Sobre o prefeito de Salvador, ACM Neto (Democratas), José Ronaldo declarou ver potencial no correligionário para disputar o Governo do Estado no próximo ano, mas refutou a tese de que ele é o principal líder do seu grupo político atualmente. "Eu diria que ele é um grande companheiro, entendeu? […] e acho que ele tem tudo para ser um líder político também. […] Para ele ser candidato a governador, só depende dele. Se ele realmente quer ser candidato a governador, ele tem partido, tem amigos, tem companheiros, tem tudo para ser. Sendo candidato a governador, ele tem tudo para se transformar em um líder político e eu não vejo dificuldades em fazer parte deste grupo onde ele será um líder", argumentou o prefeito.
Postulante derrotado ao Senado em 2010, o prefeito de Feira admite o interesse em novamente compor uma chapa majoritária: "Sim. Ninguém aqui pode ficar afirmando 'dessa fruta não comerei', não é? Política é uma coisa extremamente dinâmica. A vida é dinâmica, imagine política?".
Sobre a questão da Lava Jato, José Ronaldo disse que a operação "está fazendo uma revolução política no país. Houve o 'Mensalão' e quando as investigações estavam em andamento nós acreditávamos que ele faria uma revolução política no Brasil. Tempos depois apareceu o 'Petrolão', esse negócio aí da Lava Jato. Sincera e honestamente, eu achava que depois do 'Mensalão' não iria ter mais isso. (...) Mas esta questão toda aí, evidentemente, eu enxergo que na próxima eleição, do ano que vem, deverá haver uma boa renovação no mundo da política do Brasil. Ninguém em sã consciência vai ter ideia de saber quem serão os candidatos à Presidência da República. Então, para você fazer uma campanha no Estado para governador e senador, eu acho que é extremamente importante saber quem são os candidatos a presidente. Você não vai fazer uma campanha no Estado divorciada da campanha para presidente da República. Tem de ser uma coisa casada: a coligação, os partidos, os grupos políticos. Eu acho que nestes próximos quatro ou cinco meses este assunto vai dominar muito. Mesmo porque, ainda tem muita gente fazendo acordo de delação, não é? Vai tomar muito tempo ainda. Vamos ver o que acontece.
Sobre ser assediado, ter alguma proposta indecorosa em relação a financiamento de campanha, José Ronaldo afirmou peremptoriamente que "não". Afirmou que "eu não conheço essas pessoas. Poderia dizer que um ou dois eu conhecia de vista, mas nunca sentei com nenhuma dessas pessoas para conversar sobre assunto de empresa ou política".

"Palocci deve delatar Lula, empresários e banqueiros"

O ex-ministro Antonio Palocci deverá incluir em sua delação, além do ex-presidente Lula, pessoas que se beneficiaram do esquema de corrupção nos governos petistas. Do tipo frio, calculista, que não se emociona por nada, Palocci deve envolver empresários, inclusive da área de comunicação, e banqueiros que se locupletaram de decisões do governo. Palocci estaria com sede de vingança, dizem fontes do PT.
Hora da forra
Palocci pretende se vingar de Lula e dos banqueiros e empresários que não o "protegeram" e nem o ajudaram após sua prisão, em outubro.
Abandono é crime
A um advogado, Palocci disse que não vai "pagar esse pato sozinho", queixando-se de que Lula e demais "parceiros" o abandonaram.
Mais um ano
Quarta (19), Palocci surpreendeu ao se colocar à disposição para "colaborar", prometendo material para "mais um ano" de Lava Jato.
Consultoria grátis
O MPF pressiona, mas foram as conversas com Marcelo Odebrecht e Leo Pinheiro, na carceragem da PF, que persuadiram Palocci a delatar.
Fonte: Claudio HUmberto

terça-feira, 25 de abril de 2017

José Ronaldo toma posse na vice-presidência da Frente Nacional de Prefeitos



Ex-presidente da FNP Márcio Lacerda, ex-prefeito de Belo Horizonte,  José Ronaldo e atual presidente Jonas Donizetti, prefeito de Campinas.
Foto: Divulgação

O prefeito José Ronaldo assumiu vice-presidência da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), nesta terça-feira, 25. A entidade congrega prefeituras de municípios com mais de 200 mil habitantes.
Fundada em 1989, a FNP é a única entidade municipalista nacional dirigida exclusivamente por prefeitos em exercício dos seus mandatos.
Fonte: Página no Facebook do Prefeito José Ronaldo

Mais um filme do universo cinemático Marvel



Mais um filme de ação, aventura e ficção-científica. Mais um filme que é sequência de franquia. Mais um filme do universo cinemático Marvel. Chega aos cinemas - em Feira de Santana, no Orient Cineplace Boulevard -, nesta quinta-feira, 27, "Guardiões da Galáxia Vol. 2" (The Guardians of the Galaxy Vol. 2), de James Gunn, o mesmo do primeiro filme, lançado em 2014, com o mesmo elenco, encabeçado por Chris Pratt e Zoe Saldana, mais Sylvester Stallone e Kurt Russell.
O filme de ação "Velozes e Furiosos 8", entra em terceira semana, bombando na bilheteria.
A comédia brasileira "Gostosas, Lindas e Sexies", entra em segunda semana.
Também as continuações do drama "A Cabana" e a animação "Smurfs e a Vila Perdida", ambos em quarta semana; a animação "O Poderoso Chefinho", em quinta semana. E em sétima semana de sucesso, a fantasia musical "A Bela e a Fera", da Disney.

Cid Moreira se apresenta 9 de maio em Salvador


Jornalista fala sobre "As Experiências de uma Carreira de Sucesso" no dia 9 de maio
O apresentador de TV Cid Moreira, de 89 anos, conhecido pela voz forte e inconfundível, e por ter trabalhado durante quase 30 anos na bancada do “Jornal Nacional”, estará em Salvador para falar sobre "As Experiências de uma Carreira de Sucesso", realizado pelo Talk Show Carreiras & Oportunidades. Cid Moreira vai contar sobre sua trajetória profissional e as possibilidades de carreira no mercado da Comunicação, além de revelar segredos do seu dia a dia. O evento, que será realizado no dia 9 de maio, às 19 horas, no Hotel São Salvador, no Stiep, terá ainda a participação dos jornalistas Fátima Reis, Fátima Sampaio Moreira e Siloé de Almeida, que irão entrevistá-lo.
Sobre Cid Moreira  
Cid Moreira 73 anos de carreira e continua em atividade. Passou por todas a fases nos meios de comunicação: Rádio, TV e Internet. Ele começou na Rádio Difusora de Taubaté. Depois foi para a Bandeirantes de São Paulo. Na TV, passou pela Tupi, Excelsior e está na Globo até hoje. Começou o "Jornal Nacional" ao lado de Hilton Gomes, em 1969. Tornou-se recordista mundial na bancada do "JN", como o apresentar que ficou mais tempo num telejornal. Foram 27 anos. Em seguida, começou o "Fantástico", onde permaneceu durante décadas. No cinema, atuou como narrador e dublador. Hoje, o Cid também está na Internet, com sua fan page.
Narração da Bíblia  
No fim da década de 90, lançou "Textos do Novo Testamento". Vendeu mais de 30 milhões de CDs. Suas gravações já atingiram mais de 50 milhões de cópias em DVDs, CDs e em novas mídias. Em 2010, conclui a gravação da Bíblia na íntegra, em áudio. Um trabalho que durou seis anos, com trilha sonora de cinema. 
Sobre Carreiras&Oportunidades
O Talk Show, com cinco anos de existência, é apresentado pela jornalista e radialista Fátima Reis, que iniciou as gravações no Teatro Eva Herz - Livraria Cultura - Salvador Shopping. O programa tem como finalidade, informar, trazer conhecimento, orientar e motivar o público universitário, tanto os que querem iniciar a construção de uma carreira profissional ou empresarial. O Carreiras&Oportunidades já recebeu ilustres personalidades como: Guilherme Marback (reitor da Unijorge), Pablo Dubert (presidente da Unoi - Sistema de ensino médio), Kátia Alves (presidente da Limpurb), Carlos Pinheiro (fundador da Copiadora Universitária), Ana Cláudia Oliveira (gerente de RH da Continental Pneus), Roberto Lessa (COO da Água de Coco Obrigada), dentre outros. Totalizam-se 54 edições.
Serviço - "As Experiências de uma Carreira de Sucesso" com Cid Moreira
Dia 9 de maio, às 19 horas
Onde: Hotel São Salvador - Stiep
Ingressos: R$ 200,00 (inteira) / R$ 100,00 (meia)
Vendas: Bilheteria ou pelo site http://www.carreiraseoportunidades.com/
(Com informações de Mary Oliveira, executiva de atendimento)

Trailer de "Guardiões da Galáxia Vol. 2"



Assista

Trailer do filme de ação e aventura "Guardiões da Galáxia Vol. 2", que tem lançamento nesta quinta-feira, 27, no Orient Cineplace Boulevard.

Vídeo sobre FTC tem quase 11.500 visualizações

Convidado pela TV Olhos d'Água, o jornalista Dimas Oliveira falou sobre sua memória afetiva do Feira Tênis Clube.
O vídeo entrou no ar no dia 27 de setembro de 2016 e passados sete meses já obteve até agora - noite desta terça-feira, 25 - 11.476 visualizações, 296 compartilhamentos, dezenas de curtidas e de comentários. Números bem acima da média de reportagens da TV da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).
Clique e assista: 

Preços dos ingressos e promoções na rede Orient Cinemas

Há mais de um mês, desde 16 de março, a rede Orient Cinemas está com novos preços nos ingressos e novas promoções nos cinemas Orient Cineplace Boulevard (Feira de Santana), Orient Cinemas Serrinha (Serrinha) e Orient Cinemas River (Petrolina). Confira as alterações.
PREÇOS
1) Orient Cineplace Boulevard
Filmes 2D
Valores inteiros
2ª à 4ª
5ª, 6ª, Sab, Dom e Feriados
R$ 12,00
R$ 16,00
Sessão Divertida Família (2 adultos + 2 crianças até 12 anos)
R$ 24,00 (2ª e 4ª)
R$ 33,00 (5ª, 6ª, Sab e Dom)



 2) Orient Cinemas Serrinha
Filmes 2D
Valores inteiros
2ª à 4ª
5ª, 6ª, Sab, Dom e Feriados
R$ 12,00
R$ 16,00
Sessão Divertida Família (2 adultos + 2 crianças até 12 anos)
R$ 24,00 (2ª e 4ª)
R$ 33,00 (5ª, 6ª, Sab e Dom)



 3) Orient Cinemas River
Filmes 2D
Valores inteiros
2ª à 4ª
5ª, 6ª, Sab, Dom e Feriados
R$ 12,00
R$ 16,00
Sessão Divertida Família (2 adultos + 2 crianças até 12 anos)
R$ 24,00 (2ª e 4ª)
R$ 33,00 (5ª, 6ª, Sab e Dom)



PROMOÇÕES 
SEGUNDA FAVORITA 
A promoção 'Minha Segunda Favorita' é válida segunda-feira (exceto feriado ou véspera de feriado) durante o dia todo para qualquer filme 2D. Neste dia, a promoção disponibiliza ainda a opção de compra do combo Favorita que contém um refrigerante em lata e uma pipoca promo.
Segunda Favorita - Filmes 2D
Segunda Favorita – Inteira
Segunda Favorita - Meia
R$ 10,00*
R$ 5,00*
COMBO PROMO FAVORITA
R$ 7,50
01 REFRIGERANTE LATA + 01 PIPOCA PROMO
TERÇA PREMIADA  
A promoção 'Terça Premiada' é válida terça-feira (exceto feriado ou véspera de feriado) durante o dia todo para qualquer filme 2D. Neste dia, o combo premiado só poderá ser adquirido com o ingresso premiado. Este combo contém um refrigerante em lata, uma pipoca promo e um chocolate (Chokito ou Prestígio). Promoção limitada ao estoque diário do chocolate.
Terça Premiada - Filmes 2D
Terça Premiada + Combo Premiado
R$ 14,00*
01 INGRESSO + 01 REFRIGERANTE LATA + 01 PIPOCA PROMO
SUPER QUARTA ORIENT 
A promoção 'Super 4ª' é válida quarta-feira (exceto feriado ou véspera de feriado) durante o dia todo para qualquer filme 2D. O valor do ingresso inteiro é R$ 12,00 de segunda a quarta e a promoção não é cumulativa com outras promoções e meia-entrada. Neste dia, a promoção disponibiliza ainda a opção de compra do combo 'Super 4ª' que contém um refrigerante em lata e uma pipoca promo.
Super Quarta Orient - Filmes 2D
Super Quarta Orient - 50% de desconto do valor da inteira (Inteira R$ 12,00)
R$ 6,00*
COMBO SUPER 4ª
R$ 7,50
01 REFRIGERANTE LATA + 01 PIPOCA PROMO
CINEMA, UMA PROVA DE AMOR 
A promoção 'Cinema, uma prova de Amor' é válida quinta-feira (exceto feriado ou véspera de feriado) durante o dia todo na compra de dois ingressos (inteira - 2D). O convite cortesia tem validade de 30 dias. Verifique as regras em nosso site ou na bilheteria do cinema. Neste dia, a promoção disponibiliza ainda a opção do combo 'Love' que contém um refrigerante em lata e uma pipoca promo.
Cinema, Uma Prova de Amor - Filmes 2D
Cinema, Uma Prova de Amor
R$ 32,00 = 01 Convite*
COMBO LOVE
R$ 7,50
01 REFRIGERANTE LATA + 01 PIPOCA PROMO
HAPPY MOVIE TIME 
A promoção 'Happy Movie Time' é válida sexta-feira (exceto feriado ou véspera de feriado) nas sessões iniciadas das 14 às 17 horas para qualquer filme 2D. Verifique as regras em nosso site ou na bilheteria do cinema. O valor do ingresso inteiro é R$ 16,00 de sexta a domingo e a promoção não é cumulativa com outras promoções e meia-entrada. O combo 'Happy' contém um refrigerante em lata e uma pipoca promo.
Happy Movie Time - Filmes 2D
Happy Movie Time – sessões das 14 às 17 horas
50% de desconto do valor da inteira (inteira R$ 16,00)
R$ 8,00*
COMBO HAPPY
R$ 7,50
01 REFRIGERANTE LATA + 01 PIPOCA PROMO
As promoções não são cumulativas, válidas por tempo indeterminado, exceto feriados e vésperas de feriados. Não válidas para conteúdos alternativos. Exceto sessões de pré-lançamento onde deve-se verificar na bilheteria do cinema os valores ou para filmes em que o distribuidor não reconheça o desconto. Para maiores informações consulte a bilheteria.
(Com informações do Marketing Orient Cinemas)

Seleção pública prorrogada

A seleção pública simplificada destinada à contratação pela Prefeitura de Feira de Santana de 300 professores licenciados em Pedagogia e a constituição de cadastro de reserva para prestação de serviços temporários, em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), teve o período de inscrição prorrogada até às 23h59 deste domingo, 30, e serão realizadas no seguinte endereço eletrônico: www.feiradesantana.ba.gov.br.
Os aprovados deverão atuar em escolas municipais, em turmas da educação infantil e ensino fundamental - anos iniciais da Rede Municipal de Ensino. Edital assinado pelo prefeito José Ronaldo neste sentido foi publicado na edição desta terça-feira, 25, do "Diário Oficial Eletrônico".
Fonte: Página no Facebook do prefeito José Ronaldo

"Odebrecht delatou quando já estava em declínio"



O Grupo Odebrecht já enfrentava dificuldades financeiras, agravadas pela Lava Jato, quando decidiu propor acordos de delação premiada de todos os executivos com papel relevante na negociação ou pagamento de propina. As investigações apontavam para o declínio e deterioração irreparáveis da empresa, com passivo várias vezes superior aos ativos. Mas a Odebrecht, agora, poderá culpar a Lava Jato por sua crise.
Prêmio em dinheiro
Alguns executivos da Odebrecht estavam relutantes quanto à delação, mas a empresa os premiou com dinheiro para que colaborassem.
Prejuízo
Em 2015, a receita da Odebrecht caiu 12%, para US$ 39 bilhões, com prejuízo líquido de R$ 298 milhões.
Demissões
A crise provocou demissões na Odebrecht. Os 181.556 funcionários em 2013 foram reduzidos para a 128.486 em 2015.
Ideia de Emílio
Emílio Odebrecht tentou salvar a empresa e tirar o filho Marcelo da prisão, ao trabalhar para que 77 executivos optassem pela delação.
Fonte: Cláudio Humberto

Santini & Trio concorre a “Melhor Show” do Prêmio Caymmi

O Prêmio Caymmi de Música em sua segunda edição apresenta nesta quarta-feira, 26, às 20h30, o show inédito, "Jazz a Todos!", da banda Santini & Trio, que agrega, em sua formação, talentosos músicos e artistas como Rony Santini na guitarra, Rogério Ferrer no piano e acordeom; Anderson Silva no baixo elétrico e Flaviano Galo na bateria. O show apresenta como destaque um repertório autoral, que promete movimentar o Teatro Sesi Rio Vermelho com uma noite de virtuosismo e improvisação. Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).
Santini vem se destacando no cenário baiano, desde 2015 quando lançou o seu primeiro álbum com o show "Fazendo Arte", que concorreu ao melhor disco baiano pelo site El Cabong (www.elcabong.com.br). Desde então vem criando e participando de importantes projetos na sua cidade e Estado, e se destacando com sua versatilidade e virtuosismo. 
Rony Santini & Trio são os primeiros músicos feirenses, por ocasião do XXI Festival de Música Instrumental da Bahia, a se apresentarem no Palco Principal do Teatro Castro Alves. O show autoral repercutiu nos principais veículos da imprensa local sob a crítica de ser uma performance de alto nível musical.
O show tem como diferencial uma interação dos músicos entre si tanto da parte rítmica como harmônica o que o torna muito orgânico. Onde trará como diferencial o acordeom dialogando com a guitarra acústica sobre melodias fortes e com isso um resultado sonoro bastante interessante, trazendo a identidade sonora do Santini & Trio.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Charge de Sponholz

Sexta edição do Festival de Filarmônica e lançamento de Roteiro Cultural em nova data

Em maio, na quinta-feira, 4, e na sexta-feira, 5, a realização da sexta edição do Festival de Filarmônicas Princesa do Sertão, promovido pela Fundação Senhor dos Passos, através do Núcleo de Preservação da Memória Feirense. O evento estava previsto para os dias 27 e 28 deste mês de abril, mas foi transferido.
As filarmônicas participantes se apresentarão nos dois dias do evento, às 19h30, desta feita no Palacete Fróes da Motta, sem disputa de concurso e premiação, como nas edições anteriores.
Já está confirmada a participação da Sociedade Filarmônica 25 de Março, sob a regência do maestro Tony Neves e com a participação de alunos da Escola de Música Estevão Moura. 
Roteiro
Na noite de abertura, o lançamento pela Fundação Senhor dos Passos do "Roteiro Cultural do Patrimônio Histórico de Feira de Santana", com indicação dos bens tombados ou não pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac).
O mapa forma um quadrilátero pelo centro da cidade e tem pontos de referência, como o Shopping Popular Feiraguai, Praça Carlos Bahia, Praça Padre Ovídio, Praça Monsenhor Renato Galvão, Monumento ao Caminhoneiro, Praça João Pedreira, Praça da Bandeira, Centro de Abastecimento, Praça 2 de Julho e Praça Dom Pedro II (a do Nordestino).
A peça gráfica vai servir como um roteiro para o turismo de Feira de Santana. Estará disponível em pontos de atração.
A ação conta com apoio da Prefeitura de Feira de Santana.

"Na era digital, 'papelzinho' é o meio da corrupção"



A Odebrecht teve de criar um sistema informatizado no departamento específico que fazia o controle das montanhas de propina pagas a membros do governo e, em especial, a políticos do PT. Mas, entre interlocutores, o principal meio de comunicação é o velho "papelzinho". Segundo Marcelo Odebrecht, o primeiro acerto de pagamento que fez, ele recebeu o valor "num papelzinho" que Guido Mantega entregou.
R$ 50 milhões
De acordo com Marcelo em sua delação, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, em 2008, anotou a cifra num papel: "R$ 50 milhões".
Números de contas
Outro delator, Henrique Valladares diz que o interlocutor de Aécio entregava números de contas a ele em pessoa e em pedaços de papel.
Pouco mais moderno
E-mails da Odebrecht também foram apresentados para comprovar denúncias contra políticos como José Serra, por exemplo.
Era tudo ilícito
Marcelo revela que toda a relação da Odebrecht com o PT era ilícita: "eu tinha uma agenda ampla... em função dessa agenda ampla, eles podiam criar uma expectativa grande. Esse valor de R$ 114 milhões, que nasceu de modo totalmente ilícito, acabou indo a R$ 300 milhões".
Propina preventiva
O ex-ministro Guido Mantega não participou da campanha de 2010 de Dilma "como imaginava", segundo definiu Marcelo Odebrecht. Acertou pagamento de R$ 50 milhões em 2008, mas só foi gastar em 2011.
R$ 100 milhões para 2014
Para 2014, Marcelo Odebrecht revela ter reservado R$ 100 milhões para o PT de Lula e Dilma. Ele diz não saber se foram integralmente consumidos "porque aí já tinha Lava Jato, teve 2014 etc.".
Resposta adiante
Marcelo Odebrecht diz, em seu primeiro depoimento, não saber como Lula era informado, mas ele mesmo explica, doze depoimentos mais tarde: era o pai Emílio quem deixava Lula a par de tudo.
Grupo seleto do PT
Marcelo revelou que quando um executivo da Odebrecht recebia pedido de candidato do PT que "não interessava apoiar", diretores eram instruídos a dizer "fala lá com o Palocci ou o Guido porque o Marcelo tem um valor acertado. Se você conseguir arrancar... sai".
Nomenclatura de obra
Odebrecht não explica, mas apesar de o nome adotado na imprensa e nos depoimentos ser de "planilha italiano" ou "conta Amigo", na tabela da Odebrecht a Conta do PT é "Programa Especial", como uma obra.
Pensando bem...
... ao dizer que o sítio de Atibaia era de um amigo, Lula não mentiu, apenas omitiu que o "Amigo" era ele próprio.
Fonte: Cláudio Humberto

"A esquerda, refém de Lula"

Por Ricardo Noblat
Foram dias infernais para Lula. Em 6 de junho de 2005, Roberto Jefferson (PTB-RJ) denunciara o pagamento de propina a deputados.
No dia 16, José Dirceu, chefe da Casa Civil, pedira demissão. No dia 7 de julho, o Congresso instalara duas CPIs para apurar o caso.
E no dia 12 de agosto, Duda Mendonça, marqueteiro da campanha de Lula, revelara que fora pago no exterior com dinheiro de caixa dois.
Duas semanas depois da revelação feita por Duda que quase levou o governo a pique, Lula reuniu-se secretamente, à noite, com uma dezena de políticos em uma casa no Lago Sul de Brasília.
Estava acompanhado pelo ex-ministro José Dirceu. A maioria dos políticos era da oposição - entre eles o senador Antonio Carlos Magalhães (DEM-BA) e Arthur Virgílio (AM), líder do PSDB no Senado.
Parecia abatido. Todos ali sabiam que semanas antes ele tomara um porre e ameaçara renunciar ao cargo. Não sabiam, porém, o que ele contara a um amigo na véspera da publicação da denúncia de Jefferson: "A entrevista do Roberto vai virar o país de cabeça para baixo. Todo mundo vai achar que o governo não se sustentará mais de pé. Mas acredite: a montanha vai parir um rato".
Dissera mais ao amigo: "Pensam que vão me destruir. Pois vou me reeleger e fazer meu sucessor". E antecipara seus próximos lances: "Vou aproveitar para me livrar de Zé Dirceu e de Palocci".
De Dirceu, se livraria rápido ao forçá-lo a pedir demissão. De Palocci livrou-se em março de 2006 quando se descobriu que ele comparecera a alegres festinhas promovidas por lobistas.
Aos políticos que o ouviram atentos naquela noite de temperatura amena em Brasília, Lula dissertou sobre o agravamento da crise política que enfrentava, e em seguida foi direto ao ponto:
"Sou um torneiro-mecânico. Jamais imaginei chegar aonde cheguei. A essa altura, não desejo mais nada. A única coisa que quero é completar meu mandato, mesmo sangrando".
Se não o deixassem sangrar até o fim, advertiu: "Nesse caso irei para as ruas e lutarei pelo mandato que o povo me conferiu".
Ninguém o interrompeu. Nem comentou o que ele disse. Mas nos dias seguintes, a palavra de ordem repetida pelos mais influentes líderes da oposição dentro do Congresso foi esta: "Vamos deixar que Lula sangre, e o poder nos cairá no colo". Amadores!
O futuro de Lula já não mais depende dele, o mestre do ilusionismo que marcou todas as eleições presidenciais de 1989 para cá. Esgotou-se o estoque de truques de Lula quando a decisão sobre o seu destino migrou da órbita da política para a da Justiça.
Só quem pode salvá-lo são seus advogados. A jararaca jaz quase inerte. As delações recentes emudeceram o PT.
A esquerda que cavalgou Lula para chegar ao poder carece de nomes e de rumo para reverter seu encolhimento registrado nas últimas eleições. Nas próximas, encolherá mais.
Entre muros, reconhece o mal que Lula lhe fez, um líder sem compromisso com nada que não fosse a sua própria sobrevivência. Mas ainda se recusa a reconhecer o mal que ela, esquerda, fez também a Lula e ao país.
No momento, esperneia, ataca os que corromperam e que se deixaram corromper, poupa Lula e prega eleições diretas, já, para derrubar o governo. Finge que desconhecia o mar de lama que a beneficiou antes de engolfá-la.
De fato, segue refém de Lula, que com o seu apoio poderia vir a ser candidato outra vez driblando uma eventual condenação definitiva na Justiça. A ver.
Fonte: http://noblat.oglobo.globo.com

Jogo de masters entre Fluminense e Botafogo no dia 6 de maio

Ficou para sábado, 6 de maio, às 19 horas, o jogo amistoso entre as equipes Masters do Fluminense de Feira X Botafogo do Rio, disputando o Troféu Zé Coió, no Estádio Municipal Alberto Oliveira, o Joia da Princesa. Inicialmente marcada para a sexta-feira, 21, a partida foi adiada pelo período chuvoso.
Pelo Fluminense vão atuar ex-jogadores como Edinho Jacaré, Zelito, Nino e Nengo. Pelo Botafogo, nomes de Wagner, Wilson Goiano, Gotardo, Gonçalves, Donizete e Túlio.

domingo, 23 de abril de 2017

Morre cantor Jerry Adriani

Faleceu neste domingo, 23, o cantor paulista Jerry Adriani (Foto: Reprodução) - Jair Alves de Souza é seu nome verdadeiro. Ele apareceu no cinema em comédias musicais.
Filmografia
Alô, Alô, Terezinha!, documentário de Nelson Hoineff, 2009, com Alcione, Byafra e Rita Cadillac.
Em Busca do Tesouro 2009, de  Carlos Alberto Souza Barros, 1967, com Neide Aparecida.
Jerry - A Grande Parada, de Carlos Alberto Souza Barros, 1967, com Neide Aparecida e Agildo Ribeiro
Essa Gatinha É Minha,
2009, de Jece Valadão, 1966, com Pery Ribeiro e Anick Malvil.


Nas bancas


sexta-feira, 21 de abril de 2017

Um épico esplendoroso

1. Cartaz original de "O Sinal da Cruz"
2. Fredich March e Claudette Colbert
Fotos: IMDb

DVD do épico religioso "O Sinal da Cruz" (The Sign of the Cross), de Cecil B. De Mille, de 1932, faz parte de minha coleção. É baseado no livro homônimo de Wilson Barrett (escrito em 1896) e no livro "Quo Vadis", de Hanryk Sienkiewics.
Depois de incendiar Roma, em 64 depois de Cristo, o imperador Nero (Charles Laughton) culpa os cristãos, e com sua loucura prende todos os cristãos romanos e os envia a arena para os leões. Porém, o imperador não esperava que Marcus Superbus (Fredric March), o militar do mais alto escalão do império romano, intercedesse pelos cristãos. Além do conflito com o imperador ele também tem que enfrentar a imperatriz Pompea (Claudette Colbert), que ama Marcus e está morrendo de ciúme. Ele a despreza pois está apaixonado perdidamente por Mercia (Elissa Landi), e por ela, tenta livrar os cristãos da arena.
Pode-se afirmar que é um clássico do cinema. O filme é esplendoroso em cada detalhe: interpretações, direção, produção cuidadosa, fotografia (em preto & branco, de Karl Struss, indicada ao Oscar), cenário, figurino. Cecil B. DeMille consegue ser fiel a história. Como sempre em seus épicos bíblicos, ele ainda explora cenas de lascívia e luxúria, como o banho de leite de jumenta de Pompea, a dança de Ancaria (Joyzelle Joyner), com a música "The Naked Moon" (A Lua Nua), em cena de orgia.

Protagonismo de José Ronaldo no cenário político

Por Dimas Oliveira
Na sexta-feira santa, 14, na coluna "Tempo Presente", de Levi Vasconcelos, no jornal "A Tarde", a nota "Tititi feirense": 
"Vez ou outra o nome de Zé Ronaldo (DEM), prefeito de Feira de Santana, emerge nas rodas políticas como protagonista de supostos movimentos bombásticos.
No primeiro, estaria se articulando com Rui Costa para mudar de lado, com direito a participar da chapa majoritária governista nas eleições do próximo ano.
No segundo, estaria articulando com ACM Neto para tomar o PP de João Leão, vice-governador.
Com a palavra, Zé Ronaldo:
- É tudo tititi da política. Nunca procurei ou fui procurado para falar desses assuntos.
Na segunda-feira, 17, entrevista de uma página com José Ronaldo na "Tribuna da Bahia", feita por Osvaldo Lyra e Paulo Roberto Sampaio. E as mesmas questões foram colocadas. Uma: "Muito se fala que o senhor pode passar para a base do governador Rui Costa. Qual a possibilidade disso acontecer?". 
A resposta: "Aprendi ao longo da minha vida a manter uma relação de respeito institucional com as autoridades. Tenho com Jaques Wagner, mantenho com Rui, diria até que temos um relacionamento pessoal bom, de homens e cidadãos, e mantemos realmente uma relação muito respeitosa. E com certeza isso continuará, porque sempre coloquei o interesse da administração pública acima do interesse pessoal. Agora, política nem ele falou comigo nem eu falei com ele. Em nome da justiça e da verdade, não tratamos desse assunto."
Outra: "Haveria um início de diálogo entre o senhor e o PP nacional?". A resposta: "Não, converso com todo mundo. Tenho um relacionamento com todas as pessoas de todos os partidos que tenham representantes na Assembleia e no Congresso Nacional. Em todos esses partidos tem pessoas que foram meus colegas, alguns colegas como prefeito, então isso facilita a conversa. Se eu disser que não converso com essas pessoas sobre política de 2018, eu estaria mentindo. Converso e vou continuar conversando."
Na entrevista da Tribuna, José Ronaldo ainda foi questionado: "O senhor acha que o prefeito ACM Neto vai ter fôlego para disputar o governo do Estado em 2018?"
O prefeito respondeu: "Ele tem tudo. A juventude dele, a competência, a inteligência, o bom trabalho administrativo o qualifica para ser candidato a governador. Agora, a decisão é da pessoa. Para ser candidato, o cidadão tem que querer. Depois disso ele vai partir para buscar os apoios de outros partidos e da sociedade. Aí ele lança a sua plataforma e a sua luta. Acho que Neto sempre foi muito bem votado para deputado federal e prefeito, e faz uma belíssima administração. É só a vontade pessoal dele."
Por fim, mais uma questão do jornal da capital: "O senhor vai colocar o seu nome para 2018?"
A resposta de José Ronaldo: "Fui candidato a senador em 2010. Foi uma campanha dificílima, sem materiais totais, mas fizemos uma campanha digna, honrada. Conheço a Bahia toda, lideranças de todas as regiões, me acho em condições de exercer um cargo majoritário. Então, se eu puder disputar um pleito em 2018, não vou esconder, vindo uma candidatura, eu iria com simpatia. Mas não pode ser um desejo meu, não pode ser uma coisa única na minha cabeça. A vontade eu tenho, mas tenho que ter apoio de grupo, de políticos e da sociedade. Então, se esses apoios surgirem, eu não tenho nenhum receio de enfrentar uma luta." 
O certo é que o nome do prefeito José Ronaldo continua emergindo no cenário político baiano como protagonista.
Artigo publicado no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 21