*

*

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Ele tem a caneta

Será que nesta terça-feira, 1º de novembro, sairá algum decreto de exoneração de cargo de confiança assinado pelo prefeito Pimenta? Enquanto isso, Feira não cresce e a gente vê!

Sucesso de público de "O Palhaço"

O filme "O Palhaço", de e com Selton Mello (Foto: Divulgação) teve ótimo lançamento entre sexta-feira, 28, e domingo, 30. Segundo a Rentrak, a comédia ficou em segundo lugar no ranking de bilheteria dos cinemas nacionais com 166.630 espectadores, em cerca de 240 salas no país, inclusive uma em Feira de Santana, no Orient Cineplace. O filme faturou R$ 7,3 milhões em apenas três dias, perdendo tão somente para "Gigantes de Aço", também em cartaz nesta cidade, que manteve a liderança com público de 217.950 pessoas.

15 perguntas

Quinze questões formuladas para a OAB por formandos em Direito:
1. Qual a capital do estado civil?
2. Dizer que gato preto dá azar é preconceito racial?
3. Com a nova lei ambiental, afogar o ganso passou a ser crime?
4. Pessoas de má fé são aquelas que não acreditam em Deus?
5. Quem é canhoto pode prestar vestibular para Direito?
6. Levar a secretária eletrônica para a cama é assédio sexual?
7. Quantos quilos por dia emagrece um casal que optou pelo regime parcial?
8. Tem algum direito a mulher em trabalho de parto sem carteira assinada?
9. A gravidez da prostituta, no exercício de suas funções profissionais, caracteriza acidente de trabalho?
10. Seria patrocínio o assassinato de um patrão?
11. Cabe relaxamento de prisão nos casos de prisão de ventre?
12. A marcha processual tem câmbio manual ou automático?
13. Provocar o Judiciário é xingar o juiz?
14. Se um motel funciona somente das 8 às 18 horas, podemos dizer que ali só ocorrem transações comerciais?
15. Para tiro à queima-roupa é preciso que a vítima esteja vestida?
Enviado por Sérgio Aras

Lançamento de torcida organizada do Botafogo

Grupo de torcedores do Botafogo vai promover lançamento de torcida organizada do Alvinegro em Feira de Santana no próximo dia 15 de novembro. O Blog Demais está levantando mais informações e detalhes da ação. Humberto Cedraz, José Boa Sorte Farias, Pedro Neto, entre os botafoguenses à frente do movimento.

Banco de cadeiras de rodas e camas hospitalares

Um ser humano muito especial, chamado Aroldo Mendonça, integrante de um clube rotário no Rio de Janeiro, formou um banco de leitos hospitalares e cadeiras de rodas e os empresta, sem cobrar nada, só pedindo em troca a sua devolução, quando não é mais necessária. Ele é um anjo da guarda para muita gente.
Atualmente, o banco, conta com mais de 600 leitos espalhados por todo o Brasil, já que o rotariano Aroldo conserta e aceita doações das camas hospitalares e cadeiras de roda, mesmo quebradas, ele retira no local e leva para a sua oficina que é especializada nesse tipo de conserto. As doações são as propulsoras dos empréstimos e ajudam a mais e mais pessoas, todos os dias e em todos os pontos do país, sem pedir nada em troca.
O frete dos empréstimos fica por conta da pessoa interessada que faz uma espécie de contrato com ele por seis meses, sendo renovável por mais tempo, mediante a necessidade do prolongamento do uso do equipamento.
Caso precise, ligue para Aroldo Mendonça: (21) 2266-2501 (21) 2266-2501 ou (21) 9636-8000 (21) 9636-8000
Enviado pelo Pr. Maroel Santos

Economia e simplicidade em um só lugar

A alvenaria autoportante é um processo construtivo seguro, simples e econômico. Esta é a aposta das construtoras para driblar a falta de mão de obra e a concorrência
A alvenaria autoportante é uma opção considerada sustentável, já que substitui o uso de vigas e pilares e, por consequência, reduz o uso de concreto, aço, madeira e outros materiais usados na construção. Esse tipo de alvenaria pode ser aplicada em edificações de até doze pavimentos. Sua grande vantagem está na sequência construtiva, pois a laje é sustentada pela alvenaria autoportante. Sendo assim, o número de etapas da obra é reduzido. Além de o prédio ficar pronto mais rápido, tem-se também significativa redução no custo da obra.
Segundo Peterson Querino, diretor da ConstrutoraCasa Mais, a alvenaria autoportante é uma ótima opção para a construção civil, diante da grande competitividade de mercado: "A utilização de novos métodos construtivos que propiciem redução nos custos dos empreendimentos é necessária. Essa alvenaria tem a concepção de linha de produção, que começa desde o planejamento até a efetivação do projeto. Assim, a execução da obra é feita de forma mais simples, o que gera economia de tempo e de mão de obra, grande problema do setor, além de redução no custo de produção".
Mesmo com todas essas vantagens, muita gente acredita que esse tipo de construção não é segura, pelo fato de não ter vigas e pilares. Mas Peterson alerta que isso tudo não passa de uma lenda. "Para uma construção autoportante ter o início autorizado são feitos diversos estudos de distribuição das cargas e sobrecargas, é verificada a resistência que os blocos estarão submetidos e os materiais são testados em laboratório. Tudo deve estar dentro das normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas. Ou seja, é muito seguro", explica o diretor.
Peterson recomenda que as pessoas, ao adquirirem apartamentos em alvenaria autoportante, leiam o manual do proprietário atentamente: "Lá serão encontradas todas as melhores formas de se trabalhar com as alvenarias autoportantes".
Por falar em manual do proprietário, um item é de extrema importância – a demolição das paredes é proibida se a construção for feita por meio dessa técnica.
O diretor da Casa Mais explica o porquê. "Toda estrutura do edifício é apoiada nas paredes, desta forma qualquer demolição comprometeria a estrutura do edifício. Isso não quer dizer que o prédio irá cair, porém pode gerar uma série de reações em cadeia, como fissuras/trincas nas paredes superiores à parede demolida", esclarece.
Portanto, antes de realizar qualquer mudança no apartamento é indicado procurar a construtora. Assim, o cliente terá todas as explicações sobre a melhor forma para executar as modificações desejadas.
(Com informações de Ana Paula Horta e Fernanda Pinho, da Mão Dupla Comunicação)

Convite lançamento do livro "Harildo Deda - A Matéria dos Sonhos"


Enviado por Davi Nogueira, do Marketing de Selma Santos Produções e Eventos

Designer coreano cria conceito de impressora a lápis

Máquina usa o grafite para imprimir os documentos. Dentro dela existe também uma borracha que permite remover texto de uma página e reutilizar o papel Como o formato da impressora é curvo, a poeira da borracha é lançada para fora do dispositivo, portanto ela não atrapalha a impressão (Foto: Reprodução)
Para diminuir problemas ambientais como o uso excessivo de papel, cartuchos e sua disposição no meio ambiente, o designer coreano Hoyoung Lee criou a "Pencil Printer" - uma impressora a lápis. O conceito não serve somente para impressão de texto, mas também serve para apagá-lo.
Apesar de o planeta ter mudado para um modelo altamente digitalizado, não temos sido capazes de erradicar completamente o uso de material impresso e, portanto, o uso de impressoras.
Movendo-se de uma tecnologia para outra, estes aparelhos têm evoluído muito ao longo dos anos. Hoje existem vários tipos, diferenciando uns dos outros, seja em seu propósito, tamanho, velocidade ou qualidade. Com cada impressora atendendo uma indústria diferente, elas se tornam quase que indispensáveis atualmente.
Um fato geralmente esquecido é que elas podem ser uma fonte de poluição ambiental, uma vez que consomem enormes quantidades de papel, energia e tinta. Para contrariar esta situação, impressoras verdes têm sido projetadas e introduzidas no mercado. No entanto, até agora, este tipo de dispositivo não foi adotado em grande escala, de modo a fazer a diferença.
Foi pensando em como solucionar estes problemas que Lee criou este conceito, além de levar em consideração a utilização de borracha e tocos de lápis que, geralmente, ficam esquecidos em casa e o grande desejo que milhares de pessoas têm de economizar papel e, assim, salvar a floresta. A "Pencil Printer" criada pelo coreano não serve somente para impressão de texto, mas também para apagar um documento.
O truque neste conceito é a utilização de grafite extraído de restos de lápis comuns, em vez de cartuchos para a impressão. O aparelho tem duas "saídas": a primeira é para imprimir páginas, a outra, teoricamente, para apagar.
O conceito funciona da seguinte maneira: a máquina separa a madeira do lápis e usa o grafite para imprimir os documentos. Dentro dela existe também um componente embutido, de borracha, que permite remover texto de uma página e reutilizar o papel. Como o formato da impressora é curvo, a poeira da borracha é lançada para fora do dispositivo, portanto ela não atrapalha a impressão. Fazendo uso deste conceito, economiza-se dinheiro e árvores.
Fonte: http://exame.abril.com.br/inovacao/noticias/designer-coreano-cria-conceito-de-impressora-a-lapis

Enviado por: Sergio Aras

Dia da Reforma Protestante

Joseph Fiennes no filme "Lutero" (Foto: Reprodução)

A Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) promoveram, em Porto Alegre-RS, a celebração dos 500 Anos da Reforma Protestante.
O calendário de festividades teve início em 18 de outubro e encerrou-se nesta segunda-feira, 31, quando é comemorado em todo o mundo o Dia da Reforma Protestante. Um selo comemorativo foi lançado em comemoração aos 500 anos da Reforma, iniciada por Martinho Lutero.
O selo tem as cores de fundo em azul escuro, simbolizando serenidade, racionalidade, fé e esperança e laranja, que representa movimento, comunicação e expansão. As cores traduzem graficamente a contribuição luterana à igreja no mundo.
A ruptura que a Reforma produziu no pensamento teológico, social e cultural está também representada nas cores. A figura da Rosa de Lutero também está presente no selo, e representa a morte de Cristo na cruz, idéia central do cristianismo e que figura a redenção do homem realizada por Deus. A morte de Cristo, de acordo com as teses luteranas, proporcionam ao homem alegria, paz e esperança numa dimensão eterna.
Martinho Lutero é considerado a figura central da Reforma Protestante. Ele confrontou em pleno século XVI, a idéia de que o perdão pelo pecado poderia ser comprado por meio da venda de indulgências.
Lutero escreveu as 95 teses, em que ensinava que a salvação não se obtém apenas com boas ações, mas é um livre presente de Deus, recebida apenas pela graça através da féem Jesus. Além disso, Jesus é o único que poderia, se houver um arrependimento genuíno, perdoar os pecados do homem.
Ensinando que a Bíblia é a única fonte de conhecimento revelada por Deus, Lutero, que era sacerdote agostiniano e professor de teologia na Alemanha, desafiou a autoridade papal da Igreja Católica Romana. Ele foi contrário também ao sacerdotalismo, por considerar todos os Cristãos batizados como um sacerdócio santo. Aqueles que se identificavam com os ensinamentos de Lutero eram chamados luteranos.
Lutero fez uma tradução em outros idiomas que não o latim, única língua em que eram encontradas as Sagradas Escrituras na época. Isso ampliou sua acessibilidade, causando um impacto gigantesco na Igreja e na cultura cristã mundial.
As igreja luteranas no Brasil planejaram uma programação para os próximos seis anos, com seminários voltados a temas da Reforma. Foi criada também a Praça de Lutero, em Porto Alegre, bem como a publicação de uma revista sobre o tema.
Fonte: "The Christian Post"

Associação dos Ministros Evangélicos faz reunião na quinta-feira

Acontece na quinta-feira, 3 de outubro, a partir das 8 horas, na Igreja Batista Central, a reunião mensal da Associação dos Ministros Evangélicos de Feira de Santana (AME), entidade presidida pelo apóstolo José Ribeiro.
(Com informações de Carlos Carvalho)

Transporte para Congresso Estadual do PPS

A Executiva Municipal do PPS de Feira de Santana informando que disponibiliza ônibus com 50 lugares para participação de filiados no XVII Congresso Estadual. Os interessados devem procurar o presidente Carlos Lacerda na sede do partido.
Clique na imagem para ampliar

"Israel é o verdadeiro alvo da 'primavera' árabe"

Por Heitor De Paola
Não é por acaso nem pura coincidência que a erroneamente chamada "primavera árabe" coincide com o pedido de reconhecimento de uma nação palestina pela ONU ainda nesta semana [1] (N do E: este artigo foi publicado no site do autor no dia 22 de setembro). É impressionante e deprimente como se comportam alguns judeus, tanto em Israel como na Diáspora - e alguns goym sionistas - ao entoar loas a uma falsa primavera que, como já afirmei antes, pode se transformar em inverno – ou num verdadeiro inferno para Israel e o povo judeu. Parecem tomados por uma crença delirante de que o que vier depois só poderá ser melhor. Também defendo a liberdade, não necessariamente a democracia, este conceito amplo e nebuloso como o leito de Procusto, e o fim de ditaduras. Mas não se trata disto agora e sim de defender a própria existência de Israel e a integridade física de seus habitantes.
Qualquer pessoa que consiga raciocinar um pouco sabe muito bem que esta história de "manifestações espontâneas" é pura balela. Então, algumas perguntas se impõem: quem são exatamente os manifestantes? Como se organizam e se financiam? Como planejam táticas e estratégias militares, inclusive problemas logísticos complexos? Como estabelecem meios de comunicação eficientes, alguns até mesmo altamente sofisticados (que ninguém me venha com a resposta: "são as 'redes sociais'!")?
No Egito o povo está cada vez mais descrente da liderança militar, o Supreme Council of the Armed Forces (Scaf). Por esta razão o maior e mais poderoso grupo islâmico, a Fraternidade Islâmica (FI) sobe continuamente o tom de suas queixas e aspirações, particularmente no que toca às eleições, a Constituição e as relações com Israel e ao aproveitar esta oportunidade seu poder e popularidade crescem exponencialmente e possivelmente conseguirão unir os diversos grupos islâmicos contra os militares - e obviamente, contra Israel. Desde o incidente de Eilat os sentimentos anti-sionistas cresceram em todos os segmentos da sociedade egípcia, o que motivou a invasão da embaixada israelense. Como a Scaf ajudou a retirar o pessoal, a população acusa os militares de correrem para salvar israelenses e manter o acordo de paz com Israel, numa reação muito mais forte do que quando morreram egípcios no incidente de Eilat [2].
A situação na Síria é mais confusa do que parece à primeira vista. Alguns cenários possíveis são: um prolongado estado de crise com a queda de Assad, uma crise dentro do regime e da população Alawita que controla o exército, e uma oposição com apoio estrangeiro que seja suficientemente forte para derrubar o regime. Tal apoio viria de duas fontes: Turquia e Irã, num novo round entre sunitas e xi’itas pelo domínio da região. Do Irã já se sabe o que esperar, principalmente com xi'itas pró-Irã na fronteira de Israel.
Com a Turquia as tensões diplomáticas vêm crescendo, deixando Israel diplomaticamente isolado. Não se sabe até que ponto a Turquia pretende expandir sua influência no Mediterrâneo oriental, mas a recente visita de Erdogan indica talvez um sonho turco de restaurar uma nova versão do Império Otomano. Há também indícios de que Erdogan pode mandar outra "flotilha humanitária" escoltada pela Armada turca.
A Líbia está ameaçada por um islamismo radical extremista com a possível queda de Kadhafi, inclusive por grupos ligados à Al Qaeda, o Al-Qaeda in the Islamic Maghreb (Aqim) [3], o que representa uma preocupação para a Argélia, berço deste grupo.
Quanto aos grupos terrorista Hamas, Hesbollah e outros, precisamos dar uma olhada no passado e na organização da qual se originaram. Desde sua fundação a OLP teve três objetivos principais:
1- Fustigar Israel através do terror;
2- Cultivar uma quinta coluna dentro do país que lutasse por uma paz humilhante, de joelhos e que pudesse ser usada no caso de invasão, a mesma tática usada pelos nazistas nos diversos países que vieram a invadir;
3- Convencer Israel e o mundo de que as verdadeiras intenções dos países árabes de maioria muçulmana, os persas e os turcos não eram terroristas, mas somente queriam destruir Israel em nome dos "direitos do povo palestino";
A Liga Árabe jamais acreditou em um estado palestino independente: a Jordânia já tinha anexado a Margem Ocidental, a Cisjordânia, e Gaza estava em mãos egípcias. Ao criar a OLP seu propósito era poder cruzar a fronteira de Israel para conduzir ataques dentro de seu território, sem que fosse possível a ONU ou qualquer país responsabilizar as nações componentes da Liga por aqueles ataques. A "nacionalidade palestina" é apenas cortina de fumaça para encobrir a intenção de "jogar os judeus ao mar"!
O Artigo 24 da Carta da OLP diz: Esta Organização não exerce nenhum poder territorial sobre a Margem Ocidental do Reino Hachemita da Jordânia, nem sobre a Faixa de Gaza ou sobre a Himmah. Suas atividades serão no nível das organizações populares e no campo financeiro.
Somente depois de 1967 a OLP passou a falar sobre os "direitos do povo palestino" e paulatinamente foi sendo instilada nos corações e mentes ocidentais o direito à autodeterminação e finalmente chegamos à atual declaração unilateral de independência. E isto virá a ocorrer, se não imediatamente, em médio prazo. Dia 22 Obama declarou à ONU que os EUA "antevêem um futuro no qual os palestinos viverão num estado soberano todo seu, sem limites do que possam atingir por si mesmos" (CNN).
Realmente, há um ano a Autoridade Palestina vem anunciando esta iniciativa e Obama não tomou nenhuma providência diplomática para convencer outros países a votar contra. Inúmeros países poderiam votar "NÃO", mas como não houve pressão americana, se sentem livres para votar "SIM", ou se abster, aguardando um eventual veto americano no CS, largando a batata quente nas mãos de Obama enquanto posam de amigos progressistas e humanitários do mundo árabe e do Islam. Mas somente pressões eleitoreiras o forçarão a vetar no Conselho de Segurança [4].
Notas:
[1] Quando este artigo foi escrito ainda não tinha sido apresentada oficialmente a proposição. Porém Mahmoud Abbas declarou a Obama (21/09) que não esperava que a ONU tomasse uma decisão imediatamente pois "haverá grandes confrontos no dia da discussão" (marcada para 23), e acrescentou que "continuará exercendo pressão sobre Obama, Israel e a ONU". [2] Ver http://www.stratfor.com/analysis/20110914-egypt-muslim-brotherhood-confronts-military-leadership
[3] Ver http://www.cfr.org/north-africa/al-qaeda-islamic-maghreb-aqim/p12717
[4] Para uma análise excelente ver http://www.gloria-center.org/gloria/2011/09/international-efforts-to-avoid-the-palestinian-un-bid-will-inevitably-fail-because-western-policy-is-so-bad/


Fonte: "Mídia Sem Máscara"

PT monta "patrulha virtual" contra blogs e sites

O PT vai montar uma "patrulha virtual" e treinar militantes para fazer propaganda e criticar a imprensa em blogs e sites de notícias e redes sociais, como Twitter e Facebook.
O partido quer promover cursos e editar um "manual do tuiteiro petista", com táticas para a guerrilha na Internet. A ideia é recrutar a tropa a tempo de atuar nas eleições municipais de 2012.
"Vamos espalhar núcleos de militantes virtuais por todo o país", promete o petista Adolfo Pinheiro, 36, encarregado de apresentar um plano de ação ao presidente da legenda, Rui Falcão, nesta terça-feira, 1º de outubro.
Os filiados serão treinados para repetir palavras de ordem e usar as janelas de comentários de blogs e portais noticiosos para contestar notícias "negativas" contra o PT.
"Quando sai algo contra um governo petista, a mídia faz escândalo, dá página inteira no jornal. Temos que ir para cima", diz Pinheiro.
A criação dos chamados núcleos de Militância em Ambientes Virtuais foi decidida no quarto congresso do partido, em setembro.
O encontro foi marcado por ataques à imprensa e pela defesa da "regulamentação dos meios de comunicação".
O militante à frente do projeto atuou na campanha de Aloizio Mercadante ao governo paulista em 2010. No mês passado, ele tentou articular um ato contra a revista "Veja" após a publicação de reportagem sobre o ex-ministro José Dirceu.
Fonte: "Folha de São Paulo"

Agressão a jornalista que cobria caso de câncer de Lula

Assista ao vídeo: http://youtu.be/UrxUxkq3GbE

A jornalista Monalisa Perrone, da Rede Globo, foi agredida ao vivo ma cobertura do "Jornal Hoje", desta segunda-deira, 31, no caso de câncer do ex-presidente Lula.

Gays querem tirar do ar programa do pastor Silas Malafaia

A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABLGBT) solicitou à Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão, em Curitiba que o Ministério Público tome providências contra o pastor Silas Malafaia, por "incitar a violência contra homossexuais" em programas veiculados em emissoras de televisão que operam com concessão pública.
No dia 24 passado, foi encaminhado pela associação uma carta ao ministro das Telecomunicações solicitando que o caso seja acompanhado de perto pelo Ministério, segundo notícia publicada no site "Holofote.net". O site do Partido dos Trabalhadores informa que a ABLGBT é uma entidade congrega 237 associações voltadas à causa homossexual.
A principal acusação é que Malafaia teria mandado "baixar o porrete em cima, para os caras aprenderem a ter vergonha". Como os programas da Associação Vitória em Cristo são apresentados em emissoras de televisão que dispõem de concessões do governo para veicularem sua programação, a associação argumenta que os programas do pastor Silas Malafaia estariam sendo usados para "promover o ódio e a intolerância", o que seria inconstitucional.
No documento da entidade enviado à Procuradora, consta o link de um vídeo no Youtube, que não pode mais ser acessado, pois foi removido pelo usuário. A reportagem do Gospel+ tentou contato com o pastor Silas Malafaia, porém não obteve resposta até o fechamento da matéria.
(Com informações do "Gospel+)

Encontro Estadual dos Técnicos em Segurança do Trabalho

Clique na imagem para ampliar
Enviado por Sérgio Aras

TCU x UNE

Por Sergio Oliveira
O TCU investiga repasses de dinheiro do governo à UNE. Já descobriu que parte dos recursos foi usada em festas e na compra de uísque, vodca, cerveja - é o que foi noticiado.
Aí eu comento:
VEJA só; nesta ÉPOCA, ISTO É uma forma de dar grana para os CAROS AMIGOS. Será que, em outros tempos, seja n'O ESTADO DE SÃO PAULO, em outro Estado ou algum país d'O GLOBO, tivemos tanta roubalheira? Aí muitas FOLHAS, de SÃO PAULO ou não, são necessárias para denunciar.
* Sergio Oliveira é de Charqueadas-RS

"À moda stalinista"

Por Roberto Pompeu de Toledo
Pouco antes de jogar a toalha, na semana passada, e entregar a cabeça do ministro do Esporte, Orlando Silva, o PCdoB tentou reinventar seu passado. No programa de propaganda obrigatória que foi ao ar no dia 20, apresentou como emblemas do partido Luís Carlos Prestes, Olga Benario, Jorge Amado, Portinari, Patrícia Galvão (a Pagu), Oscar Niemeyer e Carlos Drummond de Andrade. Era uma fraude similar às operações do programa Segundo Tempo. Dos sete, os seis primeiros pertenceram ao Partido Comunista Brasileiro (PCB), o arquirrival do Partido Comunista do Brasil (PCdoB). O sétimo, o poeta Carlos Drummond de Andrade, não foi nem de um nem de outro. O partido tentava, num programa de TV em que jogava as últimas fichas para safar-se do escândalo no Ministério do Esporte, pegar carona num casal de ícones da história brasileira (Prestes e Olga) e em algumas das mais queridas figuras da cultura do país.
O caso menos grave é o de Oscar Niemeyer, o único vivo do grupo. Apesar de ter sido militante do PCB, já apareceu em programas anteriores do PCdoB, do qual aceita as homenagens. O mais grave é o de Prestes. O PCdoB surge, em 1962, do grupo que, no interior do PCB, discordou da denúncia do stalinismo promovida na União Soviética após a morte do ditador. O PCdoB, com um curioso "do" no meio da sigla, será daí em diante o guardião da pureza stalinista. Os outros são a "camarilha de renegados". E o renegado-mor, claro, é Prestes, o líder do PCB. No verbete "PCdoB" da Wikipédia, escrito num tão característico comunistês que não deixa dúvida quanto à sua procedência oficial, Prestes é tratado de "revisionista" (insulto grave, em comunistês) e acusado de ter "usurpado a direção partidária". Também se diz ali que "abandonado à própria sorte, em idade avançada", Prestes "dependerá de amigos como Oscar Niemeyer para sobreviver". Eis colocadas na mesma cloaca da história (o comunistês é contagiante) duas figuras que agora o PCdoB alça ao altar de seus santos.
Entre os outros casos de usurpação biográfica, a alemã Olga, primeira mulher de Prestes, foi fiel soldado das ordens de Moscou. Morreu muito antes de surgir o desafio do PCdoB, mas é de apostar que essa não seria a sua opção. Portinari e Pagu morreram, no mesmo 1962 do cisma comunista, ele fiel à linha de Moscou, ela convertida ao trotskismo, portanto inimiga do stalinismo. Jorge Amado na década de 60 já tinha o entusiasmo mais despertado pelo cheiro de cravo e pela cor de canela do que pela causa do proletariado. Em todo caso, sua turma era a de Prestes, o "Cavaleiro da Esperança" que cantara num livro com esse título.
O caso mais estapafúrdio é o de Drummond. Nos anos 1930/1940 ele praticou uma poesia de cunho social e filocomunista. Chegou a colaborar com o jornal Tribuna Popular, do PCB. Mas nunca se filiou ao partido. Cultivou a virtude de nunca ser firme ideologicamente. O namoro com o comunismo, dividia-o com a fidelidade ao Estado Novo, ao qual serviu no Ministério da Educação. No pós-guerra, mitigava o comunismo com a sedução pela UDN do amigo e mentor Milton Campos. Em 1945 votou para senador em Luís Carlos Prestes, do PCB, e para presidente em Eduardo Gomes, da UDN. E, em 1964, apoiou o golpe militar. "A minha primeira impressão foi de alívio, de desafogo, porque reinava realmente, no Rio, um ambiente de desordem, de
bagunça, greves gerais, insultos escritos nas paredes contra tudo. Havia uma indisciplina que afetava a segurança, a vida das pessoas", explicou numa entrevista, transcrita em livro recente (Carlos Drummond de Andrade Coleção Encontros). Agora vem o PCdoB dizer que Drummond foi um dos seus!?
Desconcertante história, a desse partido. A defesa do stalinismo levou-o a festejar o grande timoneiro Mao Tsé-tung e, quando o timão do chinês emperrou, buscar inspiração na Albânia do "Supremo Camarada" Enver Hoxha. Arriscou uma aventura guerrilheira nos barrancos do Araguaia. E, em anos recentes, encantou-se pela UNE e pelo monopólio da carteirinha de estudante, declarou ao esporte um amor insuspeitado em quem associava o partido à figura franzina do patrono João Amazonas (1912-2002) e recrutou, para reforço de suas chapas, jogadores de futebol (Ademir da Guia, Muller) e cantores (Netinho de Paula, Martinho da Vila) em quem nunca se suporia inclinação pela causa da foice e do martelo. Se há uma coisa em que manteve a coerência, é no vezo stalinista. Stalin mandava cortar das fotos dirigentes do partido caídos em desgraça. O PCdoB inclui em suas fileiras gente que lhe foi alheia. Pelo avesso, chega ao mesmo fim de falsificar a história.
Fonte: Revista "Veja", edição que está nas bancas

Que é da "cidade digital"?

A espuma publicitária do governo Pimenta afirma que Feira de Santana é "cidade digital", que o programa "continua em expansão, com a oferta de Internet banda larga gratuita para a comunidade", que tem os melhores serviços e coisas que tais. Mas, não aparece entre as melhores cidades não-capitais nesse segmento, conforme matéria especial da revista "Veja" desta semana, que está nas bancas. Santos, Americana, Santo André e Bauru, em São Paulo, e Maringá no Paraná, são as cinco que estão na frente do ranking em acesso à Internet. Por tratar disso, o serviço em Feira de Santana contratado pelo governo Pimenta é feito pela Freire Informática, que por não receber pelos serviços prestados há dois meses está devendo igual período aos seus servidores, que nem têm carteira de trabalho assinada. Eles estão reclamando, com razão, e a queixa chegou até o Blog Demais.

O pior da música baiana na TV

Há algum tempo, o programa "Jornal do Meio Dia", na Rede Bahia, afiliada da Globo, é encerrado com toscas apresentações do que existe de pior na música (?) baiana.

Feira entre as piores e as melhores

Na matéria especial "Cidades", na edição da revista "Veja" desta semana, Feira de Santana está citada duas vezes. Uma, entre as piores cidades não-capitais no quesito "Educação" - está entre os cinco piores municípios, com nota 3,5 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Outra, na questão da "Economia" - está entre os 75 municípios que respondem por 22% do PIB. "Feira de Santana - O comércio é o motor do segundo maior município baiano. As lojas abastecem uma popuação flutuante de 1 milhão de pessoas, que acorrem à cidade par fazer compras".

Targino Machado participa da ação popular para suspender pagamento de pedágios na BR-324

A liderança de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia entrará com uma ação popular nas próximas horas, que vai tramitar na Justiça Federal, pedindo uma liminar para suspensão da cobrança de pedágio pela concessionária Via Bahia na BR-324 até a decisão final do juiz. O deputado estadual Targino Machado, líder do bloco PTN/PSC/PRP, é um dos parlamentares a aderir esta importante iniciativa.
Para ele, os problemas desta estrada, uma das mais importantes do país, precisam ser reparados com urgência. "Precisamos acabar com essa cobrança de pedágio urgente, pois não estamos vendo solução nos principais problemas da BR-324. Para se fazer jardinagem e tirar capim dos acostamentos, não seria necessário ter a Via Bahia, bastava contratar uma empresa de paisagismo", afirmou.
Ainda de acordo com o parlamentar, os deputados aguardam o posicionamento do líder de governo na Casa, deputado José Neto. "O líder do governo criticou a trafegabilidade e a cobrança dos pedágios, mas estamos esperando sua assinatura para entrarmos com essa ação popular", disse.
Segundo o contrato de concessão das vias, a cobrança do pedágio estaria condicionada ao atendimento dos trabalhos iniciais, como o investimento no valor fixado de 68 milhões, para eliminar os problemas emergenciais que impliquem riscos pessoais e materiais iminentes. Além disso, a Via Bahia é obrigada a equipar o sistema rodoviário com requisitos mínimos de segurança e trafegabilidade aos usuários.
Contudo, apesar de não ter realizado esses investimentos iniciais, a concessionária tem cobrado pedágio. E, como os problemas não foram sanados e os consumidores ainda correm grandes riscos ao trafegarem neste trecho, a oposição se valerá da ação popular, com o intuito de suspender a cobrança das tarifas até o pleno atendimento dos investimentos iniciais.
(Com informações de Maurício Naiberg, da Assessoria de Imprensa)

ACM Neto desmente filiação ao PMDB

O deputado federal ACM Neto divulgou nota oficial no sábado, 29, desmentindo informação publicada pela revista "Veja" sobre conversas com o ex-ministro Geddel vieira Lima para se filiar ao PMDB. A seguir, a íntegra do documento:
Para viabilizar um projeto maior, que ajude a colocar a Bahia novamente no rumo certo, busquei o diálogo com dirigentes do PSDB e do PMDB, ressaltando a necessidade de um projeto único em 2012, juntamente com o DEM, partido do qual faço parte com orgulho. Fui surpreendido pela coluna "Radar", da revista "Veja" desta semana, com uma informação sem cabimento de que eu negocio com o ex-ministro Geddel Vieira Lima minha filiação ao PMDB. Em nenhum momento tratei disso. O que existe, repito, é uma negociação, que está avançada, sobre alianças nas eleições municipais. Trocar de partido não está em cogitação. Fui eleito para ser oposição. Só serei governo pelo voto.
Fonte: www.acmneto.com.br

Targino Machado repercute texto de Samuel Celestino sobre José Neto

Leia o texto:
José Neto "birro tonto" é "complicadíssimo, descontrolado e agitado; figura que pratica política menor, a do fuxico"
O deputado estadual Targino Machado, líder do bloco parlamentar PTN/PSC/PRP, na Assembleia Legislativa da Bahia, comentou nesta segunda-feira, 31, sobre a coluna do jornalista Samuel Celestino no domingo, 30, no site "Bahia Notícias". O âncora do portal revelou as possíveis razões do mal-estar entre o governador da Bahia, Jaques Wagner, e o presidente da Assembleia, Marcelo Nilo, atribuindo o fato ao líder do governo, José Neto, como principal motivo da discórdia.
Segundo Targino, os baianos precisam ter paciência com José Neto, já que o mesmo deve sofrer de transtorno bipolar. "O governador Jaques Wagner é portador de uma grande inteligência emocional, mas se deixou contaminar pelo seu líder na Assembleia Legislativa da Bahia, José Neto. O povo tem que ter paciência com sua bipolaridade. Acho que o governo poderia instituir um tratamento para o mesmo, pois o Estado corre perigo", ironizou.
Ainda de acordo com o parlamentar, a Casa precisa de um líder mais equilibrado em suas ações. "Se o deputado José Neto acha que será prefeito de Feira de Santana, está enganado. Ele não tem equilíbrio para assumir tamanha responsabilidade e demonstrou isso na Assembleia em diversos momentos da sua gestão", concluiu o deputado.
(Com informações de Maurício Naiberg, da Assessoria de Imprensa)

Polícia Federal indicia Wagner Rossi como ‘líder’ de esquema

Relatório de 40 páginas da Polícia Federal descreve o modus operandi do ex-ministro Wagner Rossi, (PMDB) da Agricultura, que foi demitido em agosto, apontado como "líder da organização criminosa" que teria arquitetado fraude no Programa Anual de Educação Continuada (Paec) - capacitação de servidores - para desvio de R$ 2,72 milhões. A PF vai indiciá-lo criminalmente nesta semana, imputando a ele formação de quadrilha, peculato e fraude à Lei de Licitações.

Fonte: "Blog do Noblat"

Preocupação de Lula é ficar careca e sem barba no Carnaval

Passado o choque do diagnóstico, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva viveu no domingo, 30, um dia de ansiedade, à espera da internação e do início do tratamento contra o câncer de laringe que começa na manhã desta segunda-feira, 31. Evitou os amigos, mesmo os mais íntimos, e cercou-se da mulher, Marisa Letícia, dos filhos e dos netos.
Não perdeu o bom-humor e as tiradas que marcam sua trajetória. No sábado, 29, ao ter a confirmação de que o tratamento contra o câncer pode fazê-lo perder o cabelo e a barba, reclamou, lembrando que terá em fevereiro, no Carnaval, um compromisso inadiável: o desfile da escola de samba Gaviões da Fiel, do Corinthians, seu time do coração.
Fonte: "O Globo" e "Blog do Noblat"

Nova apresentação depois de quase um ano

Ônibus foram apresentados antes em dezembro de 2010 (Foto: ACM/Secom)

Depois de quase cinco meses da postagem do Blog Demais, "Ônibus no caminho da escola?", em 2 de junho passado, informando que em torno de 30 mil alunos da rede pública municipal enfrentavam dificuldades principalmente no período chuvoso para chegarem às escolas dos oito distritos de Feira de Santana e que a Prefeitura havia investido R$ 1,9 milhão no programa "Caminho da Escola", através de parceria com o Ministério da Educação para a aquisição de dez ônibus novos, mas que os veículos encontravam-se parados no pátio do Museu Parque do Saber, eis que quase um ano depois da apresentação inicial, no final de dezembro de 2010, a Prefeitura anuncia - a nota da Secretaria de Comunicação Social não faz nenhuma referência à demora - que os tais ônbius serão entregues - não seria correto afirmar que vão ser reapresentados, reentregues?, na manhã desta segunda-feira, 31.
Na Câmara Municipal, a situação até motivou protestos da bancada de oposição, que conseguiu aprovação de um requerimento na Casa, com o objetivo obter explicações oficiais para o fato. "Por quais motivos os ônibus escolares estão parados há quase um ano? Porque não estão circulando, encontrando-se degradados pelas intempéries?" questiona. Então, o vereador Roberto Tourinho disse que o fato, em si, depõe contra a gestão do prefeito Tarcízio Pimenta.

E assim caminha um governo cheio de espumas.

"A absurda discussão sobre os efeitos políticos da doença de Lula"

Por César Maia
1. Os humanistas - que tem a pessoa humana como razão e centro dos objetivos políticos - devem se negar a participar de especulações sobre o futuro político em função da doença de Lula. O que cabe é a solidariedade pessoal, a energia de uns e a oração de outros, para que Lula se reestabeleça rápida e plenamente. E nada mais.
2. Até porque os efeitos sobre o imaginário popular - em curto e médio prazos - são imprevisíveis entre os latinos. Vide Argentina recentemente. Vide Brasil de Tancredo Neves. Sendo assim, nem é cristã essa especulação, e ainda é inócua. As energias devem se voltar para a recuperação pronta de forma a que o debate político se dê em seu campo próprio com Lula na plenitude de suas forças. E aí sim as ideias devem ser confrontadas.
3. Mas a coincidência do mesmo mal em líderes em função de governo como Chávez, Lula, Lugo e Dilma, deveria levar a uma reflexão sobre a relação entre o estresse político e a alteração do equilíbrio celular. No caso de Kirchner isso ficou patente, embora não tenha falecido por ocorrência de tumor. Os líderes nos Estados Unidos e na Europa cuidam de suas jornadas de trabalho e dos períodos de férias e relaxamento. Aqui, os líderes se jactam por dar publicidade a serem workaholic - trabalhadores compulsivos.
Fonte: "Ex-Blog do César Maia"

Filmes sobre Consciência Negra no Cine Sesc

No mês de novembro é comemorado o Dia Nacional da Consciência Negra, por isso, o Sesc montou uma programação especial para ajudar a difundir este tema. São disponibilizadas obras premiadas que podem oferecer uma importante mensagem social para todos os expectadores.
Filmes que serão exibidos:
Dia 1º, às 19 horas, "Isto É Pelé", Classificação Livre
Dia 6, às 14 horas, "Minha Rainha", Classificação 10 anos
Dia 8, às 19 horas, "Cafundó", Classificação 14 anos
Dia 13, às 14 horas, "Mestre Humberto", Classificação 12 anos
Dia 16, às 19 horas, "Moro no Brasil", Classificação Livre
Dia 20, às 14 horas, "Um Homem Que Grita", Classificação 12 anos
Dia 22, às 19 horas, "Cartola: Música Para os Olhos", Classificação 10 anos
Dia 27, às 14 horas, "Minha Rainha", Classificação 10 anos
Dia 29, às 19 horas, "Também Somos Irmãos", Classificação 12 anos
(Com informações do Centro Sesc Feira de Santana)

Banho de asfalto?

A acessibilidade aos deficientes físicos continua sendo algo difícil de ser visto em Feira de Santana e o que parece ajudar é parte - em faixa - do banho de asfalto colocado no meio da avenida Santo Antônio no bairro Ponto Central.

Feira não cresce e a gente vê!

A praça do bairro Santo Antônio dos Prazeres não possui mais abrigo para ponto de ponto de ônibus e virou ponto de lixo inclusive para cama desmontada. Já a avenida Sérgio Carneiro que é o principal acesso para o Aeroporto João Durval Carneiro está repleta de água suja empoçada nos buracos e pedaços de madeira sinalizam a buraqueira e o livramento o banho de lama. Feira não cresce e a gente vê!

Fila dupla da autoridade

A autoridade de trânsito também comete infração por parar em fila dupla na avenida Senhor dos Passos. O agente de trânsito é responsável por fiscalizar os condutores e garantir a segurança de trânsito. É indispensável que ele tenha conhecimentos mínimos de direção defensiva, a fim de que seu comportamento como condutor de veículo, no caso uma motocicleta, seja exemplar e tendente a evitar acidentes de trânsito, bem como sua atuação esteja pautada pela disseminação de conceitos seguros para os demais usuários da via. Pelo menos deveria ser assim!
Do Leitor Atento para o Blog Demais.

domingo, 30 de outubro de 2011

José Neto "birro tonto" é "complicadíssimo, descontrolado e agitado; figura que pratica política menor, a do fuxico"

Por Samuel Celestino
Há cerca de um ano, talvez menos, Wagner e Marcelo Nilo, presidente da Assembléia, se não tinham uma relação de irmãos siameses exibiam um relacionamento onde o entendimento se revelava nos planos pessoal e político. Conversavam muito. Houve, dessa época aos dias atuais, um trincamento em determinado momento, que alguns supõem que esteja vinculado à justa aspiração de Nilo em ser candidato, se houver um cenário favorável, ao Governo do Estado. Repete o deputado, porém, que tal cenário somente teria condições de se concretizar com o apoio de Jaques Wagner. Caso contrário ele marcharia (ou marchará) com o nome que Wagner indicar. Tudo muito natural. Surgiram, no entanto, na relação aves do mau agouro, corvos a repetir o "never more", como na obra de Edgard Allan Poe. O principal deles é o líder do governo José Neto (Foto: Reprodução), deputado eleito por Feira de Santana e político complicadíssimo, descontrolado e agitado. Nilo crê que as intrigas entre ele e Wagner passam pelo líder que, se assim for, revela-se uma figura que pratica política menor, a do fuxico. Há outro político que também age em dobradinha, mas não é deputado. Por ora, reserva-se o nome. As dificuldades ascenderam em temperatura e, agora, a situação, como anoto em notícia abaixo, está prestes a levar a um corte no relacionamento entre Wagner e Nilo, no campo político, por o presidente da AL garantir que, no plano pessoal, nada mudará. Entre os problemas envolvendo os dois poderes está a situação da Assembléia. Nilo afirma que, no ano passado, o Legislativo baiano ficou situado no quarto lugar entre os mais austeros. O orçamento recebido do Executivo mesmo assim não é suficiente para fechar o atual exercício. O Estado atravessa uma crise financeira, como é sabido. A Bahia arrecada menos, faltam empreendimentos que possam gerar impostos. O presidente da AL revela que, para fechar o ano, são necessários R$ 15 milhões, sem os quais as contas não fecham e fatalmente serão recusadas. Wagner alega, por ora, que não tem condições de suplementar porque o TJ quer R$70 milhões e que não vai atender ao pedido do Judiciário. A diferença de valores é grande e ainda falam de um pagamento de um tal "Plano Pai" no TJ que ninguém sabe ao certo o que é (sabe-se, mas não chegou à mídia, ainda). Se conceder ao legislativo, o TJ também continuará pressionando. A situação é basicamente esta. É aí que entram as aves do mau agouro. O irrequieto (conhecido na AL como "birro tonto") Zé Neto não para de municiar o Executivo com fofocas daquelas apropriadas às esquinas e ponta de rua no interior, como antigamente se dizia em política. Assim posto, o relacionamento pessoal entre Wagner e Nilo desabou, rodopiou e, agora, há o temor de um desenlace. Que pode ser logo ali.
Fonte: "Bahia Notícias"

"Mais Dilma, menos Lula"

Por Lauro Jardim
Aviso aos navegantes: o título acima e o texto que se segue nada têm a ver com o recém-descoberto câncer de Lula. De acordo com as primeiras manifestações dos médicos, Lula tem todas as chances de continuar a influenciar (e muito) a vida brasileira.
Referem-se, sim, à uma outra previsão, feita durante a transição entre o antigo e o atual governo. Tantos eram os ministros herdados de Lula por Dilma Rousseff, que Antonio Palocci sintetizou com perfeição aos mais próximos a discussão sobre a influência do ex no futuro governo: "No primeiro ano, será um governo Lula-Dilma. No segundo, um governo Dilma-Lula. No terceiro, será Dilma-Dilma".
Palocci queria, obviamente, enfatizar que, a medida que o tempo caminhasse, Dilma moldaria o governo mais e mais às suas feições. Muito antes dos três anos previstos por Palocci, o governo começou a ficar com a cara de Dilma. Os escândalos apressaram as coisas - Palocci, aliás, que o diga.
Sob Dilma, a costumeira reforma ministerial feita um ano depois da posse, uma espécie de freio de arrumação que os governantes brasileiros fazem para sacar aqueles que não renderam o esperado, será uma segunda reforma. A primeira já foi feita nos últimos cinco meses, aos trancos e barrancos.
Tem se falado em seis ministros novos. Na verdade, as mexidas foram sete. A conta de meia dúzia subtrai outro ministro que não deu certo: Luiz Sérgio, que (alguém aí se lembra?) ocupou opacamente o cargo que hoje é de Ideli Salvatti e hoje navega num ministério de segunda classe, o da Pesca, com a mesma competência que demonstrou nas Relações Institucionais.
Ter um ministério com a cara de Dilma é importante porque, afinal, quem foi eleito deve nomear seus assessores. Mas não é necessariamente garantia de melhora na administração.
Em alguns casos, sim. Gastão Vieira é um político sob qualquer aspecto que se olhe superior a Pedro Novais – e tem se esforçado, neste primeiro mês como ministro do Turismo em tentar ficar livre do jugo das nomeações da bancada do PMDB na Câmara. Celso Amorim tem tentado entender a Defesa e estreitar relações com os militares. Também tem sido pragmático ao falar pouco – ao contrário do boquirroto antecessor e do que fazia como chanceler.
Outras mexidas de Dilma no tabuleiro não mostraram qualquer resultado. Gleisi Hoffmann é na visão quase unânime de quem trabalha no Palácio do Planalto e dos políticos em geral, tímida demais para a Casa Civil. Ou, como disse, recentemente um senador da base governista numa conversa com um interlocutor:
- Os pezinhos da Gleisi não tocam no chão quando ela senta naquela cadeira de ministra, já reparou? É que a cadeira é grande demais para ela.
Amanhã, assume Aldo Rebelo, com a missão de espanar Ongs e malfeitos que teve um primeiro tempo com Agnelo Queiroz e um segundo tempo com Orlando Silva. Embora, Aldo tenha sudo uma imposição do PCdoB, será mais uma tentativa de Dilma e não alguém, como Orlando Silva, herdado do govenro anterior.
Quando fevereiro vier (mas pode ser antes, se necessário), está previsto a tal reforma ministrerial. Devem sair uns cinco ministros. Os ministros-candidatos, como Fernando Haddad; e os ministros-paisagem, como Ana de Hollanda.
No mesmo instante em que Aldo Rebelo assume, Lula inicia o seu tratamento quimioterápico. Mesmo sob tratamento, Lula continuará a operar politicamente. Mas é inegável que, para o bem ou para o mal, o governo Dilma-Dilma começará muito antes do terceiro ano previsto por Palocci na transição do ano passado.
Fonte: "Radar On-line"

"Na CBN, o papagaio de pirata do câncer alheio"

Por Reinaldo Azevedo
Estava ouvindo rádio no carro. Domingão. Os políticos não estão dando sopa. O tema do dia é a doença de Lula. Alguém tem de falar alguma coisa. E a CBN não teve dúvida: encontrou um serzinho miserável que anda por aí, ator de terceira linha da Globo, papagaio de pirata profissional, que vive grudado nos países baixos da canalha que pede "controle da mídia" (especialmente o controle da Globo…), para opinar sobre o assunto.
Ele havia falado com Lula? Não! Ele nem conhece o ex-presidente. Havia falado com a família de Lula? Não! Ele também não é íntimo da turma. Ele é ao menos um militante qualificado da "organização"? Não! Costuma ser impiedosamente ridicularizado pelos petistas; é alvo permanente de chacota. Muitos deles dizem se ver tentados a lhe jogar algumas moedinhas quando esbarram nele em eventos para os quais não foi convidado. E qual é a sua notória especialização no caso? Nenhuma! Ele é papagaio de pirata até do câncer alheio!
É que a CBN, afinal, precisava ouvir alguém, pô!!! Serve até mesmo um sujeito que adoraria censurar a CBN.
O vadio afirmou na entrevista que eu teria fechado a área de comentários do meu blog para conter as críticas a Lula. Uma ova! Está aberta como sempre. O que fiz foi avisar que daria instruções para que não se publicassem comentários impróprios. Mais: repudiei as tentativas de politização da doença, de um lado (os que detestam Lula) ou de outro (os que o veneram). E, assim, repeti o procedimento de 2009, quando Dilma ficou doente.
Agora até meliante que se finge de ator vai tentar tirar casquinha do meu blog? Se esses caras acreditassem nos próprios delírios, seriam apenas loucos. Como não acreditam e continuam a repetir as mentiras, não passam de canalhas.
Fonte: "Blog Reinaldo Azevedo"

"O Brasil dos sem-Copa"

Por Mary Zaidan
Corrupção para todos os lados que se olhe. Regime de Contratação Diferenciado, que colide frontalmente com a lei 8.666, baliza para as licitações públicas, isenção total de impostos para gente da Fifa, fornecedores e cupinchas, e agora, dinheiro do FGTS, da conta do trabalhador, para bancar obras. Parece não haver limites para os descalabros feitos em nome da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016.
Enquanto isso, a infraestrutura do país apodrece.
Divulgada na semana que passou, a 15ª pesquisa sobre as estradas brasileiras feita pela Confederação Nacional dos Transportes é mais uma demonstração inequívoca disso. Em um país em que mais de 60% da carga e de 95% da população dependem de rodovias, 57,4% delas são péssimas, ruins ou, no máximo, regulares. Pouco mais de 12% são consideradas ótimas.
Ninguém precisa ser bidu para saber que as ótimas são administradas pela iniciativa privada. E que as 18 melhores são do Estado de São Paulo, campanha eleitoral sim outra também, acusado de cobrar pedágios exorbitantes.
Os críticos dizem que os pedágios pesam no custo Brasil, como se a falta de conservação nada custasse. E o custo vida? 8.516 vítimas fatais em 2010, 183 mil colisões, 15,5% a mais do que em 2009. Só em estradas federais. Impossível atribuir os dados apenas à imprudência.
Mas não basta concessionar. Ao fazê-lo, há de se fazer bem feito, fiscalizar. Algo cada vez mais difícil no desnorteado governo Dilma Rousseff. E pouco vale vangloriar-se de pedágios mais baixos quando as obras previstas em contrato sofrem frequentes atrasos.
Alerta da Federação das Indústrias do Rio (Firjan), feito em 2010, apontou que trecho da BR-116 está próximo da saturação devido a obras que mal saíram das pranchetas desde 2003. Isso na Dutra, que liga o Rio a São Paulo, eixo fundamental para a Copa, quase o único que restou depois do conto de fadas do trem-bala e das sempre adiadas ampliações dos aeroportos, que não deverão passar de puxadinhos.
Na área urbana o caos não é menor. Os portos ditos turisticamente estratégicos – Santos, Rio, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza e Manaus – são só plantas arquitetônicas do que deveriam se tornar. Obra alguma começou. As de mobilidade, muito menos. Imagine-se nas cidades dos sem-Copa.
Enquanto isso, o governo Dilma se embrulha na corrupção, na inoperância, na falta de planejamento, gerência e comando. Parece esperar por milagres. E, ainda que aconteçam, estarão longe de dar respostas às urgências estruturais do país.
O atraso não é para 2014 ou 2016. O Brasil está atrasado para o Brasil.
* Mary Zaidan é jornalista, trabalhou nos jornais "O Globo" e "O Estado de S. Paulo", em Brasília. Fonte: "Blog do Noblat"

PTN vai lançar 116 candidatos a vereador em Salvador

O Partido Trabalhista Nacional (PTN) deve lançar 116 candidatos a vereador nas eleições municipais de 2012. Os números foram revelados ontem pelo presidente estadual da legenda, deputado estadual João Carlos Bacelar, durante reunião de trabalho de pré-campanha realizada na Associação Baiana dos Supermercados (Abase). "O PTN está se mostrando um partido forte, que está crescendo bastante e com qualidade. Basta ver os nomes que estamos reunindo aqui, hoje. Todos com representatividade na sociedade soteropolitana. Temos perspectivas de fazer aumentar a nossa bancada na Câmara Municipal com nomes fortes e que bem representam nossa sociedade", disse Bacelar.
O encontro local do PTN reuniu nomes como o deputado estadual e ex-vereador de Salvador Luzinho Sobral, os vereadores Carlos Muniz, Geraldo Júnior e Alan Castro, presidente municipal da legenda, dos ex-vereadores Dionísio Juvenal, Marlene Souza e lideranças locais que devem lançar a candidatura pelo PTN. Esta é a segunda reunião de trabalho com os pré-candidatos. No encontro, Bacelar ressaltou que nenhuma decisão será adotada sem que as bases sejam consultadas, a exemplo das alianças que serão adotadas nas eleições municipais, sempre seguindo a orientação e liderança do prefeito da capital João Henrique Carneiro. "O prefeito é uma liderança forte na capital e o PTN, como faz parte de sua base de apoio, vai seguir sua orientação", completou Bacelar.
No encontro, Bacelar fez um balanço da reunião passada, garantiu que dentro de dois meses, no máximo, outro encontro será realizado para dar orientações aos pré-candidatos e informou que o PTN segue forte para as eleições municipais. "O partido não é nanico. Temos hoje três deputados estaduais e três vereadores, de uma bancada de sete que segue a orientação do nosso partido na Câmara de Salvador. E estamos crescendo com qualidade, o que é fundamental para nós. Agora é consolidar esse trabalho e aguardar as eleições quando iremos ampliar nossas bases na Câmara de Salvador e em todo o Estado", concluiu Bacelar.
(Com informações de Aloisio Araújo, da Assessoria do PTN)

"Edificando o Casamento"



A AME convida a todos para o evento "Edificando o Casamento", no dia 15 de novembro de 2011, das 15 às 21h30, na Igreja Batista Central.
Invista em seu casamento - R$ 10,00
Informações: 3623-2334 / 3221-1297

"Do escândalo da cueca à liderança do PT na Câmara"

Mais um escândalo do PT, o primeiro "dinheiro na cueca" protagonizado pelo deputado José Nobre Guimarães (PT-CE) e seu ex-assessor parlamentar petista José Adalberto Vieira da Silva, aos poucos, também vai virando piada de salão.
Como o mensaleiro João Paulo Cunha (PT-SP), que foi reabilitado e dirige hoje a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a principal comissão da Câmara, o suposto dono dos US$ 100 mil transportados na cueca de Adalberto, no auge do escândalo do mensalão, em junho de 2005, é uma estrela em ascensão e galga, a passos largos, postos de comando na Casa.
Guimarães é vice-líder do governo e despacha em reuniões no gabinete do líder Cândido Vaccarezza (PT-SP). O próximo passo é assumir a liderança do PT na Câmara em substituição a Paulo Teixeira (PT-SP), em fevereiro.
Em seu segundo mandato de deputado federal, o irmão do ex-deputado José Genoino - como ainda é apontado por muitos no Congresso apesar de já ter estrela própria - não esconde o prestígio que adquiriu no comando de articula$ções para votação de matérias estratégicas para o governo.
Ele foi o relator da MP que instituiu o polêmico Regime de Contratação Diferenciada (RDC) para obras da Copa de 2014. E colaborou, entre outras matérias, com o projeto que definiu regras mais rígidas para crimes de lavagem de dinheiro, em parceria com o líder Vaccarezza, e que foi aprovado semana passada no plenário.
Fonte: "O Globo"

Convite Seminário Fé e Política



Clique na imagem para ampliar

sábado, 29 de outubro de 2011

Bota é fogo!

O Botafogo está de novo na briga pelo título do Campeonatro Brasileiro 2011. Na noite deste sábado, 29, no Engenhão, Rio de Janeiro, com um gol de Loco Abreu, o Alvinegro derrotou o Cruzeiro, por 1 a 0. Depois de duas derrotas seguidas - para Santos e Avaí - chega a 55 pontos, o mesmo que o Corinthians, o segundo colocado, mas com um gol de saldo a menos. Se o Timão for derrotado pelo Avaí, neste domingo, 30, no Pacaembu, o Botafogo passará à vice-liderança no saldo ou no número de gols marcados.

"Os dez inimigos mortais da esquerda"

1. Deus e a Sua Obra
2. A Justiça Divina
3. O Bem
4. A Verdade Universal
5. A Humanidade
6. A Família
7. As Forças Armadas
8. O Conhecimento Humano
9. O Povo e o Patriotismo Consciente
10. A Fé Cristã.
Fonte: "Blog do Mario Fortes", Liberesfera

Deu no "Blog do Noblat"



"Me expliquem, que eu quero entender!"

Por Ricardo Setti
Tudo bem, o deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP), ex-presidente da Câmara dos Deputados, figura teoricamente mais "respeitável" dos comunistas do B, é o novo ministro do Esporte. As aspas em "respeitável" as coloco em razão de post anterior sobre o deputado.
Assume segunda-feira.
Mas…
1) Onde é que está escrito que comunista do B é especializado em esportes? (Especializado em maracutaias com a burocracia governamental que lida com o esporte já sabemos que é).
Onde quer que o PT vença uma eleição - para a Presidência, para governos estaduais, para prefeituras -, não tem dúvida: o camarada ou a camarada que vai cuidar da Secretaria de Esportes ou similar será um "quadro" do PC do B.
Que mistério é esse?
De onde é que o PT tirou essa bobagem - de que o PC do B é "bom" em esporte?
Por que essa insistência em deixar com os comunistas ex-linha chinesa, ex-linha albanesa essa área, especificamente?
Não custa lembrar que o Ministério do Esporte está há quase nove anos em mãos do PC do B.
A troco de quê?
2) Por que o governo Dilma e o PT dão tanta colher de chá ao PC do B?
Os comunistas, sabemos todos, têm uma representatividade social insignificante, são um bando de sem-votos que só conseguem eleger seus gatos pingados montado no cangote de algum outro partido, preferencialmente o PT, em alianças, tanto é que dispõem de apenas miseráveis 14 deputados entre os 513 que compõem a Câmara.
Somente raquíticos 2,72% dos representantes do povo. Assim mesmo com expedientes como o de aliar-se, em São Paulo, ao PR do palhaço Tiririca que, sozinho, carregou consigo dois deputados comunistas, inclusive o notório delegado Protógenes.
Que peso eleitoral na eleição da presidente Dilma é capaz de justificar que o partido detenha um Ministério, não bastasse os cargos gordos que ocupa, como - repito, e repetirei sempre - o controle da estratégica Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em cuja direção geral está aboletado há seis anos e meio o ex-deputado comunista Haroldo Lima, um feroz adversário da iniciativa privada, do empresariado e do lucro numa agência governamental que lida, o tempo todo, com concessões e outros contratos com grandes empresas privadas.
Me expliquem, que eu quero entender!
Fonte: "Blog de Ricardo Setti"

O que Feira de Santana continua esperando

Há um ano, o Blog Demais postou a nota "O que Feira de Santana espera": Com a vitória de Dilma Rousseff em Feira de Santana, a cidade espera cumprimento de promessas feitas em campanha: 1. Término da reforma empacada da sede dos Correios - obra iniciada em 2007; 2. Reforma, ampliação e ativação do Aeroporto João Durval Carneiro; 3. Que o Teatro e Centro de Convenções seja concluído; 4. Duplicação das rodovias federais que cortam o município; 5. Investimento na pavimentação da avenida Nóide Cerqueira até o Parque de Exposição João Martins da Silva; 6. Mais unidades do projeto "Minha Casa, Minha Vida". Completando dez meses de governo Dilma, somente a sede dos Correios foi concluída e inaugurada e mais unidades do programa "Minha Casa, Minha Vida" foram entregues. As outras promessas continuam como tais.

Lembrando os bebedouros "digitais"

Prefeito Tarcízio Pimenta e o equipamento que não funciona
Foto: Reprodução
A Prefeitura de Feira de Santana continua envergonhada e nem trata mais da questão. A compra dos chamados bebedouros "digitais", os condensadores de água para as escolas municipais, foi um fiasco. O equipamento é ineficiente e que não atende a demanda das unidades da rede de ensino.
O Blog Demais volta a lembrar que na Câmara Municipal, durante o ano de 2010, os vereadores Roberto Tourinho (então no PSB) e Ângelo Almeida (PT), principalmente, criticaram à exaustão o governo Pimenta, discordando do "excesso de publicidade e mídia" que foi utilizado na época do lançamento do equipamento, um verdadeiro "belo antônio", que foi jogado para debaixo do tapete, objetivando sua queda no mar do esquecimento.
"A Prefeitura saiu fazendo algumas aberrações. Comprou 300 bebedouros digitais para colocar nas escolas. Cada um deles custou mais de R$ 6 mil. Entretanto o equipamento produz apenas 25 litros de água por dia, sendo que essa produção leva 24 horas e depende da umidade relativa do ar. E ainda anunciaram como um grande feito", criticou o vereador petista.
Segundo Ângelo Almeida, "o condensador não tem capacidade de ser utilizado para o fim proposto pela administração do município". Conforme disse, "as especificação desse bebedouro é para clínicas e escritórios, pois não atende à demanda de uma escola".
Roberto Tourinho também considerou que a Prefeitura "desperdiçou muito dinheiro comprando cerca de 300 condensadores de água (bebedouros digitais), no valor individual de R$ 6.800,00 para as escolas. A maioria desses filtros está quebrada".
A inutilidade dos bebedouros foi reforçada por professores. "Eles só produzem durante o dia em média de 25 litros de água por conta da baixa unidade do ar. Geralmente só tem água para os alunos até o intervalo, por volta das 10 horas, depois disso aumenta o fluxo de alunos no pátio e a água acaba e temos que recorrer ao que sempre tivemos na escola, água da Embasa".

Bens tombados pelo Ipac em Feira de Santana

Paço Municipal Maria Quitéria, painel de Lênio Braga no Terminal Rodoviário, Vila Fróes da Motta (Foto: ACM), coreto da praça Monsenhor Renato Galvão, coreto da praça Bernardino Bahia, coreto da praça Fróes da Motta e Igreja de Nossa Senhora dos Remédios. Esses, são os sete bens tombados de Feira de Santana pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac).
Com tombamento próvisório no Ipac estão os seguintes nove bens: Catedral de Santana, Arquivo Público Municipal (antiga Escola João Florêncio), Sociedade Filarmônica 25 de Março, prédio da Santa Casa de Misericórdia (Palácio do Menor), Escola Maria Quitéria, Igreja Matriz de São José das Itapororocas (no distrito de Maria Quitéria), Igreja de Senhor dos Passos, Grupo Escolar J. J. Seabra, e Igreja de Santana de Lustosa.

Número de visualizações ampliado

O Blog Demais está com painel (Fotos: Silvio Tito) na área de embarque do Terminal Rodoviário de Feira de Santana, há mais de três semanas, desde o início deste mês de outubro, depois de fechar parceria com a Sinart. Com isso, maior visibilidade para este veículo, que teve ampliado o número de visualizações.

"Dilma & Lula anunciam o fim da dupla"

Dilma apresentou o novo visual com o qual iniciará a carreira solo (Foto: Reprodução)
The i-Piauí Herald
BARRETOS - Após levar bolo no seu aniversário, Lula subiu em um palanque para anunciar o fim da dupla com Dilma: "Já estou nessa estrada há muito tempo. Não esperava vê-la jantando com Fernando Henrique, muito menos demitindo ministros sem minha bênção. Vou cumprir todos os meus compromissos até o final do ano, mas aviso que Dilma começará carreira solo em 2012".
A assessoria de imprensa do PT se apressou em desmentir o desentendimento: "A história de 2 filhos do sindicalismo não acabou. Os dois, como todos companheiros, tem seus desentendimentos. A dupla continua!"
Perguntado se havia espaço para Lula no PSD, Kassab esclareceu: "Todo ser vivo que estiver descontente com alguma coisa pode vir para o PSD. Mas se estiver contente, melhor ainda. Abrimos as portas para a parte substancial da humanidade afetada pelas piadas de Rafinha Bastos, para a seleção feminina de futebol e para quem não gostar do novo filme de Selton Melo. Lula seria um ótimo nome".
Fonte: "Blog do Noblat"

Lula está com câncer

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi diagnosticado com tumor na laringe, segundo boletim médico divulgado na manhã deste sábado, 30, pelo Hospital Sírio-Libanês. Lula terá de fazer tratamento com sessões de quimioterapia. O câncer foi confirmada após avaliação multidisciplinar.
Fonte: "O Globo"

Porque não vai haver prévias do PT

Com a imposição da alta cúpula do PT do nome do deputado estadual José Neto para ser o candidato a prefeito marcado para perder nas eleições municipais de 2012 em Feira de Santana, fica demonstrado que o governador Jaques Wagner teme derrota de seu líder na Assembeia Legislativa em prévias, onde o nome do deputado federal Sérgio Carneiro ganharia, como ocorreu em 2008.

Convite da Fundação Senhor dos Passos

Clique na imagem para ampliar

"Amanhecer - Parte 1" continua com venda de ingresso antecipado

Desde o dia 1º de outubro, que a Orient Cinemas está com venda antecipada de ingressos para "Amanhecer - Parte 1" (Breaking Dawn - Part 1), de Bill Condom, com Kristen Stewart, Robert Pattinson (Foto: Divulgação) e Taylor Lautner, nos guichês de atendimento dos seus cinemas. Em Feira de Santana, o Orient Cineplace, no Boulevard Shoping. O filme tem lançamento mundial no dia 18 de novembro.

"Filhos de João - O Admirável Mundo Novo Baiano" ainda não foi programado em Feira de Santana

O documentário "Filhos de João - O Admirável Mundo Novo Baiano", de Henrique Dantas, continua em cartaz em Salvador, no Cinemark - Salvador Shopping Sala 8, às 19h30, na terça-feira e na quinta-feira, nesta semana iniciada na sexta-feira, 28, que vai até quinta-feira, 3 de outubro. O filme baiano ainda não foi programado para Feira de Santana. Trata-se de um panorama da música popular brasileira dos anos 60 e 70, através do grupo musical Novos Baianos. Particularmente sobre a influência de João Gilberto sobre os rumos musicais do grupo.
Além de Salvador, está no Cinemark - Center Vale Sala 3, às 14 horas, em São José dos Campos; no Cinemark - Praiamar Sala 3, às 14h20, em Santos; no Cinemark - Pier Salsa 4, às 14 horas, em Brasília; no Cinemark - Shopping D Sala 9, às 14 horas, em São Paulo; Cinemark - Cine Jardins Sala 9, às 14 horas, em Aracaju, no Cinemark - Capim Dourado Sala 3, às 14 horas, em Palmas; no Festival Polyarte - Cine Sesc, única exibição neste sábado, 28, às 18 horas, em São Paulo; e na 30ª Mostra de Cinema Brasileiro - Teatro Elis Regina, neste domingo, 30, às 16 horas, em São Bernardo do Campo.

"Vida Louca - A Vingança de um Moto-boy"

Bastidores das filmagens de "Vida Louca - A Vingança de um Moto-boy", filme que está sendo finalizado em Feira de Santana, com imagens de Chico Oliveira. Assista: http://youtu.be/tTQrpT4Hr2g

Pelo estatuto do PCdoB, cargos devem estar a serviço do partido

O aparelhamento do Ministério do Esporte, com o qual o novo ministro Aldo Rebelo promete acabar, é amparado pelo estatuto do seu partido, o PCdoB. No artigo 59, o documento deixa claro que qualquer de seus filiados que esteja no exercício de cargos públicos deve estar "a serviço do projeto político partidário" definido pelo Comitê Central. Aldo, que na véspera dissera que não tem obrigação de manter pessoas do PCdoB na pasta , reafirmou na sexta-feira, 28, sua disposição: disse que é ministro do Estado, acima do partido.
Fonte: "O Globo"

"Morte de gays e de cristãos"

Por Tharsis Kedsonni
Muita gente costuma falar de México, Iraque, Palestina, Afeganistão e – agora – Líbia, Síria e Egito para citar os locais mais violentos do mundo. Mas o Brasil já é um dos países onde se mata mais gente no planeta.
Só que muitos movimentos sociais têm praticamente valorizado a morte de um homossexual, como se um gay morto valesse mais do que 100 héteros. E quando isso acontece, a reação é nacional, não importa se a morte ocorreu no sertão da Paraíba, nos pampas do Sul, nas florestas de Roraima ou na esquina da rua ao lado. Todos eles se unem, contabilizam os assassinatos nas suas estatísticas e ficam em luto como se um parente próximo fosse morto.
Por outro lado, vez por outra, vemos crente morrer. Não aqui no Brasil (pelo menos ainda). É Costa do Marfim, Nigéria, Coreia do Norte, Sudão... Basta sair pesquisando no Google "cristãos mortos", e o resultado será extenso. Eles não são simplesmente mortos: são triturados, moídos, massacrados, chamuscados, chutados... São mortes hostis, para não só matar, mas também dizer "matamos com gosto".
* Tharsis Kedsonni é membro da comunidade UBE Blogs na plataforma Ning. Jornalista em formação pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), membro da Assembleia de Deus - Templo Central em Recife-PE, da qual é músico do Coral Jovem e mantém o blog "Assem Bereia"

Imagem que passa desapercebida pela central de monitoramento?

A cidade está repleta de sujeira com surgimento de vários buracos e a população precisa ter um pouco mais de paciência. Mas é no tabuleiro debaixo da sombra do estacionamento em frente do Paço Municipal Maria Quitéria, sede - que tem a porta principal sempre fechada neste governo - da Prefeitura de Feira de Santana, que está aberta a temporada de distração e a mistura das cartas de baralho para jogar buraco, poker, paciência, canastra, relancinho ou blackjack (21), mesmo durante o horário de expediente. Com o retorno do turnão nas repartições públicas do município a tendência é que a utilização deste espaço seja mais frequente com possibilidades instalação de um futuro cassino.
Do Leitor Atento para o Blog Demais.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

"O lixão de Dilma Rousseff"

Por Bruno Alves

A "faxina" não realizada pela presidente Dilma Rousseff está lhe gerando um verdadeiro lixão, e o que assusta ainda mais nesse montante é que o mesmo não pode ser reciclado.
Em 11 meses de acúmulos já caíram seis ministros: Antonio Palocci (PT-SP) da Casa Civil, Alfredo Nascimento (PR-AM) dos Transportes, Nelson Jobin (PMDB-RS) da Defesa, Wagner Rossi (PMDB-SP) da Agricultura, Pedro Novais (PMDB-MA) do Turismo e agora o ministro com pedigree ideológico Orlando Silva (PC do B-SP) do Esporte. Destes citados apenas o ministro Nelsom Jobin não caiu por denuncias de corrupção, talvez a única faxina da presidente Dilma, que não suportou a sinceridade do ministro em criticar o governo do PT, que o mesmo fazia parte.
Vale lembrar que quatro dos ministros que caíram no governo Dilma Roussef são remanescente do governo Lula, que deixou a famosa "herança maldita". Com seu jeito populista e demagogo o antecessor de Dilma conseguiu emplacar o discurso do "nada sei, nada vi", enquanto Lula não sabia e não via nada a nossa presidente estava ciente de tudo, afinal de contas é uma gestora que acompanha de perto seus comandados, até então ministra da Casa Civil, braço direito de Lula.
Contudo Dilma preferiu o silêncio e a conivência "oportuna", haja vista que para o PT manter-se no poder não tem preço.
A filosofia deste governo é incompatível com a Democracia que tanto lutamos para alcançar. Vai-se um corrupto, fica "outro" em seu lugar. Qual a punição? Apenas o afastamento? A sociedade brasileira quer apuração, quer investigação, quer punição, quer CPI.
Veja o ocorrido no ministério do turismo, onde foi afastado o ministro Pedro Novais (PMDB-MA) e substituído pelo Gastão Vieira também do (PMDB-MA), ambos apadrinhados por Sarney.
Para confirmar o exemplo acima citado, retornamos ao ministro com pedigree ideológico Orlando Silva (PC do B-SP) que usou e abusou das suas "trincheiras" para se manter no cargo, mas sem sucesso, ou melhor, ganhou tempo para o partido negociar a sua saída.
Preocupado em não envolver ainda mais o ex-ministro Ângelo Queiroz, atual governador de Brasília nos indícios de corrupção, o PT irá manter o PC do B no comando dos Esportes, o nome da vez é Aldo Rebelo (PC do B-SP). A cumplicidade com a corrupção está explicita no governo Dilma Rousseff, certamente os comunistas estão comemorando a continuidade no Ministério dos Esportes. Nunca antes na história deste país um ditado popular foi tão oposto ao pensamento da população, ou seja, "vão se os anéis ficam os dedos".
Agora o ministro Pedigree irá buscar defender a sua honra que pelo visto se encontra no segundo tempo.
Um recente estudo da Fiesp indica que em 2010 o impacto da roubalheira no Brasil representou de 1,4% a 2,4% do PIB, isso significa que os desvios giraram em torno de 50 a 80 bilhões por ano.
A pergunta é inevitável: Qual será o próximo ministro? Façam suas apostas, as opções infelizmente são vastas, o certo é que o governo Dilma Rousseff sofre de uma corrupção epidêmica, ou seja, está no DNA do governo do PT.
* Bruno Alves é presidente da Juventude Democratas Bahia

Democratas debate política da América Latina na Espanha

"A América Latina se encontra na encruzilhada entre escolher a liberdade ou o autoritarismo demagógico". Essa foi a conclusão do evento internacional "América Latina - Uma Agenda de Liberdade", do qual participaram, em Madrid, Espanha, na quarta-feira, 26, o presidente estadual do Democratas e presidente da Fundação Liberdade e Cidadania, José Carlos Aleluia, o ex-governador Paulo Souto e o presidente nacional do partido, José Agripino Maia.
Durante o encontro presidido pelo ex-presidente da Espanha, José Maria Aznar, e que reuniu lideranças políticas de vários países, foi elaborado um documento oficial no qual se aponta que, depois de décadas de políticas equivocadas e desilusões com a democracia, os países de maior peso do continente latino-americano estariam sendo contaminados pelo populismo.
"O populismo não distingue esquerda nem direita. Sua retórica pode mudar, mas tem em comum a fuga dos problemas reais, a ilusão de atribuí-los a inimigos exteriores", diz a carta oficial.
A tendência do populismo, segundo a conclusão das discussões do evento, é refugiar-se no nacionalismo, "hoje maquiado com um desvirtuado indigenismo e a propor políticas econômicas baseadas no protecionismo e no clientelismo político".
Para Aleluia, é preciso que o povo latino-americano, principalmente, os brasileiros, se conscientize que não há atalhos, fórmulas mágicas e instantâneas para a solução dos problemas sociais e econômicos da região. "A solução é muito trabalho e esforço. Senão, é mentir aos cidadãos latino-americanos".
Fonte: http://www.acmneto.com.br/

"Embaixo do tapete"

Por Dora Kramer
Olhando com atenção nota-se que não é necessariamente o estilo que marca a diferença entre os governos Lula e Dilma, no trato dos escândalos de corrupção.
Dilma já demitiu seis, cinco suspeitos de desvios de conduta, em dez meses. Lula só enfrentou seu primeiro caso rumoroso ao fim do segundo ano, em 2004, quando Waldomiro Diniz - o homem encarregado das relações com o Congresso na Casa Civil - apareceu em vídeo tentando achacar um "empresário" do jogo de bicho.
Daí em diante, os escândalos ocorreram na medida de um ou dois por ano, enquanto agora acontecem em espaço de tempo bem menor: mais ou menos a cada 50 dias.
Lula demorava a se render aos fatos, fazia várias manifestações de apreço aos acusados, mas, nos casos mais graves, (Palocci e o caseiro, Dirceu e o mensalão, Erenice Guerra e família) os ministros acabaram caindo.
A diferença principal é o volume de evidências que aparecem envolvendo os grupos infratores e as condições objetivas para lidar com ele.
Por que aumentaram tanto? Muito provavelmente por causa do passivo acumulado nos dois períodos anteriores, em que não houve a menor preocupação do governo em avisar aos navegantes de sua coalizão que havia regras de conduta a serem seguidas e que a legalidade era o limite.
Ao contrário: as palavras do então presidente sempre apontavam na direção da conivência, da passada de mão na cabeça, no chega para cá meu irmão que "tamo junto".
A intolerância da sociedade cresceu também por causa do grande estoque de mercadoria podre nas prateleiras oficiais. Dilma não deu um freio de arrumação genuíno na bagunça e agora paga o preço daquela tolerância toda.
Além disso, a presidente não dispõe dos dotes artísticos do antecessor e, portanto, não tem condição de levar as coisas na conversa por muito tempo.
Fonte: Jornal "O Estado de S. Paulo"

José Ronaldo palestra sobre "Desenvolvimento Sustentável em Feira de Santana"

Na manhã desta sábado, às 9 horas, durante Jornada Pedagógica da Universidade Anhanguera (Uniderp) - Centro de Educação a Distância - Pólo Feira de Santana, o ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho (Foto: Reprodução) faz palestra sobre "Desenvolvimento Sustentável em Feira de Santana".

PC do B vai ter candidato a prefeito?

Com a saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte, o PC do B ainda vai ousar lançar candidatura à Prefeitura de Feira de Santana? Comenta-se o nome do ex-vereador Messias Gonzaga - que anda sumido da cidade - como candidato comunista. Não existe nada contra ele nem nunca pesou contra o combativo Messias nenhuma acusação de atos ilícitos. O problema é o carimbo que o PC do B ganhou com o episódio de desmandos de Orlando Silva e do Partido Comunista do Brasil. Se for candidato, Messias vai ter que dar explicações à opinião pública. A vinculação é inevitável.

"Rádio Repórter" na Transamérica Hits

O jornalista e radialista Renato Ribeiro fazendo até às 18 horas desta sexta-feira, 28, seu úlltimo programa "Rádio Repórter" na Rádio Subaé AM. A partir do dia 1º de dezembro ele inicia programa, com o mesmo nome, na Transamérica Hits FM 99,5. Com ele, o radialista José Raimundo Tourinho.

Curso de Cinema e Vídeo inscreve até 5 de novembro

Curso técnico de Cinema e Vídeo será ministrado pela Sky Motion Cinema e Vídeo, em parceria com a Art & Paint Produções Cinematográficas, com início previsto para o dia 25 de novembro. As matrículas já estão abertas e duram até o dia 5 do próximo mês. Contatos: (75) 8837-1228, (75) 9200-2266 e (75) 8813-7378. O curso, que é oprimeiro realizado em Feira de Santana, conta com "uma excelente infra-estrutura e profissionais qualificados nas diversas áreas das produções áudio visuais", conta Antônio Carlos das Graças, consultor técnico da Art & Paint.
As empresas envolvidas neste projeto são bem conhecidas do mercado baiano. A Sky Motion é responsável pelo curso de animação em 3D, cuja qualidade técnica tem formado e revelado excelentes profissionais no mercado. Várias agências de publicidade e propaganda, escritórios de arquitetura e engenharia, empresas de web design e produtoras tem tido ao longo dos anos alguns de seus profissionais treinados por estas empresas, permitindo aplicar todos os conhecimentos adquiridos em suas produções. A Art & Paint Produções Cinematográficas ousou em agosto de 2006 em produzir e lançar "Os Heróis da Galáxia - A Fronteira Final", o primeiro longa metragem em 3D animado e terceira dimensão do país, fato largamente divulgado pela imprensa nacional e internacional. Além desse feito, foram usados pela primeira no país efeitos especiais como: tempestades de areia, vulcões, explosões, dentre outros efeitos visuais produzidos virtualmente por computadores. Vale salientar também a produção de grandes maquetes eletrônicas (Foto: Divulgação - Maquete produzida por Marcelo Carvalhal) e vídeos publicitários realizada pelas referidas empresas ao longo dos tempos.
O curso de Cinema e Vídeo é um antigo anseio dos aficionados por esta área em na cidade e região. O público alvo estende-se aos estudantes de Comunicação, Cinema, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, além de produtoras, agenciadores artísticos, produtores culturais e atividades afins.
O conteúdo programático do curso dá para ficar entusiasmado com os temas que serão abordados. O curso está divido em várias etapas que vão desde a produção de roteiros, storyboard, animações 2D e 3D, pré-produção, produção e pós-produção de vídeos, com ênfase para técnicas de filmagens e iluminação, composição de vídeos, edição de áudio e vídeo, e efeitos especiais.
O curso será ministrado por roteiristas, cineastas, produtores cinematográficos, além de experientes quadrinistas e animadores 2D. Participarão ainda profissionais de RTVC, cinegrafistas, animadores 3D, profissionais de efeitos visuais e especiais.

"Esporte, roubalheira e a fraqueza em forma de mulher"

Por Arthurius Maximus
Quando Lula tirou Dilma da cartola e a lançou candidata à presidência, os grandes argumentos eram sua capacidade de gestão, sua firmeza de caráter e a dureza com a qual tratava os desvios de conduta de seus subordinados.
Na prática, todas as pessoas que tinham capacidade crítica, isenção ideológica e um mínimo de discernimento sobre o jogo sujo que é praticado na política nacional já sabiam que Dilma seria um mero joguete nas mãos do PMDB, de José Dirceu e do próprio Lula.
Para aqueles que duvidavam, ainda na campanha eleitoral, José Dirceu deixou sua intenção de "moldar" a presidência de Dilma à sua vontade naquele famoso discurso proferido para militâncias sindicais da Bahia. Na ocasião, Dirceu foi bem claro ao afirmar que no governo Lula não tinha conseguido impor uma linha mais dura e retrógrada (ideologicamente falando) e nem imposto ao Brasil seu ideal de mídia controlada; estado aparelhado e atuando em prol do partido e povo escravizado aos ideais únicos ditados pelos "filósofos" petistas. Em suas exatas palavras, Lula era "grande demais" e o PT não tinha como controlá-lo. Já com Dilma, isso seria diferente e ele seria capaz de impor "um ritmo mais acelerado" de "mudanças necessárias" para acabar com o "excesso de liberdade" que havia na imprensa e na sociedade brasileira.
Dilma ganhou e, num primeiro momento, chegou mesmo a encantar até quem a criticava com uma postura republicana e nada espetaculosa de governar. Infelizmente, a coisa não durou um mês. Bastou os números da inflação e das contas públicas começarem a ir "para o vinagre" (graças à má gestão de Lula) para que a banda petista que idolatrava o ex-presidente pular no pescoço de Dilma e exigir que Lula fosse "preservado".
Assim, ao invés de expor o problema e tratar com a dureza necessária a fome de gastos e o mau costume dos aliados de refestelarem-se nos cofres públicos (costume assegurado por Lula), Dilma foi obrigada a acomodar-se e a aceitar os "pitacos" dos caciques petistas; notadamente José Dirceu.
Não tardou para que as primeiras denúncias de corrupção estourassem e o governo mergulhasse numa crise institucional paralisante (que dura até hoje). Dilma tentou por um fim a farra e ameaçou iniciar uma limpeza política nos ministérios e nos cargos de confiança como forma de retirar dos postos importantes os indicados por Lula e pelos partidos aliados que não estavam alinhados com sua filosofia de governança.
O que aconteceu? O ex-presidente Lula rematerializou-se na casa do presidente do Senado, José Sarney, e despachou diretamente com ministros, deputados e senadores da base aliada; firmando compromissos e acordos (como se presidente de fato fosse) que depois foram comunicados a Dilma para que desse cumprimento ao acertado.
A flagrante descompostura resultante disso jogou por terra qualquer chance de Dilma governar livremente e acabou com a vontade da presidente de limpar a área e não deixar seu governo cair no marasmo das denúncias sem fim e das negociatas estourando a toda hora.
A partir deste momento, ficou claro à nação que quem governa o país não é Dilma; mas sim a cúpula petista e peemedebista. O episódio mais recente desse dantesco governo acabou de ser cunhado no momento da demissão do ministro do Esporte, Orlando Silva.
Sob denúncias comprovadas de um esquema montado pelo PC do B para utilizar os projetos do ministério como fonte arrecadadora para os caixas do partido e como gerador de receita para aliados, apadrinhados e outros "amigos dos amigos", desde a época de Agnelo Queiroz (no governo Lula); Dilma rendeu-se de forma vexaminosa aos caciques partidários e manteve o PC do B em seu feudo; nomeando para a pasta o indefectível Aldo Rebelo (cujo irmão, Apolinário Rebelo vice-presidente do PC do B-DF, é apontado como arrecadador do esquema).
Sem considerarmos o fato de ter mantido a mesma matilha de lobos controlando o galinheiro (trocando apenas o "Lobo Mau" da vez); Dilma manteve-se calada, impassível e distante durante todo o processo; não vindo a público nem quando as provas (que todos diziam não existir) vieram à tona e desmascararam a farsa de Orlando Silva e do PC do B.
A imagem de "durona", "administradora capaz" e "gestora implacável" deu lugar a uma imagem de extrema fraqueza ética, gestão desastrosa e total incapacidade de se desvencilhar do fantasma de José Dirceu que instalou um gabinete paralelo em Brasília e despacha com ministros, deputados, senadores e dirigentes de estatais como se função primordial de governo detivesse.
Para Dilma, fica cada vez mais clara e definida a imagem de "poste" e de alguém que foi colocado em um lugar que não merecia e para o qual não detinha qualquer talento; meramente colocada para "tapar o buraco" de uma eleição que todos queriam perder porque sabiam que viriam tempos difíceis, provocados pelos desmandos tresloucados de Lula e pela crise mundial que se agravava, causando inflação, descontrole econômico e alguma possibilidade de impopularidade.
Assim, estariam a salvo a imagem messiânica de Lula (que voltaria como salvador em 2014) e a mensagem oposicionista "eu não te disse?" se manteria como um mantra que garantiria a paternidade do desastre aos governos petistas; garantindo a possibilidade de uma oposição mais forte e de uma volta triunfante com Aécio Neves nesta mesma eleição.
E você leitor, o que pensa disso?
Fonte: www.visaopanoramica.com