*

*

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14
Orient Cineplace Boulevard - 15 - 18 (Dub) - 21 (Leg)

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Fundação Aprisco encerra atividades 2017

A Fundação Aprisco encerrou suas atividades deste ano com culto de ação de graças na manhã de domingo, 9. Foram feitas apresentações musicais, exposições fotográficas virtuais.
A Fundação Aprisco é presidida pelo pastor Alex Barreto Cosmo e coordenada por Karol Cosmo. Patricia Sampaio atuou como meste de cerimônia.
Tratou-se sobre os projetos Acolher, Barulho de Vida, Abrigo Casa de Passagem, Quarta Kids, Bendito Bazar, Pilates, Alfabetização, quase todos com testemunhos dos coordenadores e dos demandatários.
A Fundação Cultural Educadora Restauração, a Aprisco, fundada em 2000, surgiu a partir da vontade de seus idealizadores de contribuir para o desenvolvimento da comunidade feirense. Tem como lema "Porque fazer o bem, faz bem!".

Programação Aprisco Casais para 2018


Tema anual: O Significado do Casamento 

24/02 - Abertura
24/03 - O Segredo do Casamento
28/04 - O Poder Para o Casamento
26/05 - A Essência do Casamento
30/06 - A Missão do Casamento
28/07 - Amar o Desconhecido
31/08 - Acolher o Outro
20/09 - A Visão do Casamento
27/10 - O Sexo e o Casamento
24/11 - FollowUp
08/12 - Encerramento
Observações do pastor Alex Cosmo 

1. A reunião de abertura dia 24 de fevereiro será na no local de reunião da igreja com o lanche coletivo de sempre. A reunião de encerramento em dezembro deverá ser em algum restaurante portanto devemos nos organizar financeiramente para participar.
2. As demais reuniões serão nas casas de algum casal ou espaços definidos pelo próprio grupo, e os lanches serão do mesmo formato coletivo onde os casais cada um leva comida e bebida para comermos juntos ao fim de cada reunião.
3. Esse ano provavelmente teremos nosso retiro de casais queremos levar o maior número de casais possível. Será um tempo maravilhoso de descanso e investimento na edificação de seu casamento e família.


Cinema no pretérito

No poste em frente de onde é hoje o Jomafa, na rua Conselheiro Franco, tabuleta do Cine Santana (ou seria do Cine Íris?) anunciando, em meados dos anos 1940, o filme noir "Tensão em Shangai" (Shangai Gesture), de Josef Vom Sternberg, 1941, com Gene Tierney e Victor Mature (Foto) mais Walter Huston, Phillys Brooks e Ona Munson.

sábado, 9 de dezembro de 2017

Programa de avós




Na tarde deste sábado, 9, sessão da animação "A Estrela de Belém" no Cine Sercla América Outlet, com Doralice e a filha Tamara.
A primeira vez no cinema dos netos Jônatas (dois anos e três meses) e Rafael (nove meses). Augusto (sete anos e meio) já é useiro em ver filmes.

Encerramento das atividades de 2017 do Instituto Histórico e Geográfico

Fotógrafo José Ângelo Pinto com a presidente Liacélia Pires Leal

O fotógrafo José Ângelo Pinto vai palestrar sobre "O Início da Colonização de Feira de Santana" no evento de encerramento das atividades deste ano do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana (IHGFS), neste sábado, 9, a partir das 10 horas, com almoço de adesão.
Na programação, entrega de diplomas a novos sócios, entrega de medalhas a membros da entidade e outras personalidades e distribuição da Revista Número 14.
"Após um ano de muito trabalho e dedicação, chegou a hora de nos reunirmos para compartilhar as experiências e comemorar mais uma etapa vencida", diz texto do convite para o evento no Restaurante Cravo e Panela, na Ville Gourmet. 
Fundado há 14 anos, em 21 de agosto de 2003, o Instituto Histórico e Geográfico é presidido atualmente por Liacélia Pires Leal.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

De fato, extraordinário!

"Extraordinário" (Wonder), de Stephen Chbosky, em cartaz no Orient Cineplace e no CineSercla, é um drama para toda a família, emocionante e inspirador, que faz rir e chorar - não dá para não soltar lágrimas -, mas sem sentimentalismo. Um filme sobre sentimentos. Amor ao diferente é o tema principal. O filme trata ainda de bullying, preconceito, aceitação e respeito às diferenças. Mostra que o personagem tem um problema, mas que quase todos em sua volta também têm.
August Pullman, Auggie (Jacob Tremblay) nasceu diferente, com a Síndrome de Treacher-Collins, má formação craniofacial congênita. Ele foi operado 27 vezes - várias cirurgias estéticas. Com 10 anos, após ser educado em casa pela mãe Isabel (Julia Roberts), ele entra na educação convencional e é matriculado na 5ª série. Andando quase sempre com um capacete de astronauta, é quem narra o filme e conta sua experiência numa escola, com outras crianças da sua idade - crianças que são reflexo de seus pais.
O elenco tem atuação destacada. A brasileira Sonia Braga tem rápida aparição, em flash-back, como a avó do personagem.
O filme faz numerosas referências a "Guerra nas Estrelas" (Star Wars), 1977, como a aparição do alienígena Chewbacca. Auggie vive em "Star Wars" uma realidade paralela, onde se refugia. Também citação a "Ritmo Quente" (Dirty Dancing), 1987, com Patrick Swayze e Jennifer Gray vistos na tela quando Isabel e Via (Izabela Vidovic) estão assistindo TV; a "O Mágico de Oz" (The Wizard of Oz), 1939,  filme é exibido no acampamento; a "Pânico" (Scream), 1996, com Auggie vestido com a fantasia de grito; a "A Princesa Prometida" (The Princess Bride), 1987, com Via vestida com a fantasia da princesa.
Ainda faz referência ao jogo eletrônico Minecraft.
A peça "Nossa Cidade" (Our Town), de Thornton Wilde é ensaiada e apresentada no filme.
Foi visto com familiares - como convém - na sessão de 18h30, na quinta-feira, 7, no Orient Cineplace Boulevard.


"Não debato com condenados por crime", diz Moro sobre Lula



Após participar nesta sexta-feira, 8, do 4º Evento "Petrobras em Compliance", na sede da estatal, no centro do Rio de Janeiro, o juiz federal Sergio Moro se negou a comentar a fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para quem a Operação Lava Jato tem servido para desmoralizar a Petrobras e o Rio. "Não debato publicamente com pessoas condenadas por crime", respondeu Moro, quando indagado sobre o assunto.
Em caravana pelo estado, Lula disse que "a Lava Jato não pode fazer o que está fazendo com o Rio" e que, "por causa de meia dúzia que eles dizem que roubou, e que ainda não provaram, não podem causar o prejuízo que estão causando à Petrobras".
Depois do evento, Moro ainda criticou o foro privilegiado e disse que casas legislativas podem agir "com desvio de poder", ao evitar a prisão de parlamentares. "O foro privilegiado fere o princípio da igualdade. Todas as pessoas têm que ser tratadas de maneira igual perante a lei. O princípio da igualdade está na base da nossa democracia. Por outro lado, na prática, os tribunais superiores estão assoberbados de processos, estão sobrecarregados de recursos", afirmou.
Segundo o juiz, é preciso pensar também nos mecanismos de proteção jurídica dos agentes políticos. "Houve aquela discussão se está sujeita ou não uma prisão de um parlamentar a uma casa legislativa, não vou entrar no mérito da controvérsia. Mas, ainda que se for reconhecer alguma espécie de proteção, ela deve ser utilizada para proteger o parlamentar quanto a eventual perseguição política por conta da sua opinião pública e não para protegê-lo de investigações ou perseguições por corrupção", acrescentou.

Na "Veja": "A bomba de Palocci contra Lula e o PT"



Ex-ministro diz em delação que Kadafi, líder líbio morto em 2011,         deu 1 milhão de dólares à campanha de Lula em 2002;                          ação pode levar à cassação do partido

A imagem na capa da revista "Veja" foi captada no encontro da Cúpula América do Sul-Áfri­ca, que aconteceu na Venezuela em 2009. Lula era presidente do Brasil pela segunda vez e o ditador Muamar Kadafi ainda comandaria a Líbia por mais dois anos, antes de ser deposto, capturado e executado. Não é uma cena protocolar, como se observa no aperto de mão informal. A fotografia retrata dois líderes que se diziam "irmãos". Durante 42 anos, Kadafi governou a Líbia seguindo o protocolo dos tiranos. Coronel do Exército, ele liderou um golpe em 1969. No poder, censurou a imprensa, reprimiu adversários e impôs leis que permitiram punições coletivas, prisão perpétua, tortura e morte a quem contrariasse o regime. Dinheiro líbio também financiou grupos terroristas e movimentos políticos em vários cantos do planeta. Entre os que receberam recursos da ditadura líbia estavam, de acordo com o ex-minis­tro Antonio Palocci, o PT e seu líder máximo, o ex-presidente Lula.
A revelação de Palocci está contida na sua proposta de delação entregue ao Ministério Público. Segundo ele, em 2002 Kadafi enviou secretamente ao Brasil 1 milhão de dólares para financiar a campanha eleitoral do então candidato Lula. Fundador do PT, ex-­prefeito de Ribeirão Preto, ex-ministro da Fazenda do governo Lula e ex-­chefe da Casa Civil de Dilma Rousseff, Palocci esteve no centro das mais importantes decisões do partido nas últimas duas décadas. Condenado a doze anos por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, há sete meses ele negocia um acordo de delação premiada. Em troca de redução de pena, compromete-se a contar detalhes de mais de uma dezena de crimes dos quais participou. Um dos capítulos da colaboração trata das relações financeiras entre Lula e o ditador líbio - e tem potencial para fulminar o partido e o próprio ex-presi­dente.

Cinema em revista baiana



Dázio Brasileiro, do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana (IHGFS), enviando recorte da revista "Única", editada em Salvador, ano 1949, edição 12, com página de notícias sobre cinema.

Balaio Político

Circo X Hospício
Do vereador Roberto Tourinho (PV) na sessão de segunda-feira, 4, na Câmara Municipal, sentindo-se envergonhado com o teor das discussões no plenário: "Se jogar uma lona em cima da Câmara vira um circo, se cercar vira um hospício".
Autorização
O prefeito José Ronaldo de Carvalho tem licença concedida pela Câmara para viagem aos Estados Unidos, no período de 21 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018.
Recondução
A Câmara Municipal aprovou, na sessão de segunda-feira, 4, em discussão única e por unanimidade, o nome do advogado Cleudson Santos Almeida para recondução ao cargo de procurador geral do Município, a ser exercido entre dezembro de 2017 e dezembro de 2019.
Bye, bye
O deputado federal Irmão Lázaro deixou a presidência municipal do Partido Social Cristão (PSC). Uma demonstração de insatisfação com a legenda.
PCdoB
Na quinta-feira, 30 de novembro, os membros eleitos na última Conferência Municipal do Diretório Municipal do PCdoB de Feira de Santana realizaram debate para escolha da nova Comissão Política, que deverá ser responsável pelo processo de administração, organização e condução política nos próximos dois anos.
PCdoB II
O advogado e suplente de deputado estadual Luciano Soares foi o escolhido para presidente. Para os demais cargos foram escolhidos para a Comissão Política Luís Roberto (Gaúcho), Ramon Cardoso, Sandra Freitas, Genaldo de Melo, Aroldo Moreira, Rozete Melo, Gilson das Mercês e Paulo de Tarso.
PCdoB III
O desafio político é preparar nome próprio para deputado estadual nas próximas eleições, bem como organizar o partido em função das eleições municipais de 2020. A principal tarefa nesse momento é ocupar espaços políticos lançando nome a deputado estadual, que provavelmente poderá ser o nome do novo presidente, Luciano Soares.
Coluna publicada no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 8

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Israel: "O socorro virá do meu SENHOR"



Discurso do primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, com toda glória a Deus.
· Apenas 70 anos atrás! Os judeus foram levados ao matadouro como ovelhas.
· 60 anos atrás! Não tínhamos país. Nenhum exército.
· Sete países árabes declararam a guerra ao nosso pequeno estado judaico, apenas algumas horas após a sua criação!

· Nós éramos apenas 650 judeus, contra o resto do mundo árabe! NENHUM FID (Exército de Defesa de Israel).
Nenhuma força aérea poderosa, apenas pessoas corajosas com nenhum lugar para ir.
· Líbano, Síria, Iraque, Jordânia, Egito, Líbia, Arábia Saudita, todos nos atacaram ao mesmo tempo.
· O país que as Nações Unidas nos deram foi de 65% do deserto. O país estava no meio do nada

· 35 anos atrás! Lutamos contra os três exércitos mais poderosos do Oriente Médio, e nós os varremos ... sim ... em seis dias.

Nós lutamos contra várias coalizões de países árabes, que possuíam os exércitos modernos e muitas armas soviéticas, e sempre os derrotamos!

Hoje nós temos:
· Um país
· Um exército
· Uma poderosa força aérea
· Uma economia de estado-da-arte que exporta milhões de dólares.
· Intel - Microsoft - IBM desenvolve produtos em casa
· Nossos médicos recebem prêmios por pesquisa médica

Nós fizemos o deserto florescer, e vender laranjas, flores e vegetais em todo o mundo.

Israel enviou seus próprios satélites para o espaço! Três satélites ao mesmo tempo!

Estamos orgulhosos de estar no mesmo ranking que:

· Estados Unidos, que tem 250 milhões de habitantes,
· A Rússia, que tem 200 milhões de habitantes

· A China, que possui 1,3 bilhão de habitantes

· Europa - França, Grã-Bretanha, Alemanha - com 350 milhões de habitantes.

· Um dos poucos países do mundo a enviar objetos para o espaço! Israel é agora parte da família das potências nucleares, com os Estados Unidos, Rússia, China, Índia, França e Grã-Bretanha.

Nunca admitimos oficialmente, mas todos sabem, que apenas a 60 anos atrás, fomos levados, envergonhados e sem esperança, para morrermos no deserto!

Nós extirpamos as ruínas fumegantes da Europa, ganhamos nossas guerras aqui com menos do que nada. Nós construímos nosso pequeno "Império" do nada.

Quem é o Hamas para nos assustar? Vocês me fazem rir!

A Páscoa foi celebrada; Não esqueçamos sobre o que a páscoa trata.

> Nós sobrevivemos ao faraó.
> Nós sobrevivemos aos gregos.
> Sobrevivemos aos romanos.
> Sobreviveu à inquisição na Espanha.
> Temos os pogroms na Rússia.
> Sobreviveu a Hitler.
> Sobrevivemos aos alemães.
> Sobreviveu ao Holocausto.
> Sobrevivemos aos exércitos de sete países árabes.
> Sobreviveu a Saddam.
> Continuaremos a sobreviver aos inimigos presentes hoje também.

Pense em qualquer momento da história humana! Pense nisso! Para o povo judeu, a situação nunca foi melhor! Então vamos enfrentar o mundo.

Lembre-se: todas as nações ou culturas que uma vez tentaram nos destruir, já não existem hoje - enquanto nós, ainda vivemos!

· Os egípcios?
· Os gregos?
· Alexandre da Macedônia?
· Os romanos? (Alguém ainda fala latino estes dias?)
· O Terceiro Reich?

E olhe para nós:

> A Nação da Bíblia.
> Os escravos do Egito.

Ainda estamos aqui.

E nós falamos o mesmo idioma! Antes e agora! Os árabes ainda não sabem, mas aprenderão que há um Deus... enquanto conservarmos nossa identidade, sobreviveremos.

Então, perdoe-nos:

* Por não nos preocuparmos.
* Não chorarmos.
* Não termos medo.
As coisas estão bem por aqui. Certamente poderiam melhorar.

No entanto: Não acredite na mídia, eles não dizem que nossas festas continuam a acontecer, que as pessoas continuam a viver, que as pessoas continuam saindo, que as pessoas continuam a ver amigos.

Sim, nossa moral é baixa. E daí? Somente porque choramos nossas mortes, enquanto outros se regozijam em derramar nosso sangue? É por isso que vamos vencer, no final.

1. Levanto meus olhos para os montes e questiono: de onde me virá o socorro?

2. O socorro virá do meu SENHOR, o Criador dos céus e da terra!

3. Ele não deixará que teus pés vacilem; não pestaneja Aquele que te guarda.

4. Certamente não! De maneira alguma cochila nem dormita o guarda de Israel.

5. O Eterno é o teu protetor diuturno; como sombra que te guarda, Ele está à tua direita.

6. Não te molestará o sol, durante o dia, nem de noite, a lua.

7. O SENHOR te guardará de todo o mal, Ele protegerá a tua vida!

8. Estarás sob a proteção do SENHOR, ao saíres e ao voltares, desde agora e para todo o sempre! ( Salmo 121)

Programas no Orient Cineplace Boulevard

Semana até 13 de dezembro de 2017

 PRÉ-ESTREIA

AS AVENTURAS DE TADEO 2: O SEGREDO DO REI MIDAS  (Tadeo Jones 2: El Secreto del Rey Midas), de David Alonso e Enrique Gato, 2017. Animação. Tadeo, pedreiro e aspirante a arqueólogo, é muito aventureiro. Quando ele descobre que o colar do rei Midas, que transformava tudo que tocava em ouro, existiu de verdade, sai numa jornada com seus amigos rumo a Los Angeles. Mas um problema surge quando Sara, uma de suas amigas, desaparece. Cópia dublada. Classificação: Livre. Duração: 85 minutos. Horário: 14 horas, somente no sábado, 9, e no domingo, 10. Sala 4 (261 lugares). 
LANÇAMENTO NACIONAL

EXTRAORDINÁRIO  (Wonder), de Stephen Chbosky, 2017. Com Julia Roberts, Owen Wilson, Jacob Tremblay e Sonia Braga. Drama. Um menino com uma deformação facial enfrenta os desafios de iniciar seus ensinos em uma escola regular. Classificação: Livre. Duração: 114 minutos. Horários: 13h30, 16 horas e 18h30, com cópia dublada, e 21 horas, com cópia legendada. Sala 2 (158 lugares). 
CONTINUAÇÕES
OS PARÇAS, de Halder Gomes, 2017. Com Tom Cavalcante, Whindersson Nunes, Bruno de Lucca e Tirulipa.  Comédia. Chantageados e enganados por um tranbiqueiro, Toinho, Ray Van, Pilôra e Romeu organizam uma festa de casamento, sem nenhum dinheiro. Caso falhem, terão que lidar com o maior contrabandista da  rua 25 de Março em São Paulo, que é também o pai da noiva. Em segunda semana. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração: 100 minutos. Horários: 14h40, 16h50, 19 horas e 21h10. Sala 1 (240 lugares). 

ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE (Murder On the Orient Express), de Kenneth Branagh, 2017. Com Kenneth Branagh, Penelope Cruz, Judi Dench, Johnny Depp, Willem Dafoe, Michelle Pfeiffer e Daisy Ridley. Drama de mistério. Em uma viagem em um luxuoso trem pela Europa ocorre um assassinato. À bordo o detetive Hercule Poirot inicia uma varredura no local, ouvindo 13 testemunhas e possíveis suspeitos para descobrir o que de fato ocorreu. Ele corre contra o tempo para resolver o quebra-cabeça antes que o assassino ataque novamente. Em segunda semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 114 minutos. Horários: 15 horas e 19h20, na Sala 3 (165 lugares), e 14 horas, na Sala 4 (261 lugares). 

JOGOS MORTAIS: JIGSAW (Jigsaw), de Michael Spierig e Peter Spierig, 2017. Com Matt Passmore e Tobin Bell. Terror.  Depois de uma série de assassinatos, todas as pistas estão sendo levadas a John Kramer, o assassino mais conhecido como Jigsaw. Conforme a investigação avança, os policiais se encontram perseguindo o fantasma de um homem morto há mais de uma década. Em segunda semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 18 anos. Duração: 92 minutos. Horários: 13 horas, 17h20 e 21h40. Sala 3 (165 lugares).
LIGA DA JUSTIÇA (Justice League), de Zack Snyder, 2017. Com Ben Affleck, Gal Godot, Henry Cavill, Jason Momoa, Ray Fisher e Ezra Miller. Ação, aventura, fantasia e ficção-científica. Bruce Wayne alimentado por sua fé restaurada na humanidade e inspirado pelo ato desinteressado de Super-Homem, alista a ajuda de sua nova aliada, Diana Prince, para enfrentar um inimigo ainda maior. Juntos, Batman e Mulher Maravilha trabalham recrutar uma equipe de meta-humanos para se opor a essa ameaça recém-despertada. Mas, apesar da formação desta liga de heróis sem precedentes - Batman, Mulher Maravilha, Super-Homem, Aquaman, Cyborg e The Flash - talvez já seja tarde demais para salvar o planeta de um ataque de proporções catastróficas. Em quarta semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 121 minutos. Horários: 16h20 e 18h50, com cópia dublada, e 21h20, com cópia legendada. Sala 4 (261 lugares). 
ENDEREÇOS E TELEFONES
Orient Cineplace Boulevard - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3185 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing de Orient Cinemas).

Programas no CineSercla América Outlet

Semana até 13 de dezembro de 2017
PRÉ-ESTREIA
AS AVENTURAS DE TADEO 2: O SEGREDO DO REI MIDAS  (Tadeo Jones 2: El Secreto del Rey Midas), de David Alonso e Enrique Gato, 2017. Animação. Tadeo, pedreiro e aspirante a arqueólogo, é muito aventureiro. Quando ele descobre que o colar do rei Midas, que transformava tudo que tocava em ouro, existiu de verdade, sai numa jornada com seus amigos rumo a Los Angeles. Mas um problema surge quando Sara, uma de suas amigas, desaparece..Classificação: Livre. Duração: 85 minutos. Horário: 14h10, com cópia legendada, somente no sábado, 9, e no domingo, 10. Sala 2 3D (264 lugares).  
LANÇAMENTOS NACIONAIS
EXTRAORDINÁRIO  (Wonder), de Stephen Chbosky, 2017. Com Julia Roberts, Owen Wilson, Jacob Tremblay e Sonia Braga. Drama. Um menino com uma deformação facial enfrenta os desafios de iniciar seus ensinos em uma escola regular. Classificação: Livre. Duração: 114 minutos. Horários: 18h40, com cópia legendada, na Sala VIP (70 lugares); e 16h15 e 20h35, com cópia dublada, na Sala 5 (146 lugares). 

PERFEITA É A MÃE 2  (A Bad Mom's Christmas), de Jon Lucas e Scott Moore, 2017.Com Kristin Bell, Cheryl Hines, Mila Kunis, Kathryn Hahn e Susan Sarandon. Comédia. Amy, Kiki e Carla lidam com o estresse familiar da época natalina e com as visitas de suas respectivas mães. Será que elas conseguirão jogar tudo para o alto novamente? Não recomendado para menores de 16 anos. Duração: 104 minutos. Horários: 18h35, com cópia dublada, e 20h35, com cópia legendada, na Sala 3 (137 lugares). 
CONTINUAÇÕES
OS PARÇAS, de Halder Gomes, 2017. Com Tom Cavalcante, Whindersson Nunes, Bruno de Lucca e Tirulipa.  Comédia. Chantageados e enganados por um tranbiqueiro, Toinho, Ray Van, Pilôra e Romeu organizam uma festa de casamento, sem nenhum dinheiro. Caso falhem, terão que lidar com o maior contrabandista da  rua 25 de Março em São Paulo, que é também o pai da noiva. Em segunda semana. Não recomendado para menores de 10 anos. Duração: 100 minutos. Horários: 14h40, 16h40, 18h40 e 20h40. Sala 1 (264 lugares).
LIGA DA JUSTIÇA (Justice League), de Zack Snyder, 2017. Com Ben Affleck, Gal Godot, Henry Cavill, Jason Momoa, Ray Fisher e Ezra Miller. Ação, aventura, fantasia e ficção-científica. Bruce Wayne alimentado por sua fé restaurada na humanidade e inspirado pelo ato desinteressado de Super-Homem, alista a ajuda de sua nova aliada, Diana Prince, para enfrentar um inimigo ainda maior. Juntos, Batman e Mulher Maravilha trabalham recrutar uma equipe de meta-humanos para se opor a essa ameaça recém-despertada. Mas, apesar da formação desta liga de heróis sem precedentes - Batman, Mulher Maravilha, Super-Homem, Aquaman, Cyborg e The Flash - talvez já seja tarde demais para salvar o planeta de um ataque de proporções catastróficas. Em quarta semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 121 minutos. Horários: 16h10, 18h30 e 20h50, com cópia dublada, na Sala 2 3D (264 lugares); 14 horas e 16h20, com cópia dublada, na Sala VIP (70 lugares).
A ESTRELA DE BELÉM (The Star), de Timothy Reckart, 2017. Animação. Um pequeno e destemido burro, anseia por uma vida que vai além da cota diária de trabalho no moinho da vila. Um dia ele encontra coragem para fugir e finalmente viver as aventuras que tanto sonhou. Em sua jornada, ele logo se alia à uma ovelha que se perdeu de seu bando e a um pombo com aspirações grandiosas. E junto com os três sábios camelos e outros animais de um estábulo, o burrinho e seus amigos se tornam heróis improváveis na maior história já contada, o primeiro Natal. Em segunda semana. Classificação: Livre. Duração: 100 minutos. Horários: 14h35 e 16h35, com cópia dublada. Sala 3 (137 lugares). 
ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENT (Murder On the Orient Express), de Kenneth Branagh, 2017. Com Kenneth Branagh, Penelope Cruz, Willem Dafoe, Judi Dench, Johnny Depp, Michelle Pfeiffer e Daisy Ridley. Em uma longa viagem em um luxuoso trem pela Europa ocorre um terrível assassinato. À bordo da composição o detetive Hercule Poirot se voluntaria para iniciar uma varredura no local, ouvindo 13 testemunhas e possíveis suspeitos para descobrir o que de fato ocorreu. Ele corre contra o tempo para resolver o quebra-cabeça antes que o assassino ataque novamenteEm segunda semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 100 minutos. Horários: 20h55, com cópia legendada, na Sala VIP; e 18h25, com cópia dublada, na Sala 5 (146 lugares).
PAI EM DOSE DUPLA 2 (Daddy's Home 2), de Sean Anders, 2017. Com Will Ferrell, Mark Wahlberg, Mel Gibson, John Lithgow, Linda Cardelini e Alessandra Ambrosio.  Comédia. Após resolverem suas diferenças, Brad e Dusty agora precisam lidar com uma nova situação complicada: a súbita aparição de seus pais, que possuem comportamentos bem diferentes. Em terceira semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 100 minutos. Horário: 14h20, com cópia dublada. Sala 5. 
ENDEREÇO E TELEFONE
CineSercla Cinemas – América Outlet. Avenida Deputado Luís Eduardo Magalhães, s/n, BR 324, Limoeiro. Telefone 3213-6888.
(Com informações de contato@cineserclacom.br)

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Lançamento de "Memórias de um Feirense"




Na noite desta quarta-feira, o lançamento do livro, "Memórias de um Feirense (Aos 91 Anos)", de Antonio Moreira Ferreira, Antonio do Lajedinho, no Museu Parque do Saber Dr. Dival da Silva Pitombo. 
O prefeito José Ronaldo prestigiou o evento literário, assim como familiares, secretários, políticos, intelectuais e jornalistas.

Para que quer antecipar ingresso

Na terça-feira, 5, o CineSercla América Outlet iniciou sua venda antecipada para o lançamento do filme "Star Wars: Os Últimos Jedi", o oitavo da franquia, a partir de quinta-feira da semana que vem, 14 de dezembro, com três sessões diárias programadas: 14h30, 17h30 e 20h30, com cópia dublada.
Enquanto isso, desde o dia 2 de novembro, há mais de um mês, que o Orient Cineplace Boulevard está com venda antecipada de ingressos para o lançamento deste que é um dos filmes mais aguardados do ano.
São três sessões diárias programadas no cinema do Shopping: 15 e 18 horas, com cópia dublada, e 21 horas, com cópia legendada. 
A duração do filme é de duas e meia horas. A saga da família Skywalker continua quando os heróis de 'O Despertar da Força' se unem a lendas da galáxia em uma aventura épica que desvenda antigos mistérios da Força e revelações surpreendentes do passado.
O filme de ação, aventura e fantasia tem direção de Rian Johnson e elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Mark Hamill, Carrie Fisher, Oscar Issac, Adam Driver, Brenicio Del Toro, Andy Serkis, Laura Dern, Gwendoline Christie e Domhnall Gleeson, entre outros.

"Um País de chatos"



Grave ameaça à liberdade, a ditadura do "politicamente correto" gerou bandos de idiotas, inclusive na mídia, que não perdoam nem piada de discurso. Como a do ministro João Otávio de Noronha (STJ), ao brincar em um seminário que heterossexuais já são uma minoria sem direitos.
Fonte: Cláudio Humberto

Lançamento de "Memórias de um Feirense" nesta quarta-feira


"2018: Hora de 'fazer o diabo', de novo"

Se há algo que sabemos sobre as  potências das trevas é que elas não mudam de caráter nem de objetivo.
Por Percival Puggina
Novamente é quase três da madrugada na  necrópole da República. Hora de cultos satânicos, quebrantos e esconjurações. Ágeis como drones, bruxas esvoejam entre lápides e ciprestes. Taumaturgos de colarinho branco presidem cerimônias.
Quem ainda não percebeu, em breve será arrastado para as consequências destes dias. Neles se reproduz o ciclo repetitivo e funesto muito bem definido por Dilma em 14 de março de 2013. Antecipando, então,  campanha eleitoral em João Pessoa, ela afirmou que "Nós podemos fazer o diabo quando é a hora da eleição, mas quando estamos no exercício do mandato, temos que nos respeitar".
O público presente talvez tenha tomado a primeira oração como exagero e a segunda como compromisso. No entanto, o diabo foi feito e o desrespeito derrubou a casa. Um ano e pouco mais tarde, já com a disputa eleitoral em marcha, ante público de seu estado natal, Lula disse a Dilma: "Eles não sabem o que nós seremos capazes de fazê, democraticamente, pra fazê com que você seja a nossa presidenta por mais quatro anos neste país". Os meses seguintes contêm minuciosa narrativa daquilo que, de fato seria feito, "democraticamente", para assegurar mais quatro anos para a presidenta. É do diabo que estamos falando.
Se há algo que sabemos sobre as  potências das trevas é que elas não mudam de caráter nem de objetivo. O discurso de Lula aponta para a volta ao seu pior estilo, aquele anterior à carta ao povo brasileiro, com ódio exacerbado, afinação bolivariana e cheiro de enxofre.
Cenários como os que se desenham para 2018 fazem parte da nossa tradição presidencialista. As "virtudes" tomadas em maior conta no recrutamento dos presidenciáveis jamais influiriam na escolha de executivo para uma pequena empresa que almeje sucesso. Mas, se é para presidir a república, tendo voto, qualquer um serve.  Causa angústia saber que, periodicamente, apostamos o presente e o futuro do país num cassino eleitoral matreiro, desonesto, onde, em acréscimo a tudo mais, sequer as urnas são confiáveis.
Em menos de um ano saberemos quem dirigirá a república no quadriênio entre 2019 e 2022. Até lá, vamos para o mundo das trevas, onde tudo é incerto. A irracionalidade do sistema de governo e o vulto dos poderes em disputa, concentrados em uma única pessoa, levarão insegurança e instabilidade ao desempenho dos agentes econômicos. Dependendo do lado para onde for a carroça, cairá a Bolsa, subirá o dólar, cessarão os investimentos. Afinado com as bruxas, o parlamento só se interessará por doces (agrados e favores) e travessuras (contas ao pagador de impostos). Tudo virará moeda nas mãos de quem tocar o sino na hora do diabo.
A revista 'The Economist' divulga um índice de democracia pelo qual 167 países são pontuados em relação a processo eleitoral e pluralismo, funcionamento do governo, participação política, cultura política e liberdades civis. Entre os 20 primeiros lugares, apenas os dois últimos são presidencialistas. E nós estamos no 51º lugar. Um dia a ficha cai e exorcizamos esse modelo político.
* * *
O Brasil não era assim
Se você ainda não está naquela fase da vida em que a gente começa a ser chamado de tio ou de tia, talvez não saiba o que vou lhe contar: o Brasil não era assim. É muito possível que professores lhe tenham dito que o Brasil é uma zona desde que os portugueses fizeram um loteamento no litoral brasileiro. Mas isso é falso. Nossa tragédia federal, estadual, municipal, fiscal, educacional, judicial, eleitoral, familial e moral não a herdamos de Portugal.
O que você vê e denuncia é deliberada construção da corrente política que se assenhoreou da consciência do povo brasileiro. Para alcançar esse objetivo, incutiu-lhe o que de pior se pode coletar na filosofia e no pensamento político contemporâneo. Não, não se chega ao ponto em que estamos sem que isso seja produto de deliberadas ações políticas e culturais.
Senão, vejamos. Estímulo a toda possibilidade de conflito entre classes sociais, entre masculino e feminino, entre brancos e negros, entre homossexuais e heterossexuais, entre filhos e pais. Deliberada confusão entre autoritarismo e exercício da autoridade. Contenção da polícia e proteção ao bandido; vitimização deste e culpabilização de sua vítima. Redução da autoridade paterna, demasias do ECA, diluição do sentido de família num caleidoscópio de variantes afetivas. Laicismo e interdição à religiosidade e à moral cristã. Incentivo político e tolerância judicial a ações violentas contra a propriedade privada. Desumanização do humano e "humanização" dos animais. Justa proteção à flora e à fauna, às reservas naturais, aos santuários de procriação e desova, em berrante paradoxo com o estímulo ao aborto. Recursos públicos para a marcha das vadias, parada gay e marcha pela maconha. Hipertrofia do Estado, corporativismo e aparelhamento da máquina pública. Escola com partido, kit gay, ideologia de gênero. Desvio de recursos das atividades essenciais do Estado para abastecer os fazedores de cabeças no ambiente cultural, tendo como resultado a degradação da arte e do senso estético. Combate sistemático ao bem e ao belo.
O consequente crescimento da criminalidade, da insegurança e das muitas formas de lesão à vida e ao patrimônio das pessoas é respondido com desencarceramento, abrandamento das penas, abandono do sistema carcerário e desarmamento da população ordeira.
Ter posição adversa aos itens listados acima é obrigação cívica, dever moral. É uma justificada repulsa que não atinge diretamente quem quer que seja, mas atitudes e condutas que, estas sim, afetam a vida das pessoas, suas famílias e a sociedade. Portanto, são males políticos e morais e, por motivos que saltam aos olhos de todo observador, provêm da mesma banda do leque ideológico. Qualquer exceção é ponto fora da curva e como tal deve ser vista. As naturezas são diversas, mas bebem água na mesma fonte.
No entanto, se você os denunciar, se mostrar a malícia de sua natureza e a necessidade de mudar diretrizes na vida social e política, surgem os xingamentos: Discurso de ódio! Preconceito! Censura! Fascismo! Direita raivosa! Quem perambula, ainda que eventualmente, nas redes sociais, por certo se depara com esses adjetivos sendo despejados sobre aqueles que cumprem o dever cívico de rejeitar o intolerável.
A situação e os problemas descritos decorrem da sistemática destruição dos valores que a eles se opunham quando o Brasil não era assim. Para os destruir, investiu-se contra a família como instituição fundamental da sociedade e se combateu a Igreja até a anulação de sua  influência.
http://puggina.org
Fonte: http://midiasemmascara.org/

Morre Christine Keeler


Christine Keeler em "A Vida Pecadora de Christine Keeler" 
Fotos: IMDb

A ex-modelo e showgirl inglesa Christine Keeler faleceu aos 75 anos, na segunda-feira, 4. Prostituta adolescente ela se envolveu com um ministro do governo britânico - o secretário de Estado da Guerra John Profumo - e desacreditou o governo conservador de Harold MacMillan em 1963, no que é conhecido como o Caso Profumo, o "Escândalo do Século". 
O caso virou filme em 1963, "A Vida Pecadora de Christine Keeler" (The Keller Affair), de Robert Spafford, com Yvonne Buckingham como a personagem e ela mesma aparecendo no drama.



Morre Johnny Hallyday

Johnny Halliday como ator em "Uma Passagem Paraa Vida"
Foto: IMDb

O roqueiro Johnny Hallyday, uma lenda na França, morreu aos 74 anos. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 6. Conhecido como "Elvis francês", Hallyday sempre foi, na França, comparado e admirado como se fosse o próprio Elvis Presley.
Ele atuou como ator em vários filmes.
Filmografia
2017 Rock'n Roll: Por Trás da Fama 
Fonte: IMDb

Jerusalém como capital de Israel

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (Foto: Jonathan Ernst/Reuters), informou na terça-feira, 5, ao presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, por telefone, que irá levar a embaixada dos EUA para Jerusalém. A informação foi repassada à imprensa pelo porta-voz de Abbas, Nabil Abu Rudeineh, acrescentando que os palestinos advertiram Trump sobre "os perigos de tal passo", sem, contudo, dar maiores detalhes. O Hamas, grupo terrorista que controla a Faixa de Gaza, já havia prometido iniciar uma intifada.
A mídia americana voltou a afirmar que o presidente americano poderá anunciar nesta quarta-feira o reconhecimento de Jerusalém como a "capital indivisível" de Israel, segundo autoridades americanas que falaram à agência de notícias Reuters. Trump perdeu na semana passada a data limite em que deveria, segundo uma lei de 1995, justificar a permanência da embaixada americana em Tel Aviv ou adiar por mais seis meses.
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou na terça-feira que o país poderia romper os laços diplomáticos com Israel casos os Estados Unidos levassem adiante essa decisão.
Em pronunciamento diante dos líderes do seu governo, ele ameaçou: "Senhor Trump, Jerusalém é a linha vermelha para os muçulmanos. É uma violação da lei internacional tomar uma decisão apoiando Israel enquanto as feridas da sociedade palestina ainda estão sangrando". Ele também fez uma clara ameaça: "Seguiremos com esta situação até o final. Se esse passo for dado, entre cinco e 10 dias reuniremos a Organização para a Cooperação Islâmica em Istambul. E não será apenas isso… Mobilizaremos todo o mundo muçulmano para eventos significativos. Continuaremos a nossa luta, com determinação, até o fim".
Apesar das críticas, Trump está apenas retomando uma lei aprovada pelo Congresso dos EUA há 22 anos. Chamada de "Lei da Embaixada de Jerusalém", ela reconhece Jerusalém como a capital de Israel e afirma que a embaixada dos EUA deve ser transferida para lá. Mas oferece um disposto que permite ao presidente adiar temporariamente a mudança por motivos de "segurança nacional". Essa foi a justificativa invocada repetidamente pelos presidentes Bill Clinton a George W. Bush e Barack Obama.
A ameaça de Erdogan também não é novidade. Em maio deste ano, por conta da instalação de detectores de metal e câmaras no Monte do Templo, ele pediu que os fiéis islâmicos invadissem o local, em uma demonstração de solidariedade com os seus "irmãos palestinos". "Cada dia que Jerusalém permanece sob ocupação é um insulto para nós", enfatizou.
O presidente turco, fortalecido pelo referendo que ampliou seus poderes, vem tentando se consolidar como o líder do mundo muçulmano. Nos últimos anos já falou várias vezes na possibilidade de seu país invadir Israel para "libertar" Jerusalém. 
Sua menção à Organização para a Cooperação Islâmica, da qual ele é o atual presidente, não deve ser interpretada como algo inofensivo. A organização, que reúne 57 países-membros, conta com uma delegação permanente na Organização das Nações Unidas (ONU). No mês passado, sua base formalizou a criação da Coalizão Militar Islâmica, que teria capacidade de reunir o maior exército da terra. Seu objetivo declarado é combater o terrorismo, mas para muitos países islâmicos Israel é uma organização terrorista.
A escolha de Istambul, onde essa cúpula pode ocorrer, possui um grande significado histórico. A cidade foi a capital do antigo Império Otomano, que por 1500 anos dominou o território do atual estado de Israel. Essa claramente não é só uma batalha política, mas sobretudo religiosa, uma vez que no centro de Jerusalém está o Monte do Templo, considerado sagrado pelos islâmicos.
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br