*

*

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Informação equivocada é igual a mato em sites e blogs

A falta de cuidado na elaboração de matérias e na edição de certos blogs e sites de Feira de Santana é patente e até envergonha o jornalismo local.
Em postagem deste sábado, 28, um deles (não precisa revelar o nome) informa que o "militante histórico do PT, Albertino Carneiro, é afastado da presidência da Cerb (Companhia de Engenharia Rural da Bahia)".
Acontece que o ex-padre está perdendo o cargo de chefe do Escritório Regional de Feira de Santana da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa, vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento e Integração Regional, e não o cargo de "presidente" da Cerb, que tem como diretor presidente Cícero de Carvalho Monteiro.
O grave é que é um portal mantido por petistas...

"Lula: Mais de R$ 50 milhões para MST"

Deu no "Blog 25: Democratas":

O governo Lula repassou aproximadamente R$ 50 milhões dos cofres públicos para financiar as invasões ilegais de terras do MST, embora as leis do país proibam expressamente este tipo de operação. O dinheiro foi transferido em nome das seguintes entidades: Associação Nacional de Cooperação Agrícola (Anca), Confederação das Cooperativas de Reforma Agrária (Concrab) e Instituto Técnico de Capacitação Pesquisa e Reforma Agrária (Iterra).
"O financiamento público de movimentos que cometem ilícito é ilegal, é ilegítimo", disse o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes. "No Estado de Direito, todos estão submetidos à lei. Não há soberano. Se alguém pode invadir sem autorização judicial, ele se torna soberano, logo está num quadro de ilicitude", afirmou o ministro. De 2002 a novembro de 2008, foram registradas 1.667 invasões ilegais de terra no país e o MST foi o que mais invadiu. Isso tudo às custas do Erário.
Só no ano passado, o governo Lula destinou R$ 9,5 milhões do Orçamento Geral da União para o MST. A quantia é quatro vezes maior do que a repassada ao MST no último ano do governo FHC: R$ 2,17 milhões. Desde o início do governo Lula há seis anos, o total de recursos públicos destinado ao MST é de aproximadamente R$ 10 milhões anuais. Em 2004, a soma chegou a R$ 12,6 milhões.

Não se pode afirmar que morte foi causada por dengue




1. Atestado de óbito: choque séptico, dengue hemorrágica e disfunção hepática grave
2. Identidade de Edvaldo da Silva Souza
3. Janice Estrela, da Vigilância Epidemiológica, com familares da vítima, no Hospital Geral Clériston Andrade
Fotos: Jorge Magalhães/Secom
O montador Edvaldo Silva Souza, 43 anos, que morava no bairro Conceição, faleceu na manhã deste sábado, 28, no Hospital Geral Clériston Andrade. A morte está sendo anunciada como sendo a primeira vítima da dengue em Feira de Santana. Não se pode, ainda, garantir sobre esta afirmação. No prontuário médico não foi registrado o exame de sorologia, que detecta ou não a dengue hemorrágica.
Pelos dados levantados por investigação da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde foi constatado que Edvaldo Souza foi internado, em estado grave, na quarta-feira, 25, no Hospital Geral Clériston Andrade, constando no prontuário que o paciente apresentava sangramentos pela boca e pelo nariz. Não foi realizada pelo hospital estadual nenhuma investigação e nenhuma notificação do caso foi feita pela Vigilância Epidemiológica do Estado ao órgão similar municipal, que é referência no combate à dengue.
No atestado de óbito, assinado pelo médico Rafael Costa Cruz, consta como possíveis causas da morte: choque séptico, dengue hemorrágica e complicação hepática grave.
O Governo Municipal, através da Vigilância Epidemiológica do Município, ao tomar conhecimento do caso pelos programas de rádio, providenciou imediata realização do exame - resultado pode ser divulgado ainda neste sábado - no laboratório da Secretaria de Saúde, além de remeter amostras para o Laboratório Central (Lacen), em Salvador.

Tarcízio afirma que não tem caso de nepotismo em seu governo

O prefeito Tarcízio Pimenta disse neste sábado, 28, ao Blog Demais, que não existem casos de nepotismo em seu governo, com vem sendo especulado em programas de rádio e blogs da cidade. "Esta prática não existe no Poder Executivo Municipal. Sabemos da proibição de contratar parentes para cargos de confiança. Nossa administração zela pela legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência", revelou.
A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de proibir a prática de nepotismo deve ser seguida por todos os órgãos públicos. Autoridades não devem contratar parentes para cargos de confiança. A exceção são os postos de governo, como ministros de estado e secretários estaduais e municipais.
Tarcízio fez referência ao caso da denúncia ("vazia", como disse) contra a secretária da Educação Anaci Bispo Paim. Não existe nomeação em cargo de confiança de nenhum parente dela. O filho da secretária, Luiz Paim, que trabalha no Gabinete do Prefeito não tem cargo comissionado. Ele tem contrato com o Município através de cooperativa há muito tempo - situação que não se constitui em prática de nepotismo.

Acompanhando quatro horas de ação de Tarcízio






















Na manhã deste sábado, 28, durante 240 minutos, entre 8 e 12 horas, a oportunidade do jornalista Dimas Oliveira acompanhar o prefeito Tarcízio Pimenta em sua atividade de governar a cidade, que também inclui dias de sábado, domingo e feriado. Deve ser feita a consideração de que é necessária muita disposição para acompanhar o ritmo de trabalho dele.
Quando Tarcízio deixa a sua residência, acompanhado do secretário de Serviços Públicos Luiz Araújo - com destino ao Alto do Papagaio, bairro com maior número de notificações da dengue, para iniciar ação desenvolvida pela Secretaria de Saúde, a Caravana de Combate à Dengue -, várias pessoas estão esperando o prefeito na entrada do prédio para uma palavra, um pedido, uma entrevista. Ele atende a todos, indistintamente.
Já sentado no banco da frente do automóvel, ele começa a atender e a fazer ligações telefônicas - uma atrás da outra. Ele liga para um secretário. Ele atende outro secretário que liga. Ligações também são feitas para assessores e para sua residência. A todo momento recebe uma informação do pessoal da Vigilância Epidemiológica sobre a ocorrência de uma morte, com suspeita de dengue hemorrágica. Também faz observações sobre um aspecto e outro do cotidiano da cidade.
Na chegada ao Alto do Papagaio - que tem cerca de 3.800 moradores -, Tarcízio se dirigiu à Unidade de Saúde da Família Dr. José Maria Anchieta Santana, onde conversou com o vereador Luiz Augusto de Jesus, o Lulinha, com o administrador do bairro, técnicas em enfermagem e agentes de saúde. Ele observou o trabalho das equipes de limpeza da Secretaria de Serviços Públicos com recolhimento de materiais (Foto 4) que são hospedeiros do mosquito aedes aegypti. O secretário Luiz Araújo disse que toda área do bairro será coberta pela ação, principalmente os terrenos baldios, com equipes permancendo no local até o serviço ser completado.
O prefeito não evitou o contato com moradores no meio da rua (Foto 3) e ouviu solicitações e sugestões nas áreas de saúde, educação e infra-estrutura. Não deixou nenhuma questão sem resposta. Cumprimentou e foi cumprimentado pelas pessoas com um aceno, um aperto de mão, um abraço.
Em seguida, Tarcízio Pimenta e Luiz Araújo se dirigiram para o Conjunto ACM (Foto 2), para observarem o trabalho que a Prefeitura está fazendo, desde o dia 9 deste mês, de revitalização e melhorias da praça do local. O secretário de Serviços Públicos informou ao prefeito que o trabalho estará concluído no dia 9 de abril.
Depois, a vez da praça Esportiva João Marinho Falcão, o Beira Riacho, na Rua Nova, receber a visita do prefeito (Foto 1). No equipamento esportivo, a realização de melhorias no campo, vestuário, traves, com limpeza, poda de árvores e pintura. "Nunca vi este campo como está agora", revelou Antônio Raimundo Souza, o Nem, que vende churrasquinho em dias de jogos.
Por fim, o prefeito Tarcízio Pimenta foi para a Secretaria de Saúde, onde se reuniu com dirigentes da área e com o secretário de Comunicação Social Edson Borges para se inteirar mais sobre o caso da morte sob suspeita de dengue, ocorrido no Hospital Geral Clériston Andrade. Ele aprovou o "Comunicado à Imprensa" (Prefeitura esclarece sobre suspeita de dengue hemorrágica) formatado para esclarecer à população sobre a responsabilidade do Governo Municipal na questão.
As fotos são de Jorge Magalhães/Secom

Prefeitura esclarece sobre suspeita de dengue hemorrágica

Em Comunicado à Imprensa, o Governo Municipal, através da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, está esclarecendo seu papel, em razão da morte de Edvaldo da Silva Souza, registrada neste sábado, no Hospital Geral Clériston Andrade. Eis a nota:
Em razão da morte do montador Edvaldo Silva Souza, 43 anos, residente no bairro Conceição, com suspeita de dengue hemorrágica, a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Feira de Santana iniciou uma imediata investigação e já constatou o seguinte:
Quando ele foi internado em estado grave, no dia 25, no Hospital Geral Clériston Andrade, em nenhum momento foi registrado no prontuário o exame de sorologia, indicado para se detectar ou não a dengue hemorrágica, embora conste que o paciente apresentava sangramentos pela boca e pelo nariz. Não foram feitas nenhuma investigação e notificação do caso.
No atestado de óbito, consta como possíveis causas da morte choque séptico, dengue hemorrágica e complicação hepática grave.
A Vigilância Epidemiológica do Estado, gestor do Hospital Geral Clériston Andrade, não fez a devida comunicação à Vigilância Epidemiológica do Município, que é referência no combate à dengue. Entretanto, ao tomar conhecimento do caso pela imprensa, o Governo Municipal providenciou imediatamente a realização do exame no laboratório da Secretaria Municipal de Saúde, além de remeter amostras para o Lacen. Até o final da tarde de hoje, deverá ser divulgado o resultado do exame.
Este ano, foram notificados (sem confirmação ainda) em Feira de Santana 23 casos de dengue com complicações e todos os pacientes evoluíram para cura, em razão do eficiente atendimento. Apesar da privilegiada situação do município no contexto da problemática da dengue na Bahia e no Brasil, a Secretaria Municipal de Saúde reforçou, desde quinta-feira, a luta contra a doença no município, inclusive com a Caravana de Combate à Dengue, com o objetivo de percorrer bairros recolhendo vasilhames descartados aleatoriamente pela comunidade e incrementando o ataque ao mosquito.
Janice Estrela
Diretora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Feira de Santana

Governo investe na informatização da Saúde

O prefeito Tarcízio Pimenta informou neste sábado, 28, ao Blog Demais, que o Governo Cidade Princesa vai investir na modernidade da área de Saúde com a informatização do sistema. Ele afirmou que "o sistema é complexo e cresceu muito. É necessária a melhoria na qualidade do atendimento e no seu controle para o avanço na prestação dos serviços à comunidade".
Para Tarcízio, "é preciso sair da mesmice, problemas são para serem resolvidos para tornar o sistema mais eficaz".
Sobre os gastos com a implantação da informatização, o prefeito garantiu que tudo será feito dentro da legislação e com transparência. "Feira de Santana é um município grande e todos os procedimentos do governo são tornados públicos", disse. Para Tarcízio, "problemas que afligem a população são para serem resolvidos. Estamos tomando medidas para tornar o sistema mais eficaz".

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Prefeitura intensifica prevenção contra a dengue




Prefeito Tarcízio Pimenta responde questionamento sobre dengue em Feira de Santana
Foto: ACM/Secom

A Prefeitura de Feira de Santana vai intensificar o combate ao mosquito aedis aegypti, transmissor da dengue, através de ações que mobilizarão toda a sociedade. O objetivo é que todos adotem medidas preventivas contra a doença.
O reforço das ações desenvolvidas pela Secretaria de Saúde foi anunciado pelo prefeito Tarcízio Pimenta, na manhã desta sexta-feira, 27, durante entrevista coletiva concedida no auditório desta secretaria.
Já na manhã deste sábado, 28, será lançada a Caravana de Combate à Dengue, a partir do bairro Alto do Papagaio.
O prefeito ressaltou que está sendo preparada uma campanha publicitária completa, que será veiculada em todos os meios de comunicação, alertando e conclamando a comunidade a se envolver no combate à proliferação do mosquito.
A iniciativa também vai envolver todas as escolas da rede municipal. Os alunos atuarão como multiplicadores de informações em suas respectivas áreas residenciais.
A situação da dengue em Feira de Santana está sob controle. O Município apresenta Índice de Infestação Predial (IIP) de 0,54%, até a primeira semana de fevereiro - o aceito como ideal pelo Ministério da Saúde é de até 1%.
Este ano já foram feitas 170 notificações. O Laboratório Central do Estado (Lacen) ainda não confirmou se há ou a quantidade exata de casos da doença no município.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

Caravana de combate à dengue começa neste sábado

A Caravana de Combate à Dengue vai percorrer inicialmente os bairros com maior número de
notificações - começa neste sábado, 28, no Alto do Papagaio, com a presença do prefeito Tarcízio Pimenta. Depois será levada ao Campo Limpo, Parque Ipê, Jardim Cruzeiro, Asa Branca e George Américo.
Para reforçar o trabalho, em breve será lançado o Disque Dengue, serviço telefônico para coleta de informações da comunidade sobre o registro de focos do mosquito aedes aegypti.
O secretário de Saúde João Carlos Cavalcante informou também o encaminhamento de ofício ao Ministério Público pedido providências para que as equipes de agentes tenham acesso às residências fechadas ou aquelas cujos proprietários resistem em liberar a entrada destes servidores. “Em Itabuna e Salvador, as prefeituras já conseguiram. Certamente vamos conseguir também aqui”, frisou.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

Feira de Santana sedia evento sobre Bolsa-Família

Gestores públicos de 30 municípios da região de Feira de Santana participarão na próxima terça-feira, 3 de março, do Encontro Regional de Capacitação do Programa Bolsa-Família, que vai ser realizado no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro, durante todo dia. A abertura será às 9 horas, com a presença do prefeito Tarcízio Pimenta.
Também vão estar presentes os secretários de Desenvolvimento Social Maurício Carvalho, da Educação Anaci Paim e da Saúde João Carlos Cavalcante. A expectativa é de que cerca de 300 pessoas participem do encontro, que inicialmente estava previsto para acontecer em Salvador.
Técnicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, que trabalham no programa, vão ao local do encontro. “Será um evento importante porque nem todos os novos gestores municipais passem a dominar por completo as aplicações deste programa”, diz Maurício Carvalho.
A aplicação do programa tem a participação das três secretarias: a Educação fiscaliza a freqüência escolar, uma das exigências. A vacinação é outra. Este serviço é feito pela Saúde, que observa o cartão de vacinação, das crianças de zero a seis anos.
A Secretaria de Desenvolvimento Social faz o cadastramento das famílias beneficiadas e interage
com o Ministério de Desenvolvimento Social. Em Feira de Santana cerca de 40 mil famílias têm acesso ao programa. Elas devem ter renda de até R$ 120,00.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

Rede Le Biscuit oferece descontos de até 60%

Depois de dois dias com descontos de até 60%, a Le Biscuit acaba de prorrogar a liquidação que oferece produtos de todas as seções com descontos de até 60%. Cadernos, mochilas, estojos, agendas e lancheiras são um dos focos da "Liquida Le Biscuit". Além dos itens que farão parte do ano letivo de crianças e jovens, todas as seções da loja terão produtos com preços especiais, a exemplo de utilidades para o lar, decoração, bazar e informática. A expectativa é de um incremento em 36% das vendas durante a liquidação, que prossegue até 8 de março.
“Apostamos também no material escolar porque muitos pais deixam as compras da lista para a última hora. Mas o consumidor vai se surpreender com a diversidade de ofertas de todas as seções que preparamos especialmente para o período”, afirma a coordenadora de marketing da Le Biscuit, Mônica Campos. A rede de variedades dispõe de cerca de seis mil produtos que contemplam a diversidade de itens solicitados pelas escolas, o que facilita as compras dos pais.
(Com informações de Adriana Jacob e Lívia Santana, da Frente & Verso Comunicação Integrada)

Campanha "Volta às Aulas Solidária" até segunda-feira

Até esta segunda-feira, 2 de março, a oportunidade para doar livros infantis, literários, didáticos e materiais escolares novos para a campanha "Volta às Aulas Solidária". Este é o terceiro ano consecutivo da campanha e o Boulevard Shopping com o apoio da TV Subaé está arrecadando esses materiais no intuito de estruturar a Biblioteca da Mangabeira.
Para participar da campanha, basta entregar a doação no balcão (Foto: Divulgação) situado na alameda Helena Assis, e no dia 3 do próximo mês o Boulevard fará a entrega de todo o material arrecadado. "Precisamos contar com a participação de todos, afinal, educação também é uma responsabilidade da sociedade. Contamos com você", é o apelo.
(Com informações do Departamento de Marketing do Boulevard Shoping)

Investimento do Multiplace é de R$ 30 milhões


O grande complexo empresarial que vai reunir escritórios e consultórios médicos, futuramente integrado ao Boulevard Shopping teve mesmo sua construção iniciada (Foto: Divulgação), como o Blog Demais informou desde o dia 13 deste mês.
O Multiplace está sendo concebido do ponto de vista arquitetônico - conceito moderno, todo em pele de vidro - segurança e funcionalidade, tudo em alta tecnologia - todas as salas com sistema wi-fi, internet sem fio - e trará para o Boulevard Shopping o conceito multiuso de shopping centers, oferecendo ao público mais opções de serviços. O prédio contará com 21 pavimentos, um total 255 salas, cada sala com sua garagem própria, além de auditório para 100 pessoas, um Bussiness Center, mais 230 garagens próprias construídas em três andares do edifício, e com acesso a partir de uma das alamedas do shopping. Os incorporadores do empreendimento são EPP, que também é sócia do Boulevard Shopping e a R. Carvalho.
O investimento para o Multiplace é da ordem de R$ 30 milhões. Depois de inaugurado ele gerará 500 empregos diretos. A inauguração do empreendimento está prevista para dezembro de 2010.
(Com informações do Departamento de Marketing do Boulevard Shopping)

Últimos dias para conferir "Memórias do Presente"




Lançada no dia 17 de fevereiro com um sofisticado coquetel, a exposição "Memórias do Presente" (Fotos: Divony Soares) é composta por trabalhos de artistas plásticos locais reproduzidos através de fotografias. A exposição também presta uma homenagem ao grande artista Carlo Barbosa (1944-1988).
A iniciativa do Boulevard Shopping em realizar tal projeto é tida como inovadora e de comprometimento com a cultura local. E pode ser conferida na praça Raimundo Assis Borges (praça central) e pelos os corredores do shopping, através de exposição aérea.
A exposição "Memórias do Presente" conta com a coordenação do artista plástico Luiz Gomes e decoração da arquiteta Josete Moura Mercês. Estes serão os últimos dias da exposição, que estará no shopping até domingo, 1º de março.
São 19 artistas convidados participando da exposição, entre eles: Carlo Barbosa (homenageado postumamente), Antonio Brasileiro, César Romero, Gil Mario, Jorge Galeano, Juraci Dórea, K. Maia, Leonice Barbosa, Maristela Ribeiro e Nanja.

"Cascalho" volta ao cartaz em Salvador

O filme baiano “Cascalho”, primeiro longa-metragem de Tuna Espinheira, volta ao cartaz em Salvador, entrando nesta sexta-feira, 28, na Sala Walter da Silveira, na Biblioteca dos Barris, em sessão única, às 20 horas.
O filme foi lançado nacionalmente no dia 31 de outubro de 2008, na capital, e ficou em cartaz em Feira de Santana, no Orient Cineplace, entre 14 e 20 de novembro passado. O lançamento nesta cidade teve apoio logístico da Fundação Cultural Egberto Costa.
Trata-se de um raro exemplar do cinema baiano, que merece a visão do público. Totalmente filmado em Andaraí, na Chapada Diamantina, o filme conta a saga dos garimpeiros na região na primeira metade do século passado, e suas disputas com os coronéis. No elenco, atores baianos como Wilson Melo, Harildo Deda, Othon Bastos (Foto, divulgação), o feirense Irving São Paulo (falecido), Gildásio Leite, Caco Monteiro, Lúcio Tranchesi, Maria Rosa Espinheira, dentre outros.
Ganhador do Prêmio Fernando Cony Campos, edital de roteiro da Secretaria de Cultura da Bahia, em 2001, como Melhor Roteiro, Tuna Espinheira roteirizou o romance “Cascalho”, estréia do escritor andaraiense Herberto Salles (1917-1999), lançado em 1944. Na ocasião, recebeu do Estado R$ 1,1 milhão, verba insuficiente para finalizar o projeto. A luta para que a produção chegasse às telas levaria seis anos e consumiria mais cerca de R$ 400 mil (R$ 200 mil do Ministério da Cultura, R$ 40 mil do Fundo de Cultura - utilizado para o som Dolby e para fazer mais duas cópias - e mais R$ 25 de origem particular e R$ 10 mil da Assembléia Legislativa para fazer os trailers do filme).
“Cascalho” concorreu com outros cinco filmes no 37º Festival de Brasília, sendo o único filme fora do eixo Rio-São Paulo a ser selecionado, enquanto que ganhou o Prêmio de Melhor Filme no 1º Festival de Cinema de Macapá - O Cinema no Meio do Mundo.
Segundo Tuna Espinheira, o filme se propõe a ser um grande mural, retratando, em fragmentos, alguns quadros, sem se ater a uma história desenvolvida deste ou daquele personagem. Os acontecimentos se passam na década de 30, últimos momentos da era da colheita do diamante.

Ferreira Costa participa da Liquida Salvador

Começou a Liquida Salvador e os consumidores devem estar atentos às lojas que participam dessa 11ª edição. A grande liquidação, promovida pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL), vai até dia 8 de março e os descontos podem chegar até 70%.
O home center Ferreira Costa, que está a quatro meses em salvador, também participa da liquidação com descontos de 50% em porcelanatos, cerâmicas e louças sanitárias. O diretor Guilherme Costa explica que negociou pessoalmente com os fornecedores para garantir o melhor preço e qualidade dos produtos. “Os clientes que passarem na loja, na Paralela, vão ter a disposição mais de 1 milhão de metros de cerâmica e porcelanato tipo “a” para pronta entrega. Além do desconto, ele ainda pode dividir em até dez vezes sem entrada e sem juros”, afirma.
A Liquida Salvador ainda sorteará cinco carros Celta, dez motos, milhares de ingressos para o show de encerramento da ação e prêmios para vendedores.
(Com informações da jornalista Marlla Farias, da AC Comunicação)

Fábio Jr. protagoniza campanha da maior liquidação do varejo baiano

A Idéia 3 criou uma super campanha a altura da 11ª Liquida Salvador 2009. A realização é da Câmara de Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL), cliente que a agência atendeu por seis anos e após dois anos de intervalo volta a fazer parte da carteira de clientes da Idéia 3. Serão 10 dias de promoção em Salvador e Região Metropolitana, com descontos que chegam a até 70%, além de sorteios de um Captiva, cinco Celta e 10 motos. Os cupons podem ser trocados a cada R$ 25,00 em compras.
Durante a concorrência para esta conta, que aconteceu no ano passado, a Idéia 3 lançou como estratégia a troca de 10 notas fiscais mais R$ 15,00 por um ingresso para o show de encerramento, o que trará ainda mais visibilidade para Liquida Salvador. O show escolhido foi justamente daquele que protagoniza a campanha deste ano: o cantor Fábio Júnior e acontece no dia 28 de março. Os ingressos podem ser trocados nas lojas da Central do Carnaval, em Salvador.
O plano de comunicação engloba peças de Tv, rádio, outdoor e anúncios de revista e jornal, em que Fábio Júnior convida todos para conhecer as promoções do varejo baiano.
(Com informações da jornalista Alice Souza, da Idéia 3 Comunicação)

"Mais Cultura no Portal do Sertão"

Aloma Galeano (Foto), que está à frente do Centro de Cultura Amélio Amorim, infomando que criou um blog, o "Mais Cultura no Portal do Sertão", para auxiliar na divulgação de notícias culturais no Portal do Sertão. "Assim, além do envio de e-mails, vocês também podem frequentá-lo para adquirir informações sobre editais, eventos e programações relacionados a cultura", diz Aloma, completando que "não se trata de um blog autoral, encarem-no apenas enquanto mais um meio de divulgação".
Está lincado na "Dicas de Blogs e Sites" do Blog Demais.

Oficinas do programa "Arte de Viver" iniciam em 9 de março

Com mais de 800 alunos matriculados - inscrições foram encerradas no dia 20 -, as oficinas do programa "Arte de Viver" têm início na segunda-feira, 9 de março. O programa é mantido pela Prefeitura Municipal, através da Fundação Cultural Municipal Egberto Tavares Costa e da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, desde 2001.
São onze cursos oferecidos: Artes Plásticas (com Nailson Chaves), Balé (Denise Damasceno), Canto Coral (Juscélia Figueiredo), Dança Flamenca (Adriana Vasconcelos), Dança de Salão (Adrise Emanuela e Saulo Rangel), Dança do Ventre (Mistsuyana Matsuno), Jazz Dance (Marco Caribé), Teatro Adolescente (Luciano Freire), Teatro Adulto (Roberval Barreto), Teatro Infantil (Tacira Coelho), e Violão (Carlos Alves). As aulas serão ministradas nos três turnos e o semestre será encerrado no dia 22 de junho.
No período de 15 a 19 do próximo mês, a realização de aulas públicas, no Foyer Jota Morbeck e no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro, local do curso.
Luluda Barreto, diretora do Departamento de Atividades Culturais, informa que a matrícula para o segundo semestre já tem período de inscrição: 6 a 10 de julho para os alunos da casa, e de 13 a 17 de julho para alunos novos.

Paz só com Jesus

Depois de "paz pela paz" (?), agora surge a Campanha da Fraternidade com a "paz positiva".
Paz é paz, sem adjetivos e significados diversificados.

"Kaluoka'hina" no Museu Parque do Saber

O Museu Parque do Saber continua com sessões abertas ao público e agendadas por instituições. Nesta sexta-feira, 27, às 20 horas, função no mais moderno planetário do mundo. No sábado, 28, sessões pela manhã, às 8 horas, para alunos da Escola Castro Alves, e à tarde, às 16 horas, para funcionários do Banco Itaú e interessados na sessão.
Nas sessões de sábado, na cúpula de 360 graus - equipamento completamente inovador e de revolucionária tecnologia - , a animação alemã "Kaluoka'hina - O Recife Encantado (Kaluoka'hina - The Enchanted Reef), de Peter Popp, primeiro entretenimento em animação em 3D, produzido originalmente para o formato 360°, em Full Dome, que coloca coloca o espectador no meio da ação. Este programa ganhou o Animago 2005 e foi um dos finalistas no DomeFest, em Albuquerque, Novo México.
"Kaluoka'hina" transporta o espectador para um recife tropical, único no mundo, cheio de aventura e mistério, a partir de antigas lendas e mitos. Um mundo habitado por criaturas do fundo do mar (Foto: Divulgação). Divertido, educativo e emocionante, "Kaluoka'hina" aumenta a consciência de preservação do meio ambiente.
É considerado um exemplar do "Edutainment", mistura de conteúdo educativo e conhecimento com entretenimento.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Presidente do PT perde cargo no governo

Programas de rádio vespertinos anunciaram nesta quinta-feira, 27, a exoneração de Antônio Albertino Carneiro, presidente do PT em Feira de Santana, do cargo de chefe do Escritório Regional de Feira de Santana da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa, vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento e Integração Regional, que coordena programas de combate à pobreza rural.
O deputado estadual José Neto (PT) disse ao jornalista e radialista Renato Ribeiro no programa "Rádio Repórter" que nada tinha a ver com a exoneração - que deve sair no "Diário Oficial do Estado", nesta sexta-feira, 28 -, como foi especulado.
O certo é que só com a saída anunciada fica-se sabendo que o ex-padre Albertino detinha cargo de confiança no governo petista.

Filmes da Semana




Roteiro - Período de 27 de fevereiro a 5 de março

LANÇAMENTO
SIM, SENHOR
(Yes Man), de Peyton Reed, 2008. Com Jim Carrey, Zooey Deschanel e Terence Stamp. Comédia. Após o convite de um amigo, Carl Allen decide ir em um culto de auto-ajuda, que tem por base dizer sim a qualquer coisa que lhe aconteça ou ofereçam. Ao seguir este preceito a vida dele começa a mudar, fazendo com que seja promovido e conheça Allison, por quem se apaixona. Porém, ele começa a perceber que tudo em excesso pode também cansar. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração: 104 minutos. Horários: 14h20, 16h30, 18h40 e 20h50. Sala 3 (167 lugares).
O GRILO FELIZ E OS INSETOS GIGANTES, de Rafael Ribas e Walbercy Riba, 2009. Animação. O Grilo Feliz segue compondo suas músicas, para alegria dos habitantes da floresta, e agora deseja gravar um CD. Porém a descoberta de fósseis de insetos gigantes faz com que ele se envolva em uma inesperada aventura, que o obriga a enfrentar um bando de perigosos louva-deuses comandados por Trambika. Classificação: Livre. Duração: 88 minutos. Horários: 15h20 e 17h15. Sala 2 (160 lugares).
CONTINUAÇÕES
OPERAÇÃO VALQUÍRIA
(Valkyrie), de Bryan Singer, 2008. Com Tom Cruise, Kenneth Branagh, Clarice Von Houten, Tom Wilkinson e Terence Stamp. Drama. 2ª Guerra Mundial. Coronel retorna à Alemanha gravemente ferido devido à guerra na África. Ao chegar ele se envolve em uma conspiração para acabar com o governo local, que tem por objetivo matar Adolph Hitler. O objetivo do grupo é pôr em prática a Operação Valquíria, um plano já existente. Aos poucos ele ganha destaque na organização, sendo encarregado para que cometa o assassinato de Hitler. Em terceira semana. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração: 126 minutos. Horários: 15h30, 18h05 e 20h40. Sala 1 (243 lugares).
SE EU FOSSE VOCÊ 2, de Daniel Filho, 2008. Com Tony Ramos e Gloria Pires. Comédia. Nem bem se recuperaram da experiência em que trocam de corpo um com o outro (como no primeiro filme), Cláudio e Helena novamente passam pela transferência corpórea. O que motivo é que o casal está em crise e ainda descobre que a filha está grávida. Em nona semana. Não recomendado para menores de 10 anos. Duração: 105 minutos. Horários: 19h10 e 21h10. Sala 2.
A PANTERA COR-DE-ROSA 2 (The Pink Panther 2), de Harald Zwart, 2009. Com Steve Martin, Jean Reno, Emily Mortimer, Andy Garcia, Alfred Molina, John Cleese. Comédia. O inspetor Clouseau é designado para uma equipe internacional de investigação, que precisa desvendar o roubo de diversos tesouros. Em segunda semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 10 anos. Duração: 92 minutos. Horários: 15, 17, 19 e 21 horas. Sala 4 (264 lugares).

ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cineplace - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3056 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing da Orient Filmes)

Prefeito concede entrevista sobre a dengue em Feira de Santana

Tudo sobre a dengue em Feira de Santana será o tema de entrevista coletiva, nesta sexta-feira, às 8 horas, no auditório da Secretaria de Saúde, na avenida João Durval Carneiro, Ponto Central, com o prefeito Tarcízio Pimenta e a diretora da Vigilância Epidemiológica, Janice Estrela.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

Tarcízio participa do lançamento da Campanha da Fraternidade




1. Tarcízio Pimenta: Município de portas abertas
2. Paulo Aquino na platéia durante lançamento
Fotos: ACM/Secom
O prefeito Tarcízio Pimenta e o vice-prefeito Paulo Aquino participaram, na manhã desta quinta-feira, 26, do lançamento da Campanha da Fraternidade 2009, que tem como tema “Segurança Pública: A Paz É Fruto da Justiça”. O evento aconteceu no Salão do Júri do Fórum Filinto Bastos e reuniu autoridades e represntantes da sociedade civil.
Segundo o arcebispo metropolitano dom Itamar Vian, o objetivo é promover debate com a comunidade em torno da segurança pública em todo país. “Juntos buscaremos soluções em torno de uma cultura de paz”, espera dom Itamar.
Para Tarcízio Pimenta, campanhas dessa natureza são muito importantes para que o problema seja discutido por toda sociedade, principalmente em Feira. “O Município vai estar de portas abertas para estreitar parcerias, através de palestras e campanhas. Preocupado com esse assunto, no início do governo, criamos interinamente a Secretária de Prevenção a Violência, cujo projeto já foi encaminhado à Câmara Municipal para ser criada definitivamente. O objetivo é prevenir a segurança interligada com outras secretarias”, frisou o prefeito.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

Meio Ambiente disciplina propaganda em avenidas

O secretário de Meio Ambiente, Antônio Carlos Coelho, está conversando com donos de equipamentos de propaganda - artefatos luminosos considerados outdoors - instalados nos anteiros das avenidas de Feira de Santana.
“O objetivo é o disciplinar a atividade”, diz o secretário. As explanações têm como base o inciso IV, artigo 5º do Decreto 6.730, de 13 de agosto de 2008. O que se quer é evitar a poluição visual.
Os encontros, que acontecerão até o dia 9 de março, estão sendo realizados na Secretaria, no Paço Municipal Maria Quitéria.
Antônio Carlos Coelho salienta que o não atendimento à solicitação de comparecimento vai mplicar em adoção de medidas administrativas à revelia dos donos dos equipamentos.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

Programa "Adote um Jardim" abre inscrição


Jardim sob viaduto é exemplo
Foto: ACM/Secom
A Secretaria de Serviços Públicos abriu as inscrições para o programa "Adote um Jardim". Os interessados deverão procurar o Departamento de Manutenção de Áreas Verdes, à rua Tupinambá, s/n, bairro São João, ao lado do Museu Parque do Saber. Poderão se inscrever pessoas físicas e jurídicas.
O município tem centenas de praças e jardins – apenas na Cidade Nova, de acordo com levantamento feito pela Secretaria, existem quase 50. “É imprescindível que a sociedade participe ativamente da conservação destes espaços”, diz o secretário Luiz Araújo.
Para o diretor do Departamento de Parques e Jardins, Jurandir Borges de Oliveira, participar do programa é um ato de cidadania. “Isto mostra que a pessoa realmente preserva a natureza e quer ver ruas e avenidas embelezadas por jardins floridos”.
Ele explica que técnicos da SESP orientarão os interessados com relação ao plantio que deseja fazer nos espaços. “Se nos trouxerem um projeto, nós o analisaremos, mas o apresentaremos o nosso, específico para cada praça ou jardim”.
Os técnicos mostrarão as características de cada espécie, no caso de árvores de grande porte, e onde elas podem ser plantadas. A iniciativa objetiva evitar problemas futuros, como raízes que causam transtornos às construções, por exemplo. Problema que quase sempre termina com a árvore sendo eliminada, causando um prejuízo incalculável ao meio ambiente.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

"O Bolsa Acomodação"

Por Adriana Vandoni
O governo através do seu Bolsa Família está consolidando a acomodação na pobreza de uma massa de trabalhadores em potencial, indivíduos com mais de 18 anos que não se interessam pela própria qualificação profissional. Foi o que revelou a matéria “Plano para qualificar beneficiários do Bolsa-Família fica só no papel“ de Roldão Arruda, no "Estadão". Ou os próximos governos têm coragem para exigir a contrapartida dos que recebem o benefício, ou teremos uma população paga para se manter na pobreza, incapaz de lutar e acomodada nessa situação. Teremos uma população que recebe benefícios, mas cuja única contrapartida será a de participar de quatro em quatro anos para dar continuidade a governos que mantenham programas que continuem garantindo a permanência deles onde estão: na miséria e dependentes de esmolas.
Chegamos ao ponto em que se medidas não forem tomadas para romper com essa acomodação, gerações pagarão pela acomodação que o programa instituiu na faixa mais carente.
Esses programas são chamados erroneamente de “Programas Sociais” e apresentados como dadivosidade do governante, quando na verdade são “programas de solidariedade”, válidos, claro, mas não como um programa de governo que vise o combate à desigualdade social. Projetos com a função determinada de combater a desigualdade só são eficazes quando há a exigência de contrapartidas que impulsionem a pessoa a sair da situação em que se encontra, e com rígida fiscalização do cumprimento delas. Inserir excluídos, qualificando-os, vai além da solidariedade, é uma estratégia econômica. Aumenta a mão de obra produtiva no país, barateia a produção brasileira, insere essa população no mercado de trabalho, diminui o déficit da Previdência, aumenta o consumo, enfim, combater a miséria não quer dizer apenas gesto de bondade do governante. É bom para o pobre desqualificado profissionalmente, que passa a consumir, com isso gerando mais empregos e aumentos de salários para os já empregados, e possibilitando o aumento do lucro de empresários para realizarem novos investimentos. Um ciclo virtuoso que não ocorrerá com os atuais programas.
Projeto social precisa ter contrapartida, data para começar e para terminar. Se ao longo do tempo a número de assistidos aumenta, é sinal que algo está errado. Um governo sério se vangloriaria ao diminuir a quantidade de gente que necessita ser assistida por programas sociais, não pelo aumento de assistidos.
Mas o governo não está preocupado com nada que vá além da criação de novos benefícios sem contrapartida, para consolidar essa pobreza inercial, e como o governo Lula já entra em sua fase final, e nada foi feito nesse sentido, resta-nos esperar que o próximo governo resolva essa questão. Mas não será uma tarefa fácil.
Politicamente não será possível nem traçar datas em anos futuros para a extinção do programa na forma como está, o desgaste político seria enorme!, além das conseqüências sociais que se criaria, já que muitos já deixaram seus empregos para viver na pobreza inercial criada pelo programa. Nessa impossibilidade, embora em um primeiro momento pareça um contra-senso, creio que a exigência de contrapartidas só será possível concedendo novos benefícios além dos que já existem, mas que sejam distribuídos apenas àqueles que cumprirem metas de qualificação profissional.
Além desses novos benefícios, e na impossibilidade de criar metas para a extinção dos já existentes, correções anuais só deveriam ser implementadas de acordo e para quem cumprisse as contrapartidas exigidas. Os acomodados na miséria acabariam sendo estimulados pelos ganhos das correções concedidas aos que aderirem aos planos de requalificação e qualificação profissional.
Caso nada seja feito, estaremos fadados a construir uma faixa de cidadãos que se perpetuará na pobreza, dependente do clientelismo e populismo político.
Mas será que há alguém interesse em acabar com isso?

Site: www.prosaepolitica.com.br

"Bolsa vicia cidadão"

Deu em Claudio Humberto:

Quando não mata de vergonha, o Bolsa Família vicia o cidadão: dos 370 mil selecionados pelo governo para fazer cursos de qualificação, como antecipamos, só 18,5 mil se interessaram – ou 5% dos selecionados.

Está no "Blog do Noblat"


Brasil tem mais ministérios no mundo

Texto extraído do "Blog 25: Democratas":
O Chile possui 22 ministérios. O Reino Unido 17, a França 16, a Alemanha 14 e os Estados Unidos 15. E o Brasil? O Brasil tem 37 ministérios! E muitos deles foram criados para fazer exatamente o mesmo que outros existentes. Exemplo: a Casa Civil e a Secretaria Geral da Presidência da República.
Veja a descrição das atribuições de cada um deles: "A Secretaria-Geral é órgão essencial da estrutura da Presidência da República destinado a assistir direta e imediatamente ao presidente da República no desempenho de suas atribuições". E a Casa Civil é "órgão essencial da Presidência da República destinado a prestar assistência e assessoramento direto e imediato ao presidente da República no desempenho de suas atribuições".
"Para que serve mesmo a Casa Civil?", indaga o Blog Angelo da C.I.A, responsável pelo levantamento sobre os ministérios. Segundo o blog, "a Casa Civil é tão dispensável e inútil que sua titular pode ficar viajando Brasil afora para tentar popularizar seu nome com intenções de viabilizar uma candidatura à Presidência da República".
O blog também considera o Ministério da Integração Nacional, criado pelo presidente Lula para abrigar Ciro Gomes, desnecessário. Nesta mesma categoria ele inclui a Secretaria das Relações Institucionais, a Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca e as secretarias especiais dos Direitos Humanos, de Promoção da Igualdade Racial e de Políticas Para as Mulheres. Todas poderiam estar subordinadas a outras pastas, como Agricultura, Justiça, Educação, Trabalho e Educação, argumenta.
O blog pergunta ainda: "E qual a necessidade de um Núcleo de Assuntos Estratégicos (antiga Sealopra ) em uma estrutura que já tem um Ministério do Planejamento? E para quê serve um Ministério do Desenvolvimento Agrário onde já há uma pasta para a Agricultura? Para quê um Ministério do Desenvolvimento Social? Para quê um Ministério do Esporte? Para quê um Ministério da Cultura? Por que estes não podem ser subdivisões de outros Ministérios?".

Espetáculos baianos no III Festival BNB das Artes Cênicas

O Banco do Nordeste realiza o III Festival BNB das Artes Cênicas, nos Centros Culturais Banco do Nordeste-Fortaleza, Cariri (em Juazeiro do Norte, região sul do Ceará) e Sousa (no alto sertão paraibano), no período de 1º a 31 de março, para marcar o Dia Mundial do Teatro (27 de março). Totalmente gratuito, o Festival conta com a participação de espetáculos baianos, dentre os 224 eventos programados.
O III Festival BNB das Artes Cênicas envolve um diversificado elenco de atividades orientadas para o exercício teatral. No Festival serão realizadas doze mostras cênicas (Brasil, Nordeste, Teatro de Rua, Infantil, de Dança, Ceará, Paraíba, Cariri, Alto Sertão, Primeiro Ato, de Esquetes e de Contos), compreendendo 71 espetáculos de companhias de sete estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Bahia). No final da última sessão de cada espetáculo o público poderá dialogar com os artistas sobre as peças apresentadas, o processo de criação e o fazer teatral.
Quatro espetáculos baianos ganham destaque no Festival, dentro da Mostra Nordeste. São eles: “A Lenda do Dragão Encantado”, da Cia de Teatro O Ar da Caixola; “Diário de um Sedutor”, de Marcos Machado; “Escorial”, do Núcleo Criaturas Cênicas; e “Casa de Ferro”, do Grupo Estado Dramático. As mostras serão apresentadas nos três Centros Culturais do BNB (Fortaleza, Cariri e Souza).
A Mostra Nordeste abarca um total de 16 apresentações de sete peças teatrais de três estados da Região (Ceará, Paraíba e Bahia). Dois espetáculos dessa Mostra foram selecionados pelo Projeto Circulação Cultural, do Ministério da Cultura, com apoio da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, iniciado por uma ação-piloto entre o Sesi e o BNB. Durante o Festival, duas peças das mostras Cariri e Alto Sertão serão eleitas pelo público para se apresentar em Salvador no âmbito do Projeto Circulação Cultural, ainda este ano.
A programação do Festival abrange ainda a realização de dois cursos de apreciação de arte, quatro oficinas de formação artística e cinco oficinas de arte infantis; exibição de cinco filmes, com a série “Teatro em Movimento”; apresentações cênico-musicais de manifestações da tradição cultural e passeios culturais de trenzinho, visitando o Theatro José de Alencar e o Centro Histórico de Fortaleza.
Promotor do Festival, o BNB cumpre seu papel como principal órgão do Governo Federal para o desenvolvimento da Região Nordeste, na medida em que estimula toda a cadeia produtiva das artes cênicas, gerando emprego e renda no setor, criando novas oportunidades e promovendo a formação profissional de todos os que se dedicam à atividade teatral, além de oferecer visibilidade para novos artistas e possibilidade de acesso a outros eventos de caráter nacional.
(Com informações de Luciano Sá, assessor de imprensa do Centro Cultural Banco do Nordeste)

Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz em Salvador

Em março, Mês do Teatro e do Circo, Salvador receberá um dos mais importantes grupos brasileiros de teatro: Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, do Rio Grande do Sul, com o espetáculo "O Amargo Santo da Purificação". A apresentação será no dia 13 às 17 horas, na praça Municipal e o grupo ainda oferece um workshop seguido de um bate-papo, no Salão Nobre da Caixa Cultural, no dia 12.
Contemplado pelo edital de ocupação de espaços da Caixa Cultural, "O Amargo Santo da Purificação" parte dos poemas escritos por Carlos Marighella que, transformados em canções, são o fio condutor da narrativa. Utilizando a plasticidade das máscaras e figurinos com fortes signos, a encenação cria uma fusão do ritual com o teatro dança. Uma visão alegórica e barroca da vida, paixão e morte do revolucionário Carlos Marighella.
(Com informações de Agnes Cajaiba, de Selma Santos Produções e Eventos)

Desaprovadas contas de campanha do PT

Em sessão plenária ocorrida há uma semana, na quinta-feira, 19, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) manteve a decisão de primeiro grau que desaprovou as contas do Comitê Financeiro Municipal Único do Partido dos Trabalhadores (PT) referentes à campanha eleitoral de 2004 e suspendeu a transferência de novas cotas do fundo partidário. A proibição do repasse fica limitada ao diretório municipal do partido.
O relator do processo, juiz Flávio Yarshell, apontou diversas razões para a desaprovação das contas. Entre elas, a falta de recibos eleitorais que comprovassem cerca de R$ 1,3 milhão (7,4% do total arrecadado pelo Comitê) em doações recebidas, divergências encontradas nas quantias declaradas de impostos e taxas, que juntos totalizam R$ 433.506,70, a falta de comprovação de parte dos valores relativos à propaganda e publicidade, no montante de R$ 48.918,00, e omissão de R$ 25 mil de doações recebidas em jantar de arrecadação.
De acordo com o artigo 25 da lei 9.504/97, o partido que descumprir as normas de arrecadação e aplicação de recursos perde o direito ao recebimento das cotas do fundo partidário do ano seguinte, sem prejuízo de eventual apuração por abuso de poder econômico dos candidatos beneficiados.
(Com informações da Assessoria de Comunicação Social do TRE-SP)

Pendências com Justiça Eleitoral podem ser sanadas por eleitores até 16 de abril

Os eleitores faltosos que não justificaram sua ausência nas três últimas eleições devem procurar o cartório eleitoral mais próximo para regularizar sua situação. Caso não regularizem suas pendências com a Justiça Eleitoral até o dia 16 de abril, eles podem ter o título de eleitor cancelado a partir de 30 de abril. O prazo começou no dia 16 deste mês.
Levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com dados fornecidos pelos tribunais regionais eleitorais registrou que 582.828 eleitores estão nessa situação. O total de faltosos representa 0,44% dos 130.604.430 de eleitores do país. A Bahia tem 37.302 eleitores com o título passível de cancelamento.
O site do TSE (http://www.tse.gov.br/internet/index.html) ddipõe de um serviço, em link específico, em que os eleitores em situação irregular podem consultar por meio do número do título ou do nome a situação de seu título de eleitor. Clique aqui para consultar o seu título.
Em 16 de dezembro de 2008, o TSE editou a Resolução 22.986 que fixou prazo para que os eleitores, que não votaram nas últimas três eleições, regularizem sua situação nos cartórios eleitorais para não perderem o título.
Título cancelado
O eleitor que tiver o título eleitoral cancelado não pode se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública ou neles tomar posse.Não pode ainda receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, bem como de fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza.
Além disso, o eleitor em falta com a Justiça Eleitoral é proibido de participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios, ou das respectivas autarquias.
Ele também não pode obter empréstimos em autarquias, sociedades de economia mista, nos institutos e caixas de Previdência Social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo.
O cancelamento do título eleitoral impede ainda que ele obtenha passaporte ou carteira de identidade ou renove matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. Fica proibido ainda de praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda.
Voto facultativo
Os eleitores que não comparecerem ao cartório eleitoral de sua cidade para regularizar a pendência estão sujeitos à multa. Não estão sujeitos ao cancelamento aqueles que não votaram, mas cujo voto é facultativo.
(Com informações do Centro de Divulgação da Justiça Federal)

Prédio dos Correios é demolido


Antigo prédio dos Correios está sendo derrubado
Foto: ACM
A placa diz que é reforma e ampliação do prédio dos Correios e Telégrafos, na avenida Getúlio Vargas. Era para ter sido iniciada, como informa a placa, no dia 25 de junho de 2007, com prazo de 150 dias corridos para ser entregue.
Nesses dias, pode-se ver afinal a movimentação de alguns operários, que estão demolindo o prédio, que tem mais de 60 anos e com certo valor histórico. Nem historiadores nem defensores do patrimônio dos outros ainda se manifestaram com a ação do Governo Federal em colocar abaixo o prédio.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Botafogo na final



O Botafogo acaba de ganhar do Fluminense por 1 a 0, gol de Fahel, no Maracanã, e está na final da Taça Guanabara. No domingo, 1º de março, enfrenta o Resende.

ProJovem Urbano inscreve profissionais nos dias 2 e 3 de março

As inscrições para a seleção simplificada de profissionais que atuarão no ProJovem Urbano acontecem nos dias 2 e 3 de março. Os interessados deverão se dirigir à sede do programa, à avenida Senhor dos Passos, 212, sala 10, no Centro Empresarial Avenida - prédio anexo -, em horário comercial.
O serviço será temporário. Serão contratados 50 professores - de Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, História, Geografia e Língua Inglesa, exceto para História e Geografia, que serão cinco para cada uma as disciplinas, as outras serão dez os contratados.
Também serão abertas vagas para cinco assistentes sociais e 20 para pessoal de apoio - merendeiras e agentes de serviços gerais. Para professores e profissionais de participação cidadão, a seleção terá três etapas. Já para o pessoal de nível fundamental, serão duas.
Para os educadores, as etapas serão a análise curricular, devidamente comprovado, entrevista e curso específico. O pessoal de nível fundamental terá o currículo analisado e será entrevistado. A carga horária semanal será de 30 horas.
Será formada uma comissão de avaliação do processo para o ProJovem com representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social, Secretaria da Educação, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, da Comissão do ProJovem e da Procuradoria Geral do Município.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

Tarcízio tem audiência com vereadores

Prefeito Tarcízio Pimenta com presidente da Câmara, vereador Antônio Carlos Passos Ataíde, em audiência anterior
Foto:ACM/Secom


As quintas-feiras são destinadas pelo prefeito Tarcízio Pimenta às audiências com vereadores de Feira de Santana. Nesta quinta, 26, ele vai destinar os dois horários do expediente para recebêlos em seu gabinete de trabalho.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

"Vencedores não são aqueles que nunca falham, mas os que nunca desistem"

De 10 a 12 de abril, na Estância Árvore da Vida, em Sumaré, São Paulo, a realização do V Encontro Nacional UDF 2009, que tem como tema "Vencedores não são aqueles que nunca falham, mas os que nunca desistem". A crise é o tema central desse encontro. Num cenário permeado de crises, é certamente o tema da atualidade. "Foi essa a direção que recebemos de Deus para nosso próximo encontro pois, com tantos motivos para esmorecer, somos chamados à vitória", diz o apelo.
A Universidade da Família (UDF) promove eventos anuais há mais de quinze anos. Os encontros nacionais da UDF proporcionam comunhão, edificação e revigoramento à liderança de igrejas, escolas cristãs e instituições com trabalhos pró-familiares. O Encontro Nacional da UDF é um evento singular pois é idealizado e feito para toda a família, com programação exclusiva para todas as idades.
Preletores
Craig Hill
- Fundador e presidente do Family Foundations International (FFI), que coordena os cursos "Veredas Antigas", "Romance à Maneira de Deus" e o curso de casais "Aliança" em mais de 32 países. Ex-empresário, piloto, missionário e professor, possui uma capacidade singular para o aconselhamento bíblico e cura de traumas emocionais. É pastor, escritor e preletor reconhecido em temas relacionados à família.
André Panasiuk - Vice-presidente sênior para a América Latina do Crown, é especialista em comunicação com passagem em organizações como WMBI Radio Esperanza (rádio hispânica do Instituto Bíblico Moody) e presidente do conselho da Associação Hispânica de Emissoras Religiosas e Comitê Latino da Sociedade Bíblica Americana. É professor, escritor e preletor sobre finanças, família e mídia.
Bob e Audrey Meisner - Apresentadores do programa de televisão "It's a New Day", com audiência em todo Canadá e com alcance também no Reino Unido (também disponível na Internet). Bob é presidente do ministério New Day Ministries. São pioneiros no trabalho com emissoras de televisão cristãs desde 1984 e experientes na implantação e pastoreio de igrejas. São escritores e preletores na área de casamento e relacionamentos.
Jorge e Márcia Nishimura (Foto)- São fundadores e atuais presidentes da Universidade da Família (UDF), que integra quatro ministérios internacionais voltados à edificação das famílias. Jorge é membro ativo de diversos conselhos de empresas e instituições educacionais e Márcia colabora com o departamento de pesquisas de novos materiais da UDF. São preletores sobre assuntos relacionados ao fortalecimento familiar, princípios sobre finanças, empresa familiar e governança corporativa.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Encontro dos prefeitos: Veja principal nota de empenho

Os custos do Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas, realizado nos dias 10 e 11 de fevereiro, em Brasília, realmente ainda estão dando pano para as mangas. Na semana passada, o Governo Federal afirmou que as despesas com o evento foram de apenas R$ 253 mil. Na quarta-feira, 18, o Palácio do Planalto reconheceu gastos de R$ 1,8 milhão com o encontro.
A notícia do Planalto confrontava com a descoberta de que o Ministério das Cidades também financiou o evento com pouco mais de R$ 1,3 milhão. O Contas Abertas encontrou no Siafi a nota de empenho emitida pela pasta para cobrir despesas com o evento.
A nota informa que foi empenhado R$ 1,3 milhão para pagamento de “prestação de serviços de organização de eventos, visando todas as atividades de operacionalização, execução e acompanhamento, que poderão ser realizados na cidade de Brasília/DF e em outros Estados, cujos atenderão ao Ministério das Cidades”. A empresa favorecida é a Dialog Serviços de Comunicação e Eventos. Clique aqui para ver o empenho.
No Congresso, o líder do DEM, deputado Ronaldo Caiado (GO), quer esclarecimentos do Governo Federal sobre os gastos com o Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas. Caiado apresentou quatro requerimentos de informação à Mesa Diretora da Câmara, para encaminhá-los aos ministérios das Cidades, da Fazenda (incluindo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal), do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (incluindo BNDES) e de Minas e Energia (incluindo Petrobras).
Cabe ao 1º secretário da Câmara encaminhar os requerimentos ao governo. Após receber os requerimentos, os ministérios têm 30 dias para prestar a informação.
(Com informações do site Contas Abertas)

Deu em Claudio Humberto

Deputados torram verba no recesso
A ONG Contas Abertas divulgou um relatório onde aponta que os deputados federais gastaram mais de R$ 4,8 milhões em verbas indenizatórias durante o mês de janeiro, quando nenhum deles estava em Brasília. As despesas com material de expediente para os escritórios vazios, por exemplo, somaram R$ 70 mil. Serviços de consultoria e assessorias custaram R$ 523,5 mil. A Câmara gastou também R$ 493,9 mil com aluguéis de imóveis; e só em hospedagem, alimentação e transporte foram R$ 1 milhão.

Comédia com Jim Carrey e animação brasileira




1. Jim Carrey e Zooey Deschanel em "Sim Senhor"
2. "O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes", animação brasileira
Fotos: Divulgação
Duas novidades nas telas do Orient Cineplace, a partir desta sexta-feira, 27. Uma é a comédia “Sim, Senhor”. Outra, o filme de animação brasileiro “O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes”. Continuam em cartaz: “Se Eu Fosse Você 2”, em nona semana de sucesso; “Operação Valquíria”, em terceira semana; e “A Pantera Cor-de-Rosa 2”, em segunda semana.
Em “Sim, Senhor” (Yes Man), um homem decide ir a um culto de auto-ajuda, que prega que se deve dizer sempre sim a tudo que aconteça em sua vida. Ele tem a vida mudada, mas acaba se cansando das transformações. Dirigido por Peyton Reed, tem Jim Carrey, Zooey Deschanel e Terence Stamp no elenco. É baseado em livro de Danny Wallace, um jornalista e produtor britânico que, durante seis meses, respondeu sim a toda e qualquer questão ou proposta que lhe foi feita, anotando os resultados.
Precedido por “O Grilo Feliz”, realizado em 2001, “O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes”, de Walbercy Ribas e Rafael Ribas, que são respectivamente pai e filho, foi totalmente animado com tecnologia 3D. Na narrativa, o Grilo Feliz continua compondo músicas, para alegria dos habitantes da floresta, e deseja gravar um CD. Porém a descoberta de fósseis de insetos gigantes faz com que ele se envolva em uma aventura, que o obriga a enfrentar um bando de perigosos louva-deuses.

Decadência da nobreza e ascensão da burguesia em "O Leopardo"

Claudia Cardinale e Burt Lancaster em "O Leopardo"
Reprodução
Um ano depois de lançado, em 1964, “O Leopardo” (Il Gattopardo), de Luchino Visconti, 1963, foi exibido em Feira de Santana, no extinto Cine Madrid. Foi o 371º visto de meus cadernos de filmes e exibido na mesma semana de dezembro em que foi lançado nacionalmente o filme feirense “O Grito da Terra”, de Olney São Paulo, no Cine Santanópolis. Nesta terça-feira, a revisão, em DVD, desta obra-prima estética de Luchino Visconti, que ganhou a Palma de Ouro do Festival de Cannes. Um filme refinado e sofisticado, de cenografia suntuosa, com mais de três horas de duração. São 205 minutos.
Século 19, em 1860, o pano de fundo é o período do “Il Risorgimento”, o conturbado processo de unificação italiana. O filme conta a história do príncipe Don Fabrizio Salina (Burt Lancaster), que testemunha a decadência da nobreza e a ascensão da burguesia, lutando para manter seus valores em meio a fortes contradições políticas.
Baseado no romance homônimo de Giuseppe Tomasi di Lampedusa, “O Leopardo” tem roteiro de Suso Cecchi D’Amico, Pasquale Festa Campanile, Enrico Medioli e o próprio Visconti, fotografia de Giuseppe Rotunno e música de Nino Rota.
Além de Burt Lancaster, tem a belíssima Claudia Cardinale no elenco, bem como Alain Delon, Paolo Stoppa, Mario Girotti (que depois mudou o nome para Terence Hill, atuando como Trinity em vários caubóis italianos), Pierre Clémenti e Giuliano Gemma (depois, mocinho de “O Dólar Furado”).

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Padre pode pegar 15 anos de prisão por acusação de furtar a própria igreja

O padre Francis Guinan, 66 anos, que trabalhava na Igreja Católica St. Vincent Ferrer desde setembro de 2003, em Delray Beach, na Flórida, Estados Unidos, foi acusado de crime de segundo grau por apropriação indevida de um valor que ficou entre 20 mil e 100 mil dólares durante 19 meses.
Segundo a promotoria, o padre pegava o dinheiro e usava para fins pessoais como viagens para Bahamas, Las Vegas, joalherias e móveis para a casa dele. O padre pode pegar até 15 anos de prisão. A sentença deve sair em 25 de março.

Quem quer ser o maior premiado com o Oscar?


Dev Patel e Freida Pinto em "Quem Quer Ser um Milionário?"
Divulgação
“Quem Quer Ser um Milionário?”, que só estréia no Brasil em 6 de março, ganhou oito prêmios (teve dez indicações) Oscar na noite de domingo, 22, na 71ª cerimônia da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. O longa-metragem venceu nas categorias: Melhor Filme, Diretor (Danny Boyle), Roteiro Adaptado, Fotografia, Mixagem de Som, Edição, Trilha Sonora Original e Canção Original.
O filme conta a história de um jovem de 18 anos que vive numa favela em Mumbai, na Índia, e vira celebridade após ganhar a chance de participar de um jogo de perguntas e respostas na televisão.
“O Curioso Caso de Benjamin Button”, que liderava o número de indicações - com 13 -, ficou tão somente com três prêmios - Melhor Maquiagem, Direção de Arte e Efeitos Especiais.
“Milk - A Voz da Verdade”, além de Sean Penn como Melhor Ator ganhou com Melhor Roteiro Original; e “Batman - O Cavaleiro das Trevas” venceu com Melhor Ator Coadjuvante (prêmio póstumo para Heath Ledger) e Edição de Som.
Kate Winslett, depois de seis indicações, ganhou o Oscar de Melhor Atriz por seu papel em "O Leitor", Penelope Cruz venceu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante com "Vicky Cristina Barcelona".
Outras premiações do Oscar:
- Melhor Longa de Animação - "Wall•E";
- Melhor Figurino - "A Duquesa";
- Melhor Documentário de Longa-metragem - "Man On Wire";
- Melhor Documentário de Curta-metragem - "Smile Pinki";
- Melhor Curta-metragem - "Spielzeugland (Toyland)";
- Melhor Animação de Curta-metragem - "La Maison en Petits Cubes";
- Melhor Filme Estrangeiro - "Departures".

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Como anda a premiação do Oscar

Outras premiações do Oscar 2009, até o final da noite deste domingo, 22:
- Melhor Ator Coadjuvante: vencedor Heath Ledger por “Batman - O Cavaleiro das Trevas”;
- Melhor Curta-metragem: vencedor “Spielzeugland (Toyland)”;
- Melhor Fotografia: vencedor “Quem Quer Ser um Milionário?”;
- Melhor Maquiagem: vencedor “O Curioso Caso de Benjamin Button”;
- Melhor figurino: vencedor “A Duquesa”;
- Melhor Direção de Arte: vencedor “O Curioso Caso de Benjamin Button”;
- Melhor Animação de Curta-Metragem: vencedor “La Maison en Petits Cubes”;
- Melhor Longa de Animação: vencedor "Wall•E";
- Melhor Roteiro Adaptado: vencedor “Quem Quer Ser um Milionário?”;
- Melhor Roteiro Original: vencedor “Milk - A Voz da Liberdade”.

Penelope Cruz ganha Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante

Penelope Cruz com "Vicky Cristina Barcelona" foi a vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. Ela disputou com Amy Davis e Viola Davis ("Dúvida"), Taraji P. Henson ("O Curioso Caso de Benjamin Button") e Marisa Tomei ("O Lutador").
O filme de Woody Allen não foi exibido em Feira de Santana, no Orient Cineplace, apesar de anunciado (com cartaz no foyer) e passando trailer.
A atriz espanhola foi vista no ano passado em outro filme, "Fatal", ao lado de Ben Kingsley (o sir que é casado com uma feirense, lady Daniela Carneiro)

Muniz Sodré e os factóides da imprensa

Extraído do "Blog do Programa Rádio Repórter":
O jornalista e escritor Muniz Sodré, em artigo publicado no site “Observatório da Imprensa”, alerta sobre as maiores práticas da imprensa brasileira ao incorrer nos vícios da "precipitação" e publicação de "fatos totalmente inventados".
Ele cita três episódios, o caso da jovem supostamente atacada por neonazistas, o fechamento de rádios comunitárias no Rio de Janeiro, tentando de forma tendenciosa associar a ação da Anatel ao combate do tráfico de drogas nas favelas e a matéria sobre um suposto esquema de superfaturamento na aquisição de computadores pela Fundação Biblioteca Nacional para a instalação de novas bibliotecas em municípios do país, uma etapa do enorme esforço dos programas Livro Aberto e Mais Cultura, capitaneado pelo Governo Federal.
Assim como no caso das rádios comunitárias, uma denúncia anônima mobilizou atenções. Agora se tratava de um e-mail antigo, em que um remetente fantasma falava com um funcionário de uma empresa de computadores sobre um suposto percentual que poderia ser dado a funcionários da BN. Acicatado pelo e-mail, o jornalista comparou os preços atuais dos equipamentos com aqueles adquiridos na época da licitação e concluiu por um superfaturamento, afirma Muniz Sodré.
A produção de factóides, termo utilizado pelo ex-prefeito do Rio Cesar Maia, tem sido uma constante na imprensa brasileira. Com o objetivo de se criar impacto, sensacionalismo e buscar uma audiência, um fato fictício por motivação política ou apenas para se atingir desafetos, se transforma numa verdade absoluta.
Muniz alerta que é justamente neste ponto que se vem levantando a questão do futuro do jornalismo impresso frente à comunicação eletrônica. Não vale a pena sequer suscitar a possibilidade de má-fé, malevolência (ou do que, numa certa gíria jornalística recente, se vem chamando de "esculacho") na edição da notícia. Não, a realidade parece apontar para o factóide, gerado pela má apuração e pela precipitação noticiosa, que terminam suscitando uma "suspeita", ótima para os critérios editoriais de um momento, mas incômoda para a instituição mencionada e, no limite, danosa para a instituição do jornalismo, enquanto prática que classicamente sustenta um pacto de credibilidade com o leitor.
Ainda no artigo, Muniz Sodré cita que editorialmente, acontecimento é a referência apropriada por uma seqüência de enunciados cronologicamente ordenados, alterando-se a técnica de apropriação de acordo com o gênero em que se manifeste a narrativa. Na notícia, que é uma estratégia essencialmente jornalística, o acontecimento referido obriga-se a ser verídico (real-histórico, portanto) e a obedecer à técnica corrente na comunidade do jornalismo corporativo. O real da notícia é a sua "factualidade", a sua condição de representar um fato por meio do acontecimento jornalístico.
O "jornalismo de qualidade", parece apontar para o aprofundamento do fato social por meio da exposição do acontecimento. Fatos totalmente ou parcialmente inventados são índices de uma fissura no pacto implícito da imprensa com seu público. Ganha-se atenção pública com o "esculacho", mas se fere o compromisso classicamente instituído com a cidadania, que define, em última instância, a comunidade discursiva dos leitores.

Por que jornalistas são atacados?

Por Renato Ribeiro

Hoje no Brasil estima-se que mais de 90% dos jornalistas que atuam no mercado já tiveram ou tem alguma ligação política com sindicatos ou agremiações partidárias, movidos principalmente por princípios ideológicos. A esquerda tem sido preferencialmente o abrigo para grande parte destes profissionais, que se realizam em alinhar suas convicções pessoais ao trabalho diário.
Os veículos de comunicação, nas mãos dos políticos, criam uma realidade incontestável, o cerceamento da opinião do jornalista que fica praticamente impedido de expressar livremente suas idéias em nome da sobrevivência e da garantia da empregabilidade. Novos profissionais que estão nas faculdades de jornalismo e vivem da utopia de um mundo diferente acham que podem tudo, que a liberdade de expressão e o sensacionalismo garantem um lugar no mercado e despertam a atenção e credibilidade do público leitor. Ledo engano. Ousadia e perspicácia em apurar informações, ao serem divulgadas devem vir seguidas de responsabilidade e bom senso.
Jornalista só é notícia quando morre ou está envolvido em algum caso de corrupção, diferente disso, quando se verifica um interesse contínuo e deliberado em querer desmoralizar o trabalho de algum jornalista ou radialista, se configura em perseguição com interesse político-partidário ou meramente ação de desafetos, que gostariam na verdade de estarem no lugar de quem eles agridem.
O jornalista que se destaca geralmente se torna alvo preferencial daqueles que ainda não conseguiram consolidar o seu espaço, quem é respeitado e trabalha com ética na comunicação, seja no âmbito privado ou público, transforma-se em vidraça. O inconformismo dos insatisfeitos gera aberrações com ataques a honra e a dignidade.
O experiente Edson Borges, hoje secretário de Comunicação Social, afirmou a este jornalista que nada melhor do que o trabalho focado na seriedade para superar qualquer tipo de boato ou factóide. Quem vive de fofoca pode ser tudo, menos jornalista. Portanto, jornalistas conceituados são atacados porque brilham e se destacam e não precisam fazer o mal para aparecer e conquistar o reconhecimento da sociedade.

* Renato Ribeiro é jornalista e radialista


Funcionamento da Unimed no período de Carnaval

Confira os dias e horários de funcionamento da Unimed Feira de Santana e das empresas parceiras nestes dias de Carnaval.
Unimed Sede: retorna quarta-feira, 25, em horário normal, a partir das 8 horas;
Laboratório Unimed: retorna na quarta-feira, 25, em horário normal, a partir das 8 horas;
Hospital Unimed: Funcionamento normal, 24 horas;
Unicred: O banco Unicred retorna na quarta-feira, 25, à tarde.
Usimed: A farmácia dos usuários da Unimed retorna o atendimento na quarta-feira, 25, em horário normal, a partir das 8 horas.
(Com informações de Rose Leal, da Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unimed Feira de Santana)

"Eles ajudaram a destruir o Rio"

Por Sylvio Guedes, editor-chefe do "Jornal de Brasília":
É irônico que a classe artística e a categoria dos jornalistas estejam agora na, por assim dizer, vanguarda da atual campanha contra a violência enfrentada pelo Rio de Janeiro.
Essa postura é produto do absoluto cinismo de muitas das pessoas e instituições que vemos participando de atos, fazendo declarações e defendendo o fim do poder paralelo dos chefões do tráfico de drogas.
Quando a cocaína começou a se infiltrar de fato no Rio de Janeiro, lá pelo fim da década de 70, entrou pela porta da frente.
Pela classe média, pelas festinhas de embalo da Zona Sul, pelas danceterias, pelos barzinhos de Ipanema e Leblon. Invadiu e se instalou nas redações de jornais e nas emissoras de TV, sob o silêncio comprometedor de suas chefias e diretorias.
Quanto mais glamuroso o ambiente, quanto mais supostamente intelectualizado o grupo, mais você podia encontrar gente cheirando carreiras e carreiras do pó branco.
Em uma espúria relação de cumplicidade, imprensa e classe artística (que tanto se orgulham de serem, ambas, formadoras de opinião) de fato contribuíram enormemente para que o consumo das drogas, em especial da cocaína, se disseminasse no seio da sociedade carioca - e brasileira - por extensão.
Achavam o máximo; era, como se costumava dizer, um barato. Festa sem cocaína era festa careta. As pessoas curtiam a comodidade proporcionada pelos fornecedores: entregavam a droga em casa, sem a necessidade de inconvenientes viagens ao decaído mundo dos morros, vizinhos aos edifícios ricos do asfalto.
Nem é preciso detalhar como essa simples relação econômica de mercado terminou. Onde há demanda, deve haver a necessária oferta. E assim, com tanta gente endinheirada disposta a cheirar ou injetar sua dose diária de cocaína, os pés-de-chinelo das favelas viraram barões das drogas.
Há farta literatura mostrando como as conexões dos meliantes rastacuera, que só fumavam um baseado aqui e acolá, se tornaram senhores de um império, tomaram de assalto a mais linda cidade do país e agora cortam cabeças de quem ousa-lhes cruzar o caminho e as exibem em bandejas, certos da impunidade.
Qualquer mentecapto sabe que não pode persistir um sistema jurídico em que é proibida e reprimida a produção e venda da droga, porém seu consumo é digamos assim, tolerado.
Que a mídia, os artistas e os intelectuais que tanto se drogaram nas três últimas décadas venham a público assumir: 'Eu ajudei a destruir o Rio de Janeiro'.
Façam um adesivo e preguem no vidro de seus Audis, BMWs e Mercedes'.
Fonte: Jornal de Brasília

Filme de Mr. Bean na Record


Na noite deste domingo, 22, a partir das 22 horas, a Rede Record programou a exibição da comédia "Mr. Bean - O Filme", com Rowan Atkinson (Foto: Divulgação). No ano passado, durante a campanha política em Feira de Santana, este e outros filmes do personagem foram muito vistos, locados em DVD.

Plano para qualificar beneficiários do Bolsa-Família não decola

Deu em "O Estado de S. Paulo":
Anunciado em agosto do ano passado, às vésperas das eleições municipais, o plano do governo para qualificar profissionalmente beneficiários do Bolsa-Família - e facilitar seu ingresso no mercado de trabalho - ainda não decolou. O pior para o governo, porém, é que os entraves na pista de decolagem aumentam. O mais visível deles? A mudança da conjuntura econômica - idealizado quando a economia efervescia, o plano de qualificação enfrenta agora um cenário desfavorável, de encolhimento do mercado de trabalho. Mas não é só. As autoridades foram surpreendidas também pelo desinteresse das pessoas convidadas para os cursos profissionalizantes.
No ano passado, o Ministério do Desenvolvimento Social selecionou 370 mil pessoas - com mais de 18 anos e a 4ª série do ensino fundamental concluída - e enviou-lhes uma cartinha. Nela apresentava o chamado Plano Setorial de Qualificação e as convidava a participar. O retorno foi fraco: só 5% mostraram interesse.
Em números absolutos, foram 18.500 pessoas - muito aquém da proposta do governo de qualificar, só neste ano, 200 mil beneficiários, nos setores de construção civil e turismo.

Deus não abençoa Carnaval

"O Carnaval é invenção do diabo/ Que Deus abençoou", cantou Caetano Veloso. A primeira parte da letra está certa, pois Carnaval é festa da carne que tem origens no paganismo da antiguidade, onde se permite tudo. A segunda parte é uma blasfêmia, pois o Senhor não tem nada a ver com a festa. Deus não abençoa Carnaval nenhum.

Filmes indicados ao Oscar 2009 exibidos em Feira de Santana


Brad Pitt e Cate Blanchett em "O Curioso Caso de Benjamn Button", em sexta semana
Divulgação
"O Curioso Caso de Benjamin Button", que está em sexta semana no Orient Cineplace, como em cinemas de todo o país, é o filme com maior número de indicações para o Oscar 2009. O ótimo filme recebeu doze indicações para a 81ª edição da maior premiação do cinema, que ocorre na noite deste domingo, 22, em Los Angeles: Melhor Filme, Diretor (David Fincher), Ator (Brad Pitt), Atriz Coadjuvante (Taraji P. Henson), Roteiro Adaptado, Direção de Arte, Edição, Maquiagem, Fotografia, Figurino, Trilha Sonora, Mixagem de Som, e Efeitos Especiais.
Outros filmes já exibidos em Feira de Santana, no Multiplex do Boulevard Shopping, estão com indicações ao Oscar, como é o caso de:
"Batman: O Cavaleiro das Trevas", com oito indicações: Ator Coadjuvante (Heath Ledger), Direção de Arte, Edição, Maquiagem, Fotografia, Efeitos Especiais, Edição de Som, e Mixagem de Som;
"Wall•E", com seis indicações: Melhor Animação, Roteiro Original, Trilha Sonora, Canção, Mixagem de Som, e Edição de Som;
"Foi Apenas um Sonho", com três indicações: Melhor Ator Coadjuvante (Michael Shannon), Direção de Arte e Melhor Figurino;
"Homem de Ferro", com duas indicações: Edição de Som e Efeitos Especiais;
Com uma indicação, os filmes:
"Bolt: Supercão" - Melhor Animação
"Kung Fu Panda" - Melhor Animação
"Na Mira do Chefe" - Roteiro Original
"A Duquesa" - Direção de Arte
"Hellboy II: O Exército Dourado" - Maquiagem
"O Procurado" - Mixagem de Som
"Austrália" - Melhor Figurino.

sábado, 21 de fevereiro de 2009

O joio do trigo em Zurique

Por Jota Alves
Lendo o editorial "O costume do cachimbo deixa a boca torta", de Carlos Borges, no "Brazilian Gazeta", da Flórida, mudei o título desta crônica. Minhas opções foram: "A brasileira de Zurique"; "Uma mentirosa na Suíça" ou "A espertalhona de Zurique", aquela que praticou automutilação, mentiu às autoridades do país que a aceitou, onde trabalhava em multinacional, namorava e vivia confortavelmente. A espertalhona fez o presidente Lula cair em mais uma esparrela ao vociferar contra a Suíça. Celso Amorim, o ministro que não emplaca uma vitória para o Brasil em organismos internacionais, ameaçou levar o país amigo às sanções da ONU pelo “ataque” de xenofobia à cidadã brasileira e agora se recusa a pedir desculpas ao governo e ao povo suíço que ele apressadinho - como os órgãos da nossa imprensa oxigenada pelas verbas de Brasília - ofendeu e ameaçou com a sua ideologia de pobres, mas orgulhosos. Mais um vexame internacional que enxovalha a imagem já bastante chamuscada do (a) brasileiro (a) no exterior.
Escreve Carlos Borges: “Fomos catequizados e nos acostumamos a driblar e ridicularizar regras. O culto à desobediência e avacalhação das leis vem de muito, muito longe." E aí, quando vamos para o exterior, quase sempre agimos com os ensinamentos e práticas ora do jeitinho, ora da mentira, ora da malandragem. Que bom seria se ao atravessarmos o Atlântico ou o Pacifico mudássemos o nosso comportamento desde o berço contaminado por aquilo que chamamos do “jeito de ser brasileiro”. Achamos que somos mais astutos e mais espertos que os outros povos ao driblarmos leis, regras, sistemas, ambientes, tradições, culturas, e então quebramos a cara quando somos presos e deportados e aí começa a choradeira e a auto complacência de que fala Carlos Borges. O joio no Brasil está proliferando com maior rapidez e destruição que o trigo. E parte desse joio vive nos Estados Unidos, na Europa...
O que essa advogada fez em Zurique para receber seguro de uns R$ 200 mil reais vai dar pano pra manga com enorme publicidade negativa para todos nós. Ainda bem que a comunidade de lá não saiu em passeata protestando contra políticos e governo. Também em Pernambuco a autocomplacência foi superada pelo bom senso e os protestos não aconteceram. Quando as fotos da mentirosa foram publicadas o mico foi geral. Todos se mostraram sensíveis, solidários. E exatamente quando uma lei a favor dos imigrantes tinha sido aprovada na Suíça. Entre os desdobramentos, confissões e relatos há um de que ela ganharia dinheiro com as letras de um partido político em seu corpo. Será que ela é mesmo uma desajustada mental? Será que o lúpus a descontrolou? Será que a fixação por gravidez era verdadeira ou mais um truque para forçar casamento, melhoria de status? Ou simplesmente mais uma espertalhona a manchar a imagem do brasileiro que trabalha, estuda, luta e que vive, honestamente, no exterior? A história é tão surreal que a gente não sabe como ela vai acabar ou se vão aparecer fatos novos. Ou será que neste texto eu também estou pagando um tremendo mico? Estou sendo complacente?
Pelo joio ou pelo trigo vou ficar com o ministro Celso Amorim, o Rasputin* do imperador Lula e insistir no dito pelo não dito e tocar pra frente ou vocês queriam que o ministro das Relações Exteriores do Brasil desse a mão à palmatória? Malandragem pública, política, interna e externa. O ministro não quis saber da inside story, de opiniões e induziu (mais uma vez) o seu presidente a falar asneiras, como naquela vez em que Lula disse que os suíços, os franceses, os portugueses não falam mal de seus países quando estão no exterior, mas o brasileiro gosta de falar mal do Brasil quando está no estrangeiro. Por ter vivido mais de trinta anos no exterior, hasteando a bandeira e promovendo o Brasil e os brasileiros, dei-lhe uma resposta com o título "A Suíça não é aqui", publicada no "Jornal do Brasil" e em dezenas de jornais, revistas e blogs.
O Brasil deve, sim, pedir desculpas formais à Suíça e a seu povo, amigos do Brasil e de seu povo. De lá um brasileiro dirigiu a maior e mais poderosa organização esportiva do planeta, a Fifa, engrandecida e modernizada por João Havelange. Com aquele estilete a desvairada não somente mutilou o próprio corpo como o corpo, a alma e a decência de milhões de brasileiros que vivem no exterior e que, infelizmente, pelo crescimento do joio nas nossas comunidades estão sendo cada vez mal vistos e ridicularizados como vindos do “país das dançarinas (leia-se prostitutas) e malandros”.
E nada de autocomplacência, de choradeira, de falsos momentos de orgulho. O governo se arvora em defensor de uma cidadã, mas não cumpre as promessas feitas aos brasileiros que ajudam a mandar para o Brasil mais de três bilhões de dólares, anualmente. Quantas agências da Caixa Econômica Federal estão abertas nos Estados Unidos, na Europa? Onde está o Plano de Aposentadoria para os brasileiros que um dia voltarão e que ficarão sem aposentadoria no exterior e no Brasil? Usaram o caso da brasileira como um factóide político num momento em que a imagem do governo no exterior e principalmente na Europa/Itália está em baixa, e se deram mal. É o caso de se gritar: cala boca, Aderbal, como a figura do "Zorra Total", aquele que já foi um dos melhores programas da TV brasileira.
Todos devem refletir sobre o caso da mentirosa-malandra-alucinada de Zurique e não dar nenhuma colher-de-chá à malandragem brasileira. Deixemos a autocomplacência de lado e trabalhemos todos na cada vez mais difícil e árdua tarefa de separar o joio do trigo. Ser brasileiro só não basta. É preciso ser honesto para não manchar o nome do Brasil e dos brasileiros. As leis de imigração nos Estados Unidos e na Europa vão ficar cada vez mais duras para a malandragem, brasileira ou não...
* Rasputin: camponês russo, “profeta, curandeiro e conselheiro” que exerceu grande influência sobre o Tzar e a Tzarina, os últimos imperadores da Rússia.
* Jota Alves criou o Dia do Brasil nos Estados Unidos, em setembro de 2008, promovido em Xangai e Moscou. Foi secretário de Governo em Mato Grosso.