*

*

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14
Orient Cineplace Boulevard - 15 - 18 (Dub) - 21 (Leg)

domingo, 30 de novembro de 2008

O melancólico (e caro) desempenho da Lula News

Deu no Blog Reinaldo Azevedo:
Por Wilson Tosta, no Estadão:
A TV Brasil, emissora estatal federal, que faz um ano esta semana, planeja instalar, a partir de 2009, 39 repetidoras, para espalhar pelo País seu sinal aberto, que atualmente só chega a Rio, Maranhão e Brasília, e entra em São Paulo a partir de terça-feira só por recepção digital. As retransmissoras anunciadas pela presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), jornalista Tereza Cruvinel, se somarão a uma rede de 24 televisões públicas que compartilhará um mínimo de 10 horas de programação diária.
Elas podem engrossar a lista de polêmicas que cercaram a "TV Lula" - como o PSDB e o DEM a batizaram, acusando-a de oficialismo - e envolveram a saída de diretores por divergências, um editor denunciando suposta censura e até uma greve de funcionários.
"Há localidades do Brasil aonde a rede pública não chega", diz Tereza. "Nesses lugares, estamos requisitando canais analógicos de retransmissão. É só um transmissor, e aí você faz um acordo com alguém que tenha uma torre ou um prédio elevado, instala e retransmite a programação naquela área." Ela estima em R$ 800 mil o custo de cada retransmissora.
O orçamento da empresa é de R$ 350 milhões, valor que deverá ser mantido em 2009. Somado aos cerca de R$ 20 milhões de patrocínios e prováveis R$ 80 milhões da Contribuição para a Comunicação Social, a ser deduzida do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) e ainda a ser regulamentada, deverá garantir recursos para a empresa tocar seus planos, mesmo em tempos de crise econômica. No total, a EBC está investindo R$ 100 milhões em equipamentos. Tem 1.440 funcionários, dos quais 250 na TV Brasil.
Atualmente, a TV Brasil só atinge a maior parte do território nacional por antena parabólica. Seu sinal aberto chega a menos de 1% das cidades: apenas 52 dos 5.564 municípios brasileiros. O público potencial é de pouco mais de 26 milhões de telespectadores, mas a audiência só supera o traço em alguns programas especiais.
Criada pela fusão da estatal Radiobrás (criada pela ditadura militar para reunir emissoras oficiais de rádio e um canal de TV em Brasília) com a TV Educativa, que tinha canais no Rio e no Maranhão, a nova emissora começou transmitindo para essas praças em VHF, UHF e emissoras a cabo. Levou um ano para montar uma estrutura que lhe permitisse colocar no ar seu canal aberto em São Paulo.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Teatro em boa companhia

Nesta segunda-feira, 1º de dezembro, a trupe feirense Cia Cuca de Teatro se reúne com representantes da rede pública municipal e estadual de ensino para juntos discutirem a importância do teatro enquanto instrumento que facilita e contribui para o desenvolvimento intelectual do cidadão. Há três anos a trupe desenvolve em Feira de Santana o projeto "Fantasia Um Caminho na Educação", onde com o patrocínio das empresas Le Biscuit e Pererê Peças, através do Fazcultura, estudantes da rede pública de ensino recebem gratuitamente espetáculos de teatro (foto, divulgação) voltados para a infância e juventude.
Já são mais de 25 mil crianças atingidas em todo o município, um saldo de mais de 40 escolas beneficiadas. Um dos principais pontos a ser discutido nesse encontro é o novo formato do projeto "Fantasia - Um Caminho na Educação Para 2009", onde o grupo espera continuar contando com o apoio dos representantes das escolas públicas, possibilitando com isso uma maior participação, envolvimento e aproximação do teatro com a educação. “Sempre buscamos esse diálogo com as escolas, acreditamos que o trabalho de parceria é sinônimo de bons resultados, afinal o compromisso com a cultura é de todos nós”, define o responsável pelo projeto, o diretor de produção Henrique Motté.
Criada em 1998, a Cia Cuca de Teatro tem o objetivo de realizar projetos culturais voltados para o público infanto-juvenil. Suas principais montagens são "Maria Minhoca", "A Flauta de Pã", "Só Depende de Nós", "A Peleja de Maria Bonitinha" e "O Boi e o Burro no Caminho de Belém".
(Com informações de Elizete Destéffani, da Cia Cuca de Teatro)

Animação em Feira

Até segunda-feira, 1º de dezembro, estão abertas as inscrições para Primeira Mostra de Vídeos de Animação em Feira de Santana - Anima Uefs -, que acontece nos dias 10 e 11 do próximo mês. O evento é uma iniciativa do Cineclube Imagens e do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). A mostra é uma das novidades da II Feira Mostra Filmes: "Iguais nas Diferenças - 60 Anos da Declaração dos Direitos Humanos. Inscrições e outras informações: http://projetoimagensuefs.blogspot.com/.

FTC reconhecida como instituição socialmente responsável

A Rede de Ensino FTC foi contemplada com o Selo Instituição Socialmente Responsável (ilustração), emitido pela Associação Brasileira de Mantenedores de Ensino Superior (Abmes). O selo é um reconhecimento ao compromisso da instituição com a Educação e a Sociedade, constatada pela participação na edição 2008 do Dia da Responsabilidade Social, realizada em 27 de setembro deste ano.
A certificação tem validade até outubro de 2009 e permite a utilização do selo em jornais, livros, revistas, folders, cartazes, camisas, sites, e-mails e peças para emissoras de TV. As ações do Dia da Responsabilidade Social foram realizadas simultaneamente em todas as unidades da rede, envolvendo alunos, professores e colaboradores.
A FTC Feira se destacou no evento, concentrado no bairro Santo Antônio dos Prazeres, cumprindo à risca o objetivo da iniciativa: materializar ações voluntárias de conscientização, serviços e atendimentos gratuitos oferecidos à população nas áreas de saúde, segurança, meio ambiente, engenharia, informática, administração e outras, além de apresentações culturais e recreativas.
Após sete horas ininterruptas de atividades, na praça principal do bairro, foram registrados milhares de atendimentos, com intervenções aparentemente simples, mas de grande relevância para uma comunidade carente. O Dia da Responsabilidade Social possibilitou aos alunos e professores ultrapassarem os limites da sala de aula e se aproximaram da realidade em que vivem as pessoas do bairro.
(Com informações de Socorro Pitombo, da Assessoria de Comunicação FTC/FSA)

Tuna quer lugar ao sol para "Cascalho" no Complexo Unibanco/Glauber Rocha

Recebi e-mail do cineasta Tuna Espinheira (foto, Basílio Fernandez) no qual ele relata que seu filme "Cascalho" continua na briga "por um lugar ao sol nas telas dos cinemas". Ele ratifica que sua estadia em Feira de Santana foi "gratificante, tenho certeza que foi um marco importante". Tuna envia cópia de solicitação de interferência pela sua obra feita à jornalista Sofia Frederico, diretora da Diretoria de Artes Visuais e Multimeios (Dimas), da Fundação Cultural do Estado da Bahia, para que "testemunhe parte desta necessária luta":
Nosso filme "Cascalho", conforme, eu próprio já havia vaticinado, em texto publicado na coluna "Crítica de Cinema", do André Setaro, na "Tribuna da Bahia", não teve a oportunidade de usufruir da propaganda boca-a-boca, tão importante para filmes sem vitrines luminosas. Digo isto, sem mágoas e surpresas. Acho mesmo que a semana em Salvador e aquela outra em Feira de Santana, significaram um marco importante. Dezenas de cartas aos jornais (três delas, efetivamente publicadas pelo jornal "A Tarde"), inúmeras opiniões em blogs, e-mails recebidos, artigo entusiasmado do jornalista Vitor Hugo Soares, publicado, de forma simultânea, na "Tribuna da Bahia", "Terra Magazine", "Blog do Noblat" (os dois últimos de grande acesso de leitores pelo Brasil afora), análise crítica do crítico André Setaro, em emblemático texto de reconhecimento, da obra em questão.
Por força de algumas surpresas desagradáveis, a principal, relativa à proposta da Sala de Arte, que negou qualquer parceria com as exibições em cópia digital (Código Raien), só aceitando o pagamento, com contrato firmado, no valor de R$ 10 mil, por algumas sessões em suas diversas salas. Ora, finalizamos, com extremo sacrifício, esgotamos todos os recursos, portanto o lançamento não poderia deixar de ser: “sem lenço e sem documento”. Jamais teríamos condições de assumir este tipo de negócio, que nos causou perplexidade e é, com certeza, um flagrante desrespeito com o cinema baiano como um todo. Fizemos uma contra proposta, não houve qualquer resposta.
Por precaução, estamos solicitando a interferência do Irdeb/Dimas, numa possível negociação, para conquistar um lugar ao sol no Complexo Unibanco/Glauber Rocha. Ficaria inexplicável, para a combalida produção do cinema prata da casa, a exclusão do filme "Cascalho" no referido espaço, que leva o nome ilustre de um cineasta combativo, polêmico, defensor intransigente de um cinema de idéias, um cinema que mostrasse a cara do Brasil na tela, próximo ao verso clássico de Noel Rosa: “São nossas coisas, são coisas nossas”.
Atenciosamente, Tuna Espinheira.

Convidados internacionais para inauguração do Teatro Virtual

Além de convidados nacionais, estaduais e locais, a inauguração oficial do Teatro Virtual, primeira etapa do Museu Parque do Saber, vai contar também com personalidades internacionais, mais propriamente convidados alemães, da empresa Carl Zeiss, fabricante do planetário ZKP4 Quinto. A entrega do equipamento pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho será no dia 15 de dezembro, às 15 horas.

Programa BNB de Cultura 2009 seleciona 192 projetos artísticos nordestinos entre 2.238 inscritos

Do total foram contemplados 17 projetos culturais de 11 municípios baianos entre 368 propostas inscritas no Estado
Um total de 192 projetos, entre 2.238 inscritos, foi selecionado pelo Programa BNB de Cultura 2009 - uma linha de patrocínio direto do Banco do Nordeste, com dotação orçamentária de R$ 3 milhões, para apoio à produção e difusão da cultura nordestina, mediante seleção pública de projetos nas áreas de Artes Cênicas, Artes Visuais, Audiovisual, Literatura, Música e Artes Integradas ou Não-Específicas. A lista de projetos selecionados está disponível no portal do BNB (www.bnb.gov.br).
Mais da metade dos recursos (R$ 2,019 milhões, ou 67,3%) serão destinados para projetos com ações culturais em municípios de até 100 mil habitantes, dentro da área de atuação do Banco (Nordeste, Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo).
Dos 192 projetos, foram aprovados 40 de Artes Cênicas, 31 de Artes Visuais, 14 de Audiovisual, 29 de Literatura, 44 de Música e 34 de Artes Integradas ou Não-Específicas. Entre 368 inscritos na Bahia, foram contempladas 17 propostas, oriundas de 11 municípios - sendo três de Artes Cênicas, quatro de Artes Visuais, um de Audiovisual, dois de Literatura, quatro de Música e três de Artes Integradas ou Não-Específicas.
A lista de cidades baianas com projetos contemplados abrange: Banzaê, Cachoeira, Eunápolis, Lauro de Freitas, Mundo Novo, Nova Redenção, Paulo Afonso, Rio de Contas, Salvador (sete), Uibaí e Vitória da Conquista. Desses 11 municípios, apenas quatro (Salvador, Lauro de Freitas, Vitória da Conquista e Paulo Afonso) têm mais de 100 mil habitantes.
Os 192 projetos selecionados procedem de 88 cidades diferentes. 77 propostas (40,1%) foram oriundas de 60 municípios da área de atuação do BNB, com até 100 mil habitantes. Outras 111 (57,8%) foram originárias das nove capitais da Região e mais 17 cidades interioranas localizadas na área de atuação do Banco, com mais de 100 mil habitantes. Houve ainda quatro projetos (2,1%) oriundos das cidades de Belo Horizonte/MG (dois), Mesquita/MG e Vitória/ES.
Os 2.238 projetos inscritos foram provenientes de 363 cidades de 17 estados brasileiros - os 11 estados na área de atuação do Banco, mais Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.
Desse total, um montante de 1.094 (48,9%) propostas veio de 334 municípios interioranos localizados na área de atuação do Banco. Outros 1.068 (47,7%) projetos vieram das nove capitais nordestinas, e mais 39 (1,7%) propostas vieram de 12 cidades situadas nos sete estados retrocitados. 2.162 (96,6%) projetos foram elaborados por proponentes residentes dentro da área de atuação do BNB.
Para a seleção dos projetos culturais, foram considerados os seguintes critérios: qualidade técnica e/ou artística; ineditismo da proposta; atendimento de interesse da comunidade; formação ou aperfeiçoamento profissional; condições de sustentabilidade; viabilidade físico-financeira; potencialidade de consolidação a imagem do BNB junto à sociedade; e ações e investimentos dos recursos financeiros voltados prioritariamente para municípios da área de atuação do BNB, menos providos de atividades culturais.
Para analisar os projetos, o Banco formou comissões de avaliação para as seis modalidades artísticas, cada uma composta por cinco especialistas, a saber:
· Artes Cênicas: Álvaro Fernandes de Oliveira (PB), Antônio Edson Cadengue (PE), Domingos Elias Souza Silva (MA), Lenício Queiroga (RN) e Luiz César Alves Marfuz (BA)
· Artes Visuais: Ângela Maria de Almeida (RN), Ayrson Heráclito Novato Ferreira (BA), Dyógenes Chaves (PB), Gabriela Caldas (SE) e Márcia Prates (MG)
· Audiovisual: Glauber Paiva Filho (CE), Hermano de Figueiredo Mendes (AL), Josenilton Tavares (RN), Lilian Cristina Monteiro França (SE) e Suzane Oliveira Jales de Carvalho (PI)
· Literatura: Carlos Gildemar Pontes (PB), Feliciano José Bezerra Filho (PI), Norma Ástrea Nunes Grünewald (ES), Raimundo Carrero de Barros Filho (PE) e Simone Cavalcante de Almeida (AL)
· Música: Alberto Pedrosa Dantas Filho (MA), Antônio Carlos Tavares da Cunha (BA), Carlos Alberto (Calé) Alencar da Silva (CE), Catarina de Labouré Pereira Sales (AL) e Raimundo Aurélio de Melo (PI)
· Artes Integradas ou não-Específicas: Anastácio Braga (gerente do Centro Cultural Banco do Nordeste-Cariri), Henilton Menezes (gerente do Ambiente de Gestão da Cultura do BNB), Jacqueline Medeiros (consultora interna do Centro Cultural BNB-Fortaleza), Ricardo Pinto (gerente do CCBNB-Sousa) e Tibico Brasil (assessor do Ambiente de Comunicação do BNB)
(Com informações de Gabriel Salgado, da Assessoria do BNB na Bahia)

Cidadania feirense para Armando Sampaio

O empresário Armando Sampaio, companheiro de Rotary Club de Feira de Santana, vai receber na sexta-feira, 5 de dezembro, às 19h30, no plenário da Câmara Municipal, o Título de Cidadão Feirense.

Boulevard amplia estacionamento em 300 vagas

Objetivando otimizar a entrada, saída e circulação de veículos dentro do seu estacionamento, o Boulevard Shopping está ampliando o espaço que ganhará mais 300 vagas - que representam 1.500 rotativas -, melhorando a oferta de vagas para os seus clientes. A previsão de entrega da obra do estacionamento é para o dia 15 de dezembro, período em que esquentam as vendas do Natal.
"A necessidade de ampliação se dá devido ao crescimento do shopping, em número de lojas e conseqüentemente no fluxo de clientes", explica a superintendente Viviane Freire. Ela completa que "tudo está sendo feito pensando no conforto dos nossos freqüentadores!".
O Boulevard Shopping procurou a Secretaria de Serviços Urbanos e sua Diretoria de Parques e Jardins visando conciliar a necessidade de ampliação de vagas para estacionamento dos clientes com a questão ambiental. Assim, 23 palmeiras foram transplantadas no entorno do novo estacionamento e para outras áreas do shopping. Outras plantas de menor porte, assim como toda a grama retirada da área verde, também foram transplantadas para o Estacionamento E6 e entorno da Rua Coronel José Pinto.
Investimento
Enquanto isso, com a expansão da Alameda Oscar Marques, o Boulevard Shopping está ganhando uma mega store de 285 metros quadrados, além da ampliação da Farmácia Silva, bem como quatro novas lojas que estão em negociação com a administração.
A inauguração da Alameda Oscar Marques (onde está localizado o Hiper Bompreço) está prevista para acontecer no dia 5 de dezembro.
O shopping está investindo recursos da ordem de R$2 milhões na expansão da Alameda Oscar Marques e na ampliação do seu estacionamento. Conforto e segurança à disposição dos clientes!
(Com informações de Ludimila de Oliveira, Departamento de Marketing do Boulevard Shopping)

Duas promoções de cinema de graça




1. Al Pacino e Robert De Niro em "As Duas Faces da Lei"
2. Gerard Butler em "Rock'n Rolla - A Grande Roubada"
Fotos: Divulgação
O leitor do Blog Demais pode participar de duas promoção para assistência de filmes que estão em cartaz no Orient Cineplace, com convite válido entre segunda-feira e quinta. Uma, de "As Duas Faces da Lei", em parceria com a California Filmes. Outra, de “Rock1n Rolla - A Grande Roubada”, em parceria com a Espaço/Z Marketing de Entretenimento, através da Warner Bros. Para participar o interessado deve enviar e-mail para oliveiradimas@bol.com.br ou postar mensagem nesta nota alusiva à promoção.

Estrutura da família em discussão por estudantes de Psicologia da FTC

A família será o eixo central das discussões no seminário que alunos do 8º semestre do curso de Psicologia da FTC Feira estarão promovendo neste sábado, no auditório da faculdade. O evento, que será coordenado pelo professor Pierre Gonçalves, com apoio do colegiado da área, será iniciado às 8 horas. Durante todo o dia haverá uma extensa programação, contemplando temas relacionados à disciplina Família e Conjugalidade.
Como está a família hoje? Quais são as suas angústias e principais problemas? Como definir família? Estes e outros questionamentos serão apresentados durante o seminário, com o objetivo de compreender as teorias sobre a família. Ao mesmo tempo, é uma provocação para que a sociedade possa discutir sobre as novas formas e modelos de família que surgem neste momento.
O seminário será apresentado pelos próprios alunos. Cada um dos cinco grupos debaterá um tema, dentro da proposta da disciplina, trabalhada ao longo do semestre. Os temas são: Educando na Infância para Colher os Frutos na Adolescência, Pais e Filhos Adolescentes: Conflitos e Limites, Abuso sexual contra crianças e adolescentes: o que a família pode fazer? Os vários tipos de família: Uma nova realidade e A família que se tem e a família que se quer.
A partir da percepção da Psicologia como ciência comprometida com a sociedade, a proposta dos estudantes é exatamente fomentar a discussão sobre a relação pais e filhos, o que contribuirá para a compreensão e prevenção de determinados atos. Através de debates, o seminário pretende oferecer a chance de intervir nessa relação, promovendo a possibilidade de melhorar a relação familiar, a partir dos temas abordados: limites, necessidades, conflitos e diálogos.
(Com informações de Socorro Pitombo, da Assessoria de Comunicação da FTC/FSA)

Livro de Washington Queiroz convida a um passeio pela poesia


"Passeios" é o título do livro do feirense Washington Queiroz (foto), que será lançado nesta sexta-feira, 28, a partir das 20 horas, no foyer do Teatro do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca). A obra traz produções de épocas e situações distintas. Poemas escritos mais recentemente e outros em momentos mais distantes, oferecendo a possibilidade de se conhecer a trajetória do autor, na condução da sua poesia.
O livro que agora chega ao público contempla vários temas: o amor, a simples observação do cotidiano, a existência, o eu e o seu mal-estar no mundo atual. "A reflexão sobre o existir dá o tom predominante à coletânea", considera Mirella Márcia Longo, na apresentação da obra. Segundo a escritora, que é professora de Literatura Comparada na Ufba e pesquisadora do CNPq, "trata-se de poesia reflexiva, sem dúvida, porém, na esteira de Drummond, as conclusões sobre a existência vêm expressas no jogo tenso entre conceito e imagem".
Como quase todo escritor, Washington Queiroz começou com trabalhos em revistas, em especial na revista "Hera", uma publicação local, fundada pelo poeta Antônio Brasileiro, juntamente com alguns alunos, entre os quais Washington se incluía. "Cantata" foi o seu primeiro livro. Poeta, biólogo e antropólogo, também desenvolve pesquisa sobre os vaqueiros. Escreve poesia desde os 16 anos e "Passeios" é o seu quarto livro. Atualmente, é membro - único feirense na condioção -do Conselho Estadual de Cultura.
(Com informações de Socorro Pitombo, da Assessoria Cuca/Uefs)

Alunos de Medicina Veterinária da FTC na Fenagro

Um grupo de alunos do Curso de Medicina Veterinária da FTC Feira estará participando, entre esta sexta-feira, 28, e domingo, 30, da 21ª edição da Fenagro, a segunda maior exposição agropecuária do país, que será realizada até 7 de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador. Durante três dias, os estudantes terão a oportunidade de acompanhar de perto todas as ações desenvolvidas com os animais que participarão da mostra.
A atividade, que tem caráter complementar, terá orientação da professora Morgana Borges, coordenadora do curso. Segundo ela, o objetivo é proporcionar aos alunos a vivência prática de conteúdos teóricos trabalhados em sala de aula. A iniciativa terá o apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária, que disponibilizará o espaço da Casa do Médico Veterinário, nas dependências do parque, para que o grupo possa se reunir e guardar o material utilizado.
Já no primeiro dia da feira, os 12 alunos integrantes do grupo vão acompanhar a recepção dos animais no Parque de Exposições, juntamente com profissionais da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab). Eles participarão também do atendimento clínico dos animais, juntamente com médicos veterinários plantonistas; dos exames reprodutivos, que serão feitos por veterinários autônomos; e da preparação dos animais para as provas, com os organizadores do evento.
Destaque internacional
Para Morgana Borges, é fundamental a participação dos estudantes em eventos que possam transmitir noções para a prática profissional. Ela destacou a importância da Fenagro, principal evento agropecuário do Norte/Nordeste, que este ano deve atrair cerca de 300 mil visitantes. A expectativa dos organizadores é de que a movimentação financeira seja superior a R$ 115 milhões, com negócios envolvendo venda de animais e produtos. Mais de 10 mil animais participarão da feira.
Considerado um dos maiores eventos especializados do país, a edição 2008 da Fenagro ganha destaque internacional, com a participação de 13 países, dentre eles, Nova Zelândia, Bélgica, Suécia, Uruguai, Nicarágua, El Salvador, além de delegações da Suíça, Argentina e México. O evento agropecuário é uma ação conjunta da Associação Baiana de Criadores (Abac) e o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri).
A Fenagro, que fecha o ciclo anual das exposições agropecuárias no Brasil, tem como característica do evento o alto padrão da qualidade, resultado de um rigoroso processo de triagem e a própria linhagem dos animais. O evento conta também com uma extensa programação de treinamentos, palestras, cursos e seminários voltados para o interesse dos produtores e consumidores em geral, além de leilões e exposições de equipamentos e shows musicais para o público em geral.
(Com informações de Socorro Pitombo e Madalena de Jesus, da Assessoria de Comunicação da FTC/FSA)

60 anos da Sociedade Bíblica Brasileira na Câmara


Mesa da sessão especial da Câmara
Foto: Vicen Ferreres
Sensibilizar a sociedade brasileira a ler a Bíblia e descobrir seu valor para a vida. Estes são os objetivos do projeto “2008, o Ano da Bíblia”, que foi o tema da palestra realizada pelo pastor Elias Brasil de Souza, na noite de quarta-feira, 26, em sessão especial da Câmara Municipal de Feira de Santana, conduzida pelo presidente Antônio Carlos Passos Ataíde. O evento, que serviu também para registrar os 60 anos de fundação da Sociedade Bíblica Brasileira, foi iniciativa do vereador José de Arimatéia.
“A Bíblia é um mapa que orienta, uma alavanca que duplica forças”, disse o vereador, ao saudar o palestrante e demais convidados que prestigiaram a sessão. Ele destacou a importância da Bíblia, “o maior best seller de todos os tempos”, que transmite os ensinamentos sagrados de geração a geração. Arimatéia lembrou o episódio da queima de Bíblias pelo governo francês, em praça pública, e reafirmou que o livro sagrado é a essência da Palavra de Deus.
A importância da Bíblia foi destacada também pelo palestrante, que usou citações de pessoas públicas de vários momentos da história do Brasil e do mundo sobre o livro para ilustrar seu pronunciamento - do ex-presidente norte-americano Abraham Lincoln e o jurista Ruy Barbosa ao jogador de futebol Kaká. “A Bíblia é um elemento que une a todos, não importam as diferenças religiosas, ideológicas ou partidárias”, disse o pastor.
Lembrando que a Bíblia tem traduções em mais de 2.400 línguas, Elias Brasil, que é membro do Comitê Nacional da Sociedade Bíblica do Brasil, enfatizou a necessidade de difusão da obra que Coelho Neto classificou como “o livro da alma”, pois conta a saga da humanidade.
Segundo o palestrante, a Sociedade Bíblica Brasileira, em seus 60 anos de funcionamento, já distribuiu mais de 60 milhões de exemplares da Bíblia, fato simbolizado com a distribuição entre os presentes, no final da sessão.
Além do palestrante, integraram a mesa o bispo Roque Hudson, presidente da Associação dos Ministros Evangélicos (AME), pastor José Marcelo de Araújo Silva, da Associação Missionária de Pastores Evangélicos, vereador José de Arimatéia, representando o deputado estadual Eliedson Ferreira, e a secretária de Saúde Denise Mascarenhas, representando o prefeito José Ronaldo de Carvalho. A solenidade foi encerrada com a apresentação do Quarteto Contrastes e do cantor Levita Moreno.
(Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Filmes em cartaz







Período de 28 de novembro a 4 de dezembro

LANÇAMENTOS
AS DUAS FACES DA LEI (Righteous Kill), de Jon Avnet, 2008. Com Robert De Niro, Al Pacino, John Leguizamo, Donnie Wahlberg, Carla Gugino, Brian Dennehy. Drama de ação. Após 30 anos como parceiro no Departamento de Polícia de Nova York, os condecorados detetives David e Thomas deveriam estar aposentados. Eles são chamados para investigar o assassinato de um conhecido cafetão, que parece ter ligação com um caso envolvido com eles há alguns anos atrás. Como no crime original a vítima é um criminoso suspeito, cujo corpo foi encontrado junto a um poema que justifica o assassinato. Quando outros crimes similares acontecem fica nítido que eles estão às voltas com um serial killer. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração: 106 minutos. Horários: 14h20, 16h30, 18h45 e 21 horas. Sala 1 (243 lugares).
ROCK’ROLLA - A GRANDE ROUBADA (Rock’n Rolla), de Guy Ritchie, 2008. Com Gerard Butler, Thandie Newton, Tom Wilkinson e Gemma Arterton. Ação. Uma obra de arte de muito valor desaparece e desperta a cobiça de vários criminosos, que partem em busca do objeto de desejo. Não recomendado para menores de 16 anos. Duração: 104 minutos. Horários: 16h40 e 21h10. Sala 3 (167 lugares).
MAX PAYNE (Max Payne), de John Moore, 2008. Com Mark Wahlberg, Mila Kunis, Chris O’Donnell, Olga Kurylenko e Beau Bridges. Ação. Policial indisciplinado tenta encontrar os assassinos de seus familiares. O desejo de vingança faz com que ele se aprofunde cada vez mais no submundo, sendo obrigado a enfrentar até mesmo inimigos do além. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração:103 minutos. Horários: 14h50, 17 horas,19h10 e 21h20. Sala 4 (264 lugares).
CONTINUAÇÕES
ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA
(Blindness), de Fernando Meirelles, 2008. Com Julianne Moore, Mark Ruffalo, Alice Braga, Danny Glover e Gael Garcia Bernal. Drama. Misteriosa epidemia espalha cegueira na população provocando o caos por todos os lados. Em terceira semana. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração: 124 minutos. Horários: 15h50, 18h20 e 20h50. Sala 2 (160 lugares).
007 QUANTUM OF SOLACE (Quantum of Solace), de Marc Forster, 2008. Com Daniel Craig, Olga Kurylenko, Mathieu Amalric, Judi Dench e Giancarlo Giannini. Ação. Dá continuidade às aventuras de James Bond mostradas em “Cassino Royale”. Após ter sido traído por Vesper, a mulher que amava, o agente 007 luta contra a vontade de transformar sua próxima missão em um assunto pessoal, que o leva para a Áustria, Itália e América do Sul. Em quarta semana. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração: 105 minutos. Horários: 14h30 e 19 horas. Sala 3.
ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cineplace - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3056 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing da Orient Filmes)

Monumento em homenagem a Georgina Erismann marca 80 anos do "Hino à Feira"

“Liberdade de uma Poetisa” é o nome da escultura (foto) que faz homenagem à poetisa Georgina Erismann (1893-1940). Na criação do artista plástico Gil Mário as formas de asas alçando vôo, registrando os 80 anos da criação da obra mais enaltecida da feirense, que é o "Hino à Feira". O monumento será inaugurado nesta terça-feira, 2 de dezembro, às 18 horas, pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, idealizador da homenagem. A peça será plantada na avenida João Durval Carneiro, em frente ao Boulevard Shopping. Mais uma ação que mostra que Feira de Santana tem memória. Pelo menos nos últimos oito anos, com inúmeros exemplos.
O projeto do artista plástico Gil Mário tem as dimensões de 5,60 metros de altura, com largura de dois metros e comprimento de 1,10 metro. Consta na parte inferior da escultura a letra do "Hino à Feira" e o nome de Georgina Erismann vazado na chapa.
Segundo Gil Mário, a homenagem deve-se "à persistência do prefeito José Ronaldo de Carvalho em registrar e resgatar a memória de ilustres personagens feirenses que contribuíram para o engrandecimento desta terra". Para ele, trata-se de uma "retribuição aos benfeitores de Feira de Santana, dando exemplo para futuras gerações".

Hino à Feira

Salve, ó terra formosa e bendita!
Paraíso com nome de Feira...
Toda cheia de graça infinita,
És do Norte a princesa altaneira.

Bem nascida entre verdes colinas,
Sob o encanto de um céu azulado...
Ao estranho tu sempre dominas,
Com o poder do teu clima sagrado.

Sorridente como uma criança,
Descuidosa da sua beleza...
Do fruto és a linda esperança,
Terra moça de sã natureza.

Poetisa do branco luar...
Pelas noites vazias de agosto,
Fiandeira que vive a fiar,
A toalha de luz do sol posto.

De Santana és a filha querida,
Noite e dia por ela velada.
E o teu povo tão cheio de vida,
Só trabalha por ver-te elevada.

Salve, ó terra formosa e bendita!

Festival de Diversidade Cultural em Salvador


Nesta sexta-feira, 28, e no sábado, 29, a realização do 7º Festival de Diversidade Cultural - Tangolomango, com apresentação de grupos artísticos brasileiros e de outros países da América Latina.
O evento acontece no largo Tereza Batista e no Teatro Sesc/Senat, no Pelourinho, em Salvador, que aporta o festival pela primeira vez. As atrações artísticas são nas áreas de circo, dança, música e teatro. A entrada é franqueada ao público. A produção é de Selma Santos Produções e Eventos.

Teatro Virtual tem inauguração no dia 15 de dezembro


O Teatro Virtual, primeira etapa do Museu Parque do Saber, que leva o nome de Dival da Silva Pitombo, será inaugurado oficialmente no dia 15 de dezembro, às 15 horas, pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho. Autoridades nacionais, estaduais e locais estarão sendo convidadas para o ato.
Antes, no dia 9, às 17 horas, o equipamento será mostrado aos jornalistas e radialistas, bem como publicitários.
O equipamento coloca Feira de Santana sem fronteiras, pois o planetário ZKP4 Quinto é o sétimo do mundo e primeiro da América do Sul. Assim, sem parâmetro de comparação. Uma marca significativa da gestão do prefeito José Ronaldo.

Monumento em homenagem a Georgina Erismann

A poetisa, declamadora, musicista, compositora e pianista Georgina de Mello Lima Erismann, autora do "Hino à Feira", vai ser homenageada em memória pelo Governo Municipal com um monumento, criação do artista plástico Gil Mário. A peça será inaugurada pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho na terça-feira, 2 de dezembro, às 18 horas, na avenida João Durval Carneiro, em frente ao Boulevard Shopping.

"Vozes da Terra" escolhe finalistas domingo e segunda-feira

Neste domingo, 30, e na segunda-feira, 1º de dezembro, as duas eliminatórias do VIII Festival de Música "Vozes da Terra", realização da Prefeitura de Feira de Santana, através da Fundação Cultural Municipal Egberto Tavares Costa e da Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer.
Quinze músicas serão apresentadas em cada eliminatória, sendo que 12 vão para a final, no domingo, 7. As duas eliminatórias e a final serão realizadas no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro, sempre às 19 horas. O evento terá apresentação do radialista e jornalista Renato Ribeiro.
As 30 músicas foram selecionadas por comissão que analisou todos os trabalhos inscritos, quando foi destacado o nível elevado das composições. O evento é realizado desde o primeiro ano de governo do prefeito José Ronaldo de Carvalho, em 2001, e tem sido mantido e chegando à sua oitava edição, proporcionando inclusão musical. Deve ser ressaltado que a cada ano é lançado um CD com as principais músicas.
As 30 músicas classificadas são dos gêneros: axé, bossa nova, forró, latina, MPB, pop, pop rock, pop romântico, reggae, regional e samba.
Música - Composição - Interpretação
"Recomeço" - Paulo Henrique Almeida - Paulinho Jequié
"A Sós na Chuva" - Ramiro Mattos - o mesmo
"A Distância" - Vini Ramos - o mesmo
"Amor Cigano"- Vêndula Leopoldina - a mesma
"In-volução" - Edir Carneiro - o mesmo
"Como Eu Sou" - Ramon Lima e Victor de Moraes - os mesmos
"Balada do Amor Distante" - Tião Pereira e Sandro Penelú - Sandro Penelú
"Princesa Comercial" - Uyatã Rayra - o mesmo
"Vácuo" - Guymeo Jumonji - o mesmo
"As Duas Faces do Mundo" - Regis Valle - o mesmo
"Até Quando" - Vanessa Aguzzoli - a mesma
"Cordel do Metrô" - Franklin Maxado e Antônio Moreira Júnior - Franklin Maxado
"Renúncia" - Ligiomar Oliveira de Carvalho - Janno
"Grandes Sinais" - Juliana Greyce - a mesma
"Poetiza aos Lugares" - Juscélia Figueiredo Silva - Célia Zaiin
"Sonho Com Você" -Jorge Dyra - o mesmo
"Eu Quero É Tocar" - Zé das Congas - o mesmo
"Essas Coisas Modernas" - Amâncio Silva - Cesinha dos Olhos d'Água
"Quisera Mais Que Perfeito" - Deivisson e Kareen - Grupo Lírica
"Castelo de Areia" - Emiliano da Silva - Neto dos Teclados
"Ciranda do Tempo" - Paulo Akenaton - Marriete e Paulo Akenaton
"Destino" - Karla Janaina - a mesma
"À Minha" - Fabi Freitas - a mesma
"Fica Perto de Mim" - Maurício Souza - Kamila Ariany
"Resumo" - Marcos Carvalho - o mesmo
"Segredo" - Mário Leite - o mesmo
"Sobre o Tempo" - Luiz Vendinni - o mesmo
"Serenar" - Ricardo Pacheco - o mesmo
"Tempo e Espaço" - Anderson Amoedo e Lima de Sá - Lima de Sá
"Um Ser Melhor" - Guilherme Guile - o mesmo.

Cinema com "C" maiúsculo

De Isidro Octávio Amaral Duarte, Salvador, Bahia, publicado no "Espaço do Leitor", do jornal "A Tarde":

Acabo de assistir ao excelente Cascalho, do cineasta baiano Tuna Espinheira, que recriou com maestria, usando a linguagem cinematográfica da imagem, toda a saga do garimpo e circunstâncias retratada por Herberto Salles no romance homônimo. Cinema com "C" maiúsculo, que nada fica a dever aos raros e brilhantes cineastas pátrios. Fico a me perguntar como que um filme desse jaez dorme quatro anos em prateleira, à espera de um lançamento digno e merecido na cadeia comercial. A duras penas, como deve ter sido, conseguiu uma sala. Nas centenas de outras, pululam todo um lixo cinematográfico a serviço da incultura, muitos dos quais merecendo até minisséries e quejandos. "Quosque tandem", teremos de nos submeter a essa verdadeira subversão? Para que Ministério da Cultura e penduricalhos? É preciso que os verdadeiros formadores de opinião lutem em batalha diária para desmentir a máxima de famoso senador romando segundo a qual "vulgus vult decipi, ergo decipiatur" (que me perdoe o emérito e brilhante baiano, latinista "ad hoc", João Ubaldo Ribeiro): o povo quer ser enganado, logo que seja enganado, ou numa tradução mais livre "Me engana que eu gosto".

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Maior lançamento comercial da California Filmes


Robert De Niro e Carla Gugino em "As Duas Faces da Lei"
Divulgação
"As Duas Faces da Lei" entra em cartaz em Feira de Santana e é objeto de promoção do Blog Demais
"As Duas Faces da Lei" (Righteous Kill), de Jon Avnet, estrelado por Robert De Niro e Al Pacino, chega finalmente em Feira de Santana, no Orient Cineplace, a partir desta sexta-feira, 28, depois de ser lançado no Brasil no dia 10 de outubro. O filme teve 135 cópias, o maior lançamento comercial da distribuidora California Filmes de todos os tempos, em 10 de outubro. Em sete semanas, até domingo, 23, foi visto no país por 658.554 espectadores, com arrecadação de R$ 5.955.080,00, segundo dados de Filme B e e-Pipoca - abriu a primeira semana em primeiro lugar, com 143.542 espectadores. Nos Estados Unidos, foi lançado em 12 de setembro e nas quatro primeiras semanas em cartaz rendeu cerca de 38 milhões de dólares.
Sinopse
Depois de 30 anos como parceiros na panela de pressão que é o Departamento de Polícia de Nova York, os condecorados detetives David Fisk e Thomas Cowan deveriam estar aposentados, mas não estão. Antes de fazer suas malas, eles são chamados para investigar o assassinato de um conhecido cafetão que parece ter ligação com um caso resolvido por eles anos atrás. Como no crime original, a vítima é um criminoso suspeito cujo corpo é encontrado junto com um poema justificando o assassinato. Quando outros crimes acontecem, começa a ficar claro que os detetives estão às voltas com um serial killer, alguém cujos crimes se perderam nos porões do sistema judicial e cuja missão é fazer o que os policiais não conseguiram - acabar com os culpados e limpar as ruas. As semelhanças entre as mortes recentes e seus casos anteriores trazem à tona uma desconfortável questão: será que eles colocaram o homem errado atrás das grades?
Drama de ação, o filme tem assassino em série, detetives e policiais em conflito, diálogos ácidos. Coloca juntos, pela primeira vez como protagonistas, os astros Robert De Niro e Al Pacino. Eles já haviam trabalhado no mesmo filme apenas duas vezes, em "O Poderoso Chefão II", em que não contracenam, e em "Fogo Contra Fogo", onde dividem só uma cena. Ainda no elenco: John Leguizamo, Donnie Wahlberg, o rapper 50 Cent, como o traficante Spider, Carla Gugino, Brian Dennehy.
O roteiro, destacado, de "As Duas Faces da Lei" tem surpresas, que não devem ser reveladas. Foi escrito por Russell Gewirtz, o mesmo roteirista de "O Plano Perfeito".
Promoção
"As Duas Faces da Lei" vai ser objeto de promoção, exclusiva, do Blog Demais em parceria com a California Filmes. Os leitores deste espaço que se preparem para participar.
(Com informações do Departamento de Marketing da California Filmes).

Prefeito recebe visita do governador de Rotary

O prefeito José Ronaldo de Carvalho recebeu, no final da manhã desta quarta-feira, 26, a visita de cortesia do governador do Distrito 4390 de Rotary International, Geraldo Pimentel de Lima. Na oportunidade, o rotariano fez um breve balanço de ações desenvolvidas pelos seis clubes de serviço instalados em Feira de Santana, algumas delas em parceria com o Município.
Acompanhado da sua esposa e também rotariana, Stela Freire, o governador Geraldo Pimentel presenteou o prefeito José Ronaldo com um botom do lema do Rotary International, "Realizemos sonhos", deste ano. Por sua vez, o prefeito agradeceu pela visita e desejou boa estada do casal em Feira de Santana, quando destacou a importância do clube de serviço, especialmente na região.
Ao final, o governador Geraldo Pimentel informou que novos projetos de cunho social serão lançados no próximo ano na região do Distrito 4390, que abrange os estados de Alagoas, Sergipe e norte da Bahia, especialmente em Feira de Santana.
Perguntado sobre uma das ações consideradas das mais importantes desenvolvidas pelo Rotary Internacional, o dirigente não hesitou em destacar a contribuição do clube de serviço no combate a paralisia infantil no mundo inteiro, quando a entidade desembolsou meio bilhão de dólares para tal fim. Pimentel disse que o Rotary Internacional não descansará enquanto o vírus da doença ainda resistir, a exemplo do que ocorre no Afeganistão, Paquistão, Nigéria e parte da Índia, países onde, no ano passado, foram notificados 296 casos.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

Secretários convidados para audiências públicas

A Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembléia Legislativa do Estado da Bahia, presidida pelo deputado estadual Fernando Torres (PRTB), em reunião realizada na manhã desta quarta-feira, 26, aprovou proposta de autoria do deputado Capitão Tadeu convidando o secretário de Administração do Estado, Manoel Vitório, para participar de uma audiência pública, no próximo dia 3 de dezembro, para prestar esclarecimentos sobre a URV. Também foi aprovada proposta de autoria do deputado Getúlio Ubiratan convidando o secretário de Segurança Pública, César Nunes, para participar de uma audiência pública no dia 10 do próximo mês, para debater a violência no Estado.
(Com informaões de Jailson Onofre, chefe de Gabinete do deputado estadual Fernando Torres)

Quase sempre na contramão

Em boa hora, a administração do Boulevard Shopping está realizando obras de ampliação do Estacionamento E3, para a destinação de mais 300 vagas, que representam 1.500 rotativas. Para tanto, estará transplantando as palmeiras existentes, que serão retiradas para o ganho de espaço, beneficiando os seus clientes.
Quase sempre na contramão, vereadores feirenses, os mesmos que já tentaram fechar o shopping nos dias de maior movimento, estão a censurar a iniciativa do Boulevard de oferecer mais conforto aos consumidores e freqüentadores. Estão até pedindo providências ao Departamento de Parques e Jardins da Secretaria de Serviços Públicos e à Secretaria de Meio Ambiente.
Pelo que se sabe, os órgãos municipais estão acompanhando a intervenção. Nenhuma árvore está sendo destruída e até a grama removida será colocada em outra área do shopping.

Governador do Distrito 4390 de Rotary International visita a Câmara


Governador Geraldo Pimentel (centro) com a esposa Stela e o rotariano Carlos Lucena
Foto: Vicen Ferreres
O governador do Distrito 4390 de Rotary International, que abrange os estados da Bahia, Alagoas e Sergipe, Geraldo Pimentel de Lima, visitou a Câmara Municipal, nesta quarta-feira, 26). Acompanhado do dirigente rotariano local Carlos Lucena, que é procurador geral do Município, ele foi convidado a falar brevemente aos vereadores, na Tribuna da Casa.
Geraldo Pimentel fez um relato sobre as ações do Rotary International em todo o mundo, especialmente em áreas fundamentais para a humanidade, a exemplo da saúde e da educação. Na saúde, destacou a participação da instituição na luta pelo fim da paralisia infantil, que ainda atinge várias nações a exemplo da Índia, Paquistão, Afeganistão e Nigéria.
“Apelamos à sociedade que estimule as ações do Rotary em suas cidades. A intenção do rotarismo, sempre, é estar presente nas mais diversas áreas do desenvolvimento”, afirmou Geraldo Pimentel, em seu discurso na Tribuna da Casa.

(Com informações da Assessoria de Comuncação da Câmara Municipal de Feira de Santana)

Três filmes de ação a partir de sexta-feira







1. Robert De Niro e Al Pacino em "As Duas Faces da Lei"
2. Gerard Butler em "Rock'n Rolla - A Grande Roubada"
3. Mark Wahlberg e Mila Kunis em "Max Payne"
Fotos: Divulgação
Três filmes de ação nesta 48ª semana cinematográfica em Feira de Santana, no Orient Cineplace, Multiplex do Boulevard Shopping, a partir desta sexta-feira, 28. “As Duas Faces da Lei”, que reúne Robert De Niro e Al Pacino no elenco; “Rock’n Rolla - A Grande Roubada”, filme de Guy Ritchie, ex-marido de Madonna; e “Max Payne”, que é adaptação de um videogame bem violento, são as novidades nas telas. Continuam em cartaz: 007 - Quantum of Solace”, em quarta semana, e “Ensaio Sobre a Cegueira”, em terceira semana.
“Muitos respeitam um distintivo. Todos respeitam uma arma” é a frase de efeito de “As Duas Faces da Lei”, de Jon Avnet, segundo filme em que Al Pacino e Robert De Niro contracenam juntos. Ambos fizeram parte do elenco de “O Poderoso Chefão 2”, mas em momento algum se encontraram em cena nesse filme, de 1974. Anteriormente eles atuaram juntos em “Fogo Contra Fogo”, de 1995. Assim, a garantia de boas atuações e diálogos inteligentes entre eles.
O orçamento de “As Duas Faces da Lei” foi de 60 milhões de dólares. Em seis semanas no Brasil já foi visto por 647.324 espectadores.
Pelos comentários que precedem o filme, boas sacadas e toque de cinismo estão presentes em “Rock’n Rolla - A Grande Sacada”, do diretor Guy Ritchie. Trata-se de um filme de ação ambientado em Londres com tramas paralelas que acabam se cruzando. Na ação tem mafiosos, violência, vingança, perseguição, mercado negro, sexo, drogas e rock’n roll. O orçamento do filme foi de 18 milhões de dólares.
O diretor é o mesmo de “Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes” e “Snatch - Porcos e Diamantes”.
"Max Payne" é adaptação de videogame que conta a história de um policial de Nova York, que teve a mulher e o filho assassinados por membros de um cartel de drogas chamado Valkyr e tornou-se obcecado por vingança. Ele entra para o departamento antidrogas, mas ao mesmo tempo infiltra-se na máfia. No entanto Payne é injustamente acusado de um homicídio e passa a ser perseguido pela polícia e pela máfia. É quando ele deve enfrentar sozinho a guerra contra o crime.

Quem elegeu Wagner é quem protesta


terça-feira, 25 de novembro de 2008


Feira de Santana ganha segunda loja da bandeira Mercantil Rodrigues




Empreendimento está aberto ao público a partir desta quarta-feira
1. Representantes do Cencosud e do Mercantil Rodrigues e autoridades na inauguração
2. Horst Paulmann (presidente do Cencosud), Zenildo Rodrigues (fundador do Mercantil Rodrigues) e Gerard Scheij (representante do Cencosud no Brasil)
3. Mercantil Rodrigues entra em funcionamento a partir desta quarta-feira
Fotos: Carlos Augusto/Ateliê de Imagens
A cidade de Feira de Santana ganhou na segunda-feira, 24, mais um empreendimento de peso. Trata-se da inauguração da loja Mercantil Rodrigues, a segunda da bandeira, que reuniu autoridades, imprensa, fornecedores e outros convidados em noite de comemoração.
Resultante de um investimento de R$ 28 milhões, a loja foi erguida no bairro Kalilândia num terreno de 17.200,00 m2 e tem 5.000,00 m2 de área de venda, 7.600,00 m2 de área construída, 33 caixas, 266 vagas de estacionamento para carros e 13 para motos, um mix de oito mil itens, além de 300 empregos diretos e cerca de 900 indiretos.
Vindo de Santiago, no Chile, especialmente para a ocasião, Horst Paulmann, presidente do Cencosud (grupo do qual o Mercantil faz parte), destacou a importância do negócio dentro da nova conjuntura econômica: “Em tempos difíceis como os de hoje no mundo, é prioridade dar ou criar novos empregos e cuidar dos que já existem. Por este motivo temos especial preocupação de criar novas lojas no Nordeste”.
Já o representante do Cencosud no Brasil, Gerard Scheij, estava em dupla comemoração: “Estou especialmente emocionado porque hoje completo seis anos de trabalho no Brasil e agora mais ainda com a abertura de um negócio que vai gerar mais desenvolvimento para a cidade e fortalecer a economia feirense”.
O diretor do Mercantil Rodrigues, Elemar Júnior, destacou a receptividade dos feirenses com a primeira unidade do processo de expansão da marca. “Fomos muito bem acolhidos nesta cidade, por isso acreditamos no sucesso desta nova loja, que tem o DNA de atacado, mas que ao longo do tempo migrou também para o varejo. Um modelo de negócio nascido no bairro da Calçada, em Salvador, tendo como um dos maiores diferenciais o preço competitivo”. considerou.
A nova loja mantém o foco em oferecer preços baixos, embalagens institucionais, produtos em caixas fechadas e ainda inúmeras comodidades como parcelamento das compras em três vezes sem juros no cartão Mercantil Rodrigues, fácil acesso e produtos de todos os segmentos. Hortifruti, carnes, mercearia, higiene e limpeza, bebidas, perfumaria, bazar, dentre outros, são os carros-chefes que diferenciam sua a atuação.
Se o clima era de comemoração para os novos administradores, para o fundador da bandeira era motivo de sorriso estampado e permanente. “Quero agradecer aqui o carinho e apoio com a nossa Mercantil Rodrigues. Confiei em vocês e por isso os agradeço pela retribuição. Continuem com esse carinho que vocês continuarão crescendo”, destacou o empresário Zenildo Rodrigues.
“Fico lembrando quando cheguei aqui, antes mesmo do início da construção, e hoje vejo que a loja é uma realidade e tem tudo para ser um sucesso, porque Feira é uma cidade de grande potencial e também porque o Mercantil já é reconhecido em Salvador e certamente o será aqui. Trabalharemos para termos sucesso em vendas e resultados”, afirmou o gerente geral do empreendimento, Alessandro Peixoto.
O prefeito eleito de Feira de Santana, Tarcizio Pimenta, agradeceu aos dirigentes do grupo chileno pela aposta no potencial da cidade, implantando um empreendimento de tal magnitude, associando a ação às atuais credibilidade administrativa e capacidade de atrair investimentos do município. “Espero que o empreendimento avance e gere novos investimentos na nossa cidade. Apesar da crise, vamos acreditar no País, no Estado, e reverter esse cenário. Feira de Santana está de portas abertas para investimentos como este, para a cidade continuar crescendo”, disse.
Opinião compartilhada pelo atual prefeito, José Ronaldo de Carvalho, que parabenizou o grupo pela “feliz negociação com a Santa Casa de Misericórdia para a concretização desse belíssimo empreendimento, inclusive contribuindo para a resolução de problemas da entidade. Uma negociação que agrada à minha pessoa e à sociedade feirense. Cresçam, progrediam, porque tenho certeza que quando vocês progridem, a comunidade de feirense também está progredindo. Que venham novos Mercantis pela frente”.
O Mercantil Rodrigues em Feira de Santana funcionará de segunda-feira a sábado das 7 às 21 horas e aos domingos das 7 às 14 horas
Sobre o Mercantil Rodrigues
A história do empreendimento se confunde com a dos seus sócios fundadores Zenildo e Gilberto Rodrigues, dois baianos que, com visão mercadológica e empreendedorismo invejáveis venceram adversidades e construíram em Salvador um negócio que atualmente gera 580 empregos diretos e mais de 1.600 indiretos.
As etapas foram muitas: Antes camelôs na antiga feira de Água de Meninos, comprando e vendendo produtos de higiene pessoal; depois donos de um box no local, comercializando sabão em barra; em seguida, comércio também de sabão na Feira de São Joaquim, onde o negócio prosperou e teve seu mix de produtos diversificado. Uma oportunidade no bairro da Calçada, no entanto, foi o marco para o início de um pequeno atacado.
Hoje, 40 anos depois, o pacato comércio se transformou no Mercantil Rodrigues, empresa que ocupa aproximadamente 24 mil m2 de área total, sendo 8,5 mil m2 de área de venda, disponibiliza cerca de 14 mil itens, 60 caixas e estacionamento para mais de 630 carros.
(Com informações de Ariluz Fernandes e Marlla Farias, da AC Comunicação)

Dezembro de mostras artísticas do programa "Arte de Viver"

As mostras artísticas do programa “Arte de Viver”, que é desenvolvido pela Prefeitura de Feira de Santana, através da Fundação Cultural Egberto Costa e Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer, têm início nesta segunda-feira, 1º de dezembro e vão até o dia 19 do próximo mês.
Programação
- Mostra de Teatro Adulto, oficina ministrada por Roberval Barreto, na segunda-feira, 1º, e terça, 2, às 19 horas, no Teatro Municipal Margarida Ribeiro;
- Abertura da Exposição de Artes Plásticas, oficina ministrada por Nailson Chaves, na segunda-feira, 8, às 19 horas, na Galeria de Arte Aliomar Simas, no Centro de Cultura Maestro Miro;
- Mostra de Música - Canto Coral, oficina ministrada por Célia Zaiin, Iniciação Musical, oficina ministrada por Ibernon Dantas, Violão, oficina ministrada por Carlos Alves -, na terça-feira, 9, às 19 horas, no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro;
- Festival de Dança - Balé, oficina ministrada por Denise Damasceno, Flamenca e Dança do Ventre, oficina ministrada por Adriana Vasconcelos, Jazz Dance, oficina ministrada por Marcos Caribe, Dança de Salão, oficina ministrada por Saulo Rangel e Adrise Nogueira -, na quinta-feira, 11, e sexta, 12, às 19 horas, no Teatro Ângela Oliveira;
- Mostra de Teatro Infantil, oficina ministrada por Tacira Coelho, na terça-feira, 16, e quarta, 17, no Teatro Municipal Margarida Ribeiro;
- Mostra de Teatro Adolescente, oficina ministrada por Luciano Freire, na quinta-feira, 18, e sexta, 19, às 19 horas, no Teatro Municipal Margarida Ribeiro.

"Passeios" de Washington Queiroz sexta-feira no Cuca

O poeta feirense Washington Queiroz (foto) lança seu livro "Passeios" nesta sexta-feira, 28, no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), às 20 horas. O convite é da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).
Conforme resenha da professora de Literatura Comparada da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Mirella Márcia Longo, o autor "luta contra uma camada de banalidade, que para ele representa a morte. Sua meta é desentranhar a substância vital, oculta no mundo e, principalmente, nas pessoas. Ele exorta uma verdade que descansa sob os hábitos e mofa soterrada sob os modismos".
Quem é
Desde 25 de outubro de 2007, que Washington Queiroz integra o Conselho Estadual de Cultura - é o únco integrante natural de Feira de Santana. Antropólogo e poeta, ligado à cultura sertaneja, Washington Queiroz é suplente na Câmara de Políticas Sócio-Cultural.
Washington Queiroz tem mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com especialização em Etnologia Indígena. Em 1984 conviveu com os índios Parakanã, um grupo Tupi da Amazônia, estudando seus rituais de cura. Em Salvador, criou e coordenou entre 1985 e 1991 o projeto "História de Vaqueiros: Vivência e Mitologias", editado em livro pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac). Como funcionário desse órgão, foi subgerente de Estudos Históricos e Etnohistóricos (1991), coordenador de Manifestações Literárias (1984-1989), subcoordenador de Desenvolvimento Social (1983-1984), e autor e coordenador do projeto "Bahia: Raízes Indígenas", convênio do Ipac com o Museu de Arqueologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e o Instituto Nacional do Folclore (INF). É pintor e poeta (integrou do grupo Hera, em Feira de Santana), tendo publicado os livros "Cantata" (Edições Cordel, 1976) e "Cinco Tempos de Homem" (Coleção dos Novos, 1982). Também teve obras publicadas em diversas revistas literárias do Brasil e exterior, entre 1972 e 2007. Em 1980 realizou no Instituto Cultural Brasil-Alemanha (Icba) a exposição de poemas-quadros "Conclusões do Azul", retomada em 1991 com a exposição "Conclusões do Azul II", no Desenbanco. Nesse mesmo ano, foi premiado na Bienal do Recôncavo com a instalção "Projetos Retalhos: Uma Antropologia do Improviso". Em 2005, lançou "A Dança dos Véus: Fantasia e Fuga" (coleção Selo Editorial Letras da Bahia, pela Secretaria da Cultura e Turismo e Fundação Cultural do Estado).

Impactante vislumbre do mundo


Robert Miethe e Ulrich Noak preparam equipamento para projeção
Basílio Fernandez
Foi apenas como um trailer - parte do treinamento que os planetaristas do Teatro Virtual estão recebendo dos técnicos alemães Robert Miethe, engenheiro eletrônico, e Ulrich Noak, engenheiro óptico -, mas se constituiu em impactante a assistência proporcionada ao sofisticado sistema de projeção por fibras óticas. Deu para perceber a mais alta perfeição e qualidade na reprodução do céu estrelado com diversos efeitos especiais, tais como a cintilação e a tonalidade de cor das estrelas - cada uma é projetada por uma fibra ótica específica.
O projetor ótico do ZKP4 Quinto conjugado ao sistema digital Spacegate para apresentações full-dome é uma nova tecnologia utilizada para apresentação de aulas expositivas e espetáculos digitais, o que torna o Teatro Virtual um espaço multidisciplinar.
No auditório circular escurecido coberto por uma cúpula hemisférica, de 13 metros de diâmetro, em poltrona reclinável, pudemos admirar estrelas, planetas e fenômenos atmosféricos projetados, que nos levaram até os limites do universo, mostrando um vislumbre do mundo.
Cada vez mais a convicção de que o Teatro Virtual, primeira etapa do Museu Parque do Saber, é um magnífico empreendimento que o governo José Ronaldo de Carvalho realiza - está próxima a inauguração -, colocando Feira de Santana no futuro.
Salientar que o equipamento não tem similar na Bahia, no Nordeste, no Brasil, na América do Sul.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

TV Lula: Um ano de gastos inúteis

Deu no "Blog 25: Democratas":

A TV Brasil completa um ano no próximo dia 2. É um desperdício absurdo de dinheiro público. Com um orçamento de R$ 350 milhões, a emissora é traço no Ibope, tem cobertura restrita e depende de programação que herdou da TVE. A informação é da coluna Outro Canal, de Daniel Castro, publicada pela Folha nesta segunda-feira. Em São Paulo, principal mercado do país, o sinal da TV só chega dia 1º, e apenas para quem tem receptor de TV digital. O canal analógico deverá ser inaugurado em março ou abril. Hoje, o sinal aberto da TV Brasil só cobre Rio, Brasília e São Luís, além de parabólicas. O curioso é que não tem ninguém, rigorosamente ninguém, sentindo falta desta TV pública. Por que? Porque esta TV não é prioridade para ninguém. Então para que serve uma estrutura cara e desnecessária como esta? De um lado, para dar emprego a "companheiros e companheiras" do PT, com a criação das notórias boquinhas para petistas. E, de outro lado, para dar prejuízo a todos nós, contribuintes, que pagamos a conta.

Mistura de estilos e reprodução de memórias em mostra no Museu Regional de Arte

Dois artistas feirenses, dois estilos distintos, trabalhos diferentes. Em comum, o vínculo com as origens, mesmo ganhando o mundo. Assim são César Romero e Leonice Barbosa, que lançam novos álbuns na próxima quinta-feira, 27, às 20 horas, no Museu Regional de Arte, da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), localizado no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca). O evento, que dá continuidade ao projeto Memórias - Pintores de Feira de Santana, da Fundação Carlo Barbosa, inclui a abertura inaugural de exposição de pinturas dos artistas, que ficará em cartaz até 27 de dezembro.
Os álbuns trazem reproduções coloridas, que funcionam como encartes, contendo depoimentos sobre os artistas, currículos e fotos. O de CésarRomero é composto de 14 páginas, com texto trilingüe (português, espanhol e inglês), de autoria do próprio artista, intitulado Depoimento a Feira deSantana. Já o de Leonice Barbosa traz textos de Laurice Barbosa e César Romero, bilingüe (português e inglês).
Os artistas
Autodidata, o feirense César Romero fez as primeiras incursões nas artes plásticas em l967. A partir de então, vem participando de mostras coletivas (400) e individuais (37) só no Brasil. Fora do país, contabiliza 50 coletivas e sete individuais. Fez parte dos principais Salões Oficiais realizados no Brasil. Ao longo da sua carreira, foi contemplado com 30 prêmios de pintura, quatro de fotografia, com participação em três Salas Especiais. Possui trabalhos em 45 museus brasileiros.
Leonice Barbosa também é autodidata. No começo da carreira dedicava-se à pintura em tecido, para depois exercer suas habilidades artísticas em telas. Começou pintando fachadas de igrejas, sobrados e casas simples, construções típicas de sua terra natal. Em 1991 expôs pela primeira vez na comemoração de aniversário da Legião Brasileira de Assistência (LBA), em Salvador. Daí não parou mais, apresentando-se em coletivas e individuais, museus e galerias de arte de Feira de Santana, Salvador e várias cidades da Bahia e de outros Estados.
Na temática dos trabalhos de Leonice estão lugares e situações do cotidiano do sertão, casas da fazenda e da periferia de pequenas cidades. Há na obra da artista a coerência em registrar as raízes e identidades sertanejas. A ternura pelos humildes, a magia do dia-a-dia fixa uma realidade que emana do povo, em sua mais ampla autenticidade.
A Fundação Carlo Barbosa tem como objetivo preservar o acervo deixado pelo artista, divulgar sua obra e de outros criadores, além de elaborar eexecutar projetos e realizar cursos, conforme explica Lucy Barbosa, diretora-presidente da entidade. Ela ressalta que o projeto visa também despertar novos talentos, principalmente entre as camadas mais humildes, valorizando a arte, riqueza maior da cultura de um povo. "A Fundação adota uma posição de vanguarda, quando prestigia a arte, cria e executa projetos na área da cultura", complementa.
(Com informações de Socorro Pitombo, da Assessoria de Comunicação Cuca/Uefs)

Concurso da Prefeitura tem validade prorrogada por mais dois anos

A validade do concurso público realizado pela Prefeitura de Feira de Santana em setembro de 2006, cujo resultado foi homologado no dia 15 de dezembro do mesmo ano, foi prorrogada por mais dois anos, a partir do dia 15 do próximo mês.
De acordo com a Cláusula I-5, do edital do concurso, o seu prazo de validade, para efeito de nomeação, seria de dois anos, podendo o Poder Executivo, antes de esgotar o prazo, prorrogar mais uma vez por igual período.
O decreto que determina a prorrogação foi publicado sábado, 22. Considerou-se que persistem as necessidades do serviço público municipal que determinaram a realização do concurso.
Foram preenchidas vagas de administrador de empresas, agente de trânsito, agente de serviços gerais, almoxarife, analista de sistemas, assistente administrativo, assistente social, contador, digitador, enfermeiro, fiscal de serviços públicos.
Também para guarda municipal, intérprete de Libras, mecânico de máquinas e veículos, médico perito, motorista, operador de máquinas leves, operador de máquinas pesadas, professor, programador de computador e telefonista.
(Com Informações da Secretaria de Comunicação Social)

Cobertura fotográfica da inauguração do Casarão Fróes da Motta





































Fotos: ACM

Parlamentares feirenses de fora

Durante dois meses o site "Congresso em Foco" promoveu votação na Internet para eleger os melhores parlamentares deste ano. Serão premiados pelo site 16 senadores e 26 deputados federais. Da Bahia, apenas os deputados José Carlos Aleluia (DEM) e Walter Pinheiro (PT), ocupando o terceiro lugar e o décimo-terceiro lugar, respectivamente, vão receber a premiação, no dia 1º de dezembro, em Brasília.
Enquanto isso, o senador baiano João Durval (PDT) não está entre os 16 mais bem avaliados no Senado.

A inimiga

Deu em Claudio Humberto:
O presidente Lula está cada vez mais preocupado com a crise. Meses atrás, com a popularidade bombando, acreditava que faria o sucessor, mesmo um poste. Agora, ele sabe: quem fará o sucessor dele é a crise.

Ex-padre que é pastor prega em igrejas de Feira de Santana

Pastor Barbosa Neto, ex-padre

Divulgação
Desde quinta-feira, 20, que o pastor José Barbosa de Sena Neto, o ex-padre Zacarias Maria de Fortaleza, está em Feira de Santana, cumprindo agenda de pregações em igrejas batistas da cidade, a exemplo da Ágape, Aliança, Bethânia (nesta quarta-feira, 26, quinta,27, e sexta, 28, às 19h30), Central, das Nações e Nova Vida. Ele permanece aqui até sexta-feira, 28. Ele está pregando a Palavra de Deus com o tema "Redenção Através da Cruz" e relatando seu testemunho de transformação, como tem feito por todo o país, despertando curiosidade e promovendo a conversão de pessoas.
Quem é
Depois de doze anos de estudo no Seminário da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, ele foi ordenado padre em 1971. Assim, um ex-sacerdote católico romano. Por 22 anos consecutivos, exerceu o sacerdócio nas cidades de Bauru, Santo André e São Caetano do Sul, no Estado de São Paulo, além da região do Sertão Central do Ceará.
Atualmente, com 60 anos, convertido ao evangelho em 1992, Barbosa Neto é pastor batista ordenado em 2000, com bacharelado em Teologia, licenciado em Filosofia e Pedagogia e mestrado em Teologia Pastoral, atuando como professor, educador, orientador educacional, palestrante em seminário para casais e noivos, palestrante em acampamento e retiros para jovens e adolescentes.
Como conferencista e apologista, exerce seu ministério de forma itinerante e, por meio de seu livro "Confissões Surpreendentes de um Ex-padre", que relata seu testemunho, além de DVDs e CDs, bem como do livreto "Liberto do Catolicismo", onde trata de suas "lutas íntimas", os abalos de suas "convicções religiosas" e sua passagem pela Renovação Carismática. Todo esse material está disponível para os interessados, além dos livros de outro ex-padre, Aníbal Pereira dos Reis, "Pedro Nunca Foi Papa!" e "Este Padre Escapou das Garras do Papa!". Ele é casado com Ítala e pai de três filhos, Kathya Regina, Ítalo Henrique e Lourdes Gabryelle. É missionário na cidade de Crato, Ceará.

domingo, 23 de novembro de 2008


Teatro de Idéias

Textos de Merleau-Ponty em Ciclos de Discussões
Descobrir o prazer de uma boa discussão intelectual, com pitadas de boa música, é a proposta da última sessão do Ciclo de Discussões do Teatro de Idéias em 2008, que acontece nesta segunda-feira, 24, a partir das 19 horas, no Teatro Molière, Aliança Francesa, em Salvador. Durante o evento será apresentado e discutido o livro "O Visível e o Invisível", do filósofo francês Maurice Merleau-Ponty. O professor Monclar Valverde, do Programa de Pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal da Bahia (Ufba), falará sobre o conteúdo da obra e seu lugar na produção do autor. Em seguida, a convidada da noite, a artista plástica Rosa Gabriela de Castro Gonçalves, professora da Escola de Belas Artes da Ufba, comentará as contribuições do texto para as áreas da estética e da crítica. Ela falará também sobre a influência em seu próprio trabalho artístico.
Ao longo da noite, Cristiana Koser (voz) e Tonzé Amora (violão), farão intervenções musicais, no clima do debate. Uma médica de voz especialíssima e um engenheiro formam um casal de músicos amadores com qualidade profissional. O ciclo contará ainda com a participação especial de Paulo Martins (bandolim), instrumentista habituado aos desafios técnicos do Chorinho e ao clima intimista da Bossa Nova.
A iniciativa é da Aliança Francesa e Ufba, parceiras na comemoração do centenário de nascimento do filósofo Maurice Merleau-Ponty. A programação, organizada pelos Programas de Pós-graduação em Filosofia e Ciências Sociais da Ufba, incluiu Colóquio Internacional, realizado no final de agosto, grupo de estudos e ciclo de discussões sobre a obra do filósofo, ao longo do ano.
Retomando o formato do Teatro de Idéias, desenvolvido com sucesso em 2006, na própria Aliança Francesa, o ciclo apresentará ao público as principais obras do pensador. Procurando dar voz à reflexão intelectual, fora do âmbito universitário, o projeto propõe colocar a reflexão teórica em cena, exercitando o pensamento mais como diálogo do que como discurso.
Voltado principalmente ao ensino e à investigação no campo da filosofia, Merleau-Ponty dialogou intensamente com as ciências humanas e as artes, e sua obra vem tendo uma repercussão crescente, como se pode constatar pelas publicações dedicadas às suas idéias, em todo o mundo. Ele desenvolveu, então, uma aguda interpretação da ação política, sem deixar de lado as questões ontológicas, buscando sempre construir uma filosofia livre dos dualismos.
(Com informações da jornalista Renata Pitombo)

Mercantil Rodrigues expande para Feira de Santana

Focada no atacado, a segunda loja da bandeira vai comercializar um mix
de oito mil itens, distribuídos numa área de cinco mil metros quadrados

A cidade de Feira de Santana foi estrategicamente escolhida para abrigar a segunda loja da Mercantil Rodrigues - empresa baiana com 40 anos de tradição nos ramos atacadista e varejista – a ser inaugurada nesta segunda-feira, 24, no bairro Kalilândia.
Resultante de um investimento de R$ 28 milhões, o empreendimento foi erguido num terreno de 17.200,00 metros quadrados e terá 5.000,00 metros quadrados de área de venda, 7.600,00 metros quadrados de área construída, 33 caixas, 266 vagas de estacionamento para carros (incluindo as reservadas para idosos e deficientes) e 13 para motos, além de um mix de oito mil itens.
A nova loja mantém o foco em oferecer preços baixos, embalagens institucionais, produtos em caixas fechadas e ainda inúmeras comodidades como parcelamento das compras em três vezes sem juros no cartão Mercantil Rodrigues, fácil acesso e produtos de todos os segmentos. Hortifruti, carnes, mercearia, higiene e limpeza, bebidas, perfumaria, bazar, dentre outros, são os carros-chefes que diferenciam a atuação do Mercantil Rodrigues.
Mais do que serviço e opção de compra para donas de casa e empresas de todo porte, o novo empreendimento – que funcionará de segunda-feira a sábado das 7 às 21 horas e aos domingos das 7 às 14 horas a partir desta terça-feira, 25 – trará benefícios sociais e econômicos para um dos bairros mais movimentados e para a cidade como um todo. Junto com sua abertura, nascem 300 empregos diretos e cerca de 900 indiretos, tendo como prioridade a comunidade do entorno na ocupação dos postos de trabalho.
Sobre o Mercantil Rodrigues
A história do empreendimento se confunde com a dos seus sócios fundadores Zenildo e Gilberto Rodrigues, dois baianos que, com visão mercadológica e empreendedorismo invejáveis venceram adversidades e construíram em Salvador um negócio que atualmente gera 580 empregos diretos e mais de 1600 indiretos.
As etapas foram muitas: Antes camelôs na antiga feira de Água de Meninos, comprando e vendendo produtos de higiene pessoal; depois donos de um box no local, comercializando sabão em barra; em seguida, comércio também de sabão na Feira de São Joaquim, onde o negócio prosperou e teve seu mix de produtos diversificado. Uma oportunidade no bairro da Calçada, no entanto, foi o marco para o início de um pequeno atacado.
Hoje, 40 anos depois, o pacato comércio se transformou no Mercantil Rodrigues, empresa que ocupa aproximadamente 24 mil metros quadrados de área total, sendo 8,5 mil metros quadrados de área de venda, disponibiliza cerca de 14 mil itens, 60 caixas e estacionamento para mais de 630 carros.
(Com informações de Ariluz Fernandes e Marlla Farias, da AC Comunicação)

Casario Fróes da Motta

Por Artur Renato Almeida, de São Paulo
Feira de Santana ao longo de sua história se transformou numa importante cidade e sede de uma região vital para a economia baiana. Experimentou uma significativa expansão. São por isso dignas de louvor as forças políticas, econômicas e sociais que impulsionaram o notável desenvolvimento de Feira de Santana.
O ilustre feirense desembargador Filinto Bastos, em conferência pronunciada em 1917, retratada na publicação “Recordações e Votos”, obra promovida pelo Núcleo de Preservação da Memória Feirense, faz um enaltecimento ao passado feirense, à necessidade que temos de valorizar fatos e nomes que contribuíram para a grandeza de Feira de Santana. Num trecho da conferência, o ilustre feirense, na fidelidade do texto da época, diz: “Felizmente, a Feira de Sant’Anna dá signaes de muita vida: patenteia-se o seu desenvolvimento; inegável é o seu progredir... Não deve a hodierna geração quedar em plano inferior ao das que o precederam. Não sejam os vivos indignos dos mortos que tanto nos honraram, deixando insculpida em obras de benemerência a magnitude de seus ideaes".
É claro, que não se pode abandonar a história quando se quer ver dignificada a terra. História e memória são poderosas ferramentas para a construção de imagem, preservação de identidade e consolidação da cultura. O Casario Fróes da Mota “totalmente recuperado e belo” é realmente uma notícia espetacular, que não deve ser vista apenas como resgate do passado, mas como mais um importante e decisivo marco que possa nos conduzir para tantas outras iniciativas que visem preservar a vitalidade da Princesa do Sertão. Preservar a memória é fazer uso da história para reforçar seus vínculos presentes, criando empatia e vias para o futuro.
Egberto Costa, em “A Cidade Chora”, texto que li no livro “Estrada do tempo”, diz que “a cidade não suporta os indiferentes que lhe despreza e a enfeia”. Parabéns à Fundação Senhor dos Passos e a todos que contribuíram para a iniciativa de preservação de bem patrimonial tão importante para Feira de Santana. A cidade deve chorar de alegria por saber que ainda há pessoas que não lhe é indiferente, que não lhe despreza e a enfeia.

sábado, 22 de novembro de 2008

Anuário Estatístico desenha perfil de Feira de Santana

O primeiro Anuário Estatístico de Feira de Santana elaborado nos últimos 10 anos foi lançado na manhã de sexta-feira, 21, no Salão Nobre do Paço Municipal Maria Quitéria. O documentário, delineando o perfil estatístico do município, foi elaborado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), com apoio da Prefeitura, e apresentado pelo prefeito José Ronaldo e o presidente da CDL, Alfredo Falcão.
Com 529 páginas, o Anuário Estatístico está em sua segunda edição. A primeira, também elaborada pela CDL, foi lançada em 1998, se constituindo em um dos primeiros de cidades do interior do Brasil.
Durante a apresentação do Anuário Estatístico, estiveram compondo a mesa de cerimônia o prefeito José Ronaldo, Alfredo Falcão, deputado estadual e prefeito eleito Tarcízio Pimenta, representante da Câmara Municipal vereador Genésio Serafim, presidente do Sindicato do Comércio, José Carlos Moraes, e presidente do Centro das Indústrias de Feira de Santana, Luiz da Costa Neto. Também presentes vereadores, secretários municipais e lideranças de classe.
Ao apresentar o Anuário, o prefeito José Ronaldo ressaltou a importância da coletânea de dados para o desenvolvimento do município. “Aqui está sendo contada a história política, econômica e social, com todos seus dados estatísticos refletindo sua evolução histórica e com outras informações precisas que servem de embasamento para continuarmos trilhando o caminho do desenvolvimento”, disse.
Diante dos dados estatísticos apresentados, o deputado Tarcízio Pimenta observou que Feira de Santana está no caminho certo. “Estamos muito satisfeitos em vermos o lançamento de um documentário desse porte no município. Este é um documentário de fundamental importância, com informações não somente de Feira de Santana como de toda a região. E, para a elaboração desse documentário, observamos a sensibilidade do prefeito José Ronaldo, que não mediu esforços para apoiar a elaboração desse trabalho”, frisou.
O presidente da CDL, Alfredo Falcão, ressalta a importância do documentário visando apoio às indústrias que aqui se instalaram, a professores, pesquisadores e à comunidade em geral na elaboração de inúmeros projetos que venham contribuir para o desenvolvimento do município.
Com base nos dados coletados no documentário, Alfredo Falcão ressaltou a evolução do perfil de Feira de Santana durante o governo do prefeito José Ronaldo. “Este foi um trabalho caro e difícil de fazermos, mas que contou com apoio do governo do prefeito José Ronaldo. As informações coletadas revelam que de 2001 para cá, a arrecadação de ICMS saltou de R$ 61 milhões para R$ 200 milhões, dos quais 70% vêm do comércio. Neste período, a receita própria também cresceu de R$ 13 milhões para R$ 73 milhões e ainda teve um aumento de mais dois mil estabelecimentos comerciais”, relatou.
Com informações amplas sobre diversos aspectos de Feira de Santana, o Anuário Estatístico apresenta histórico e caracterização territorial, inclusive com evolução histórica e política; aborda a demografia, com estatísticas populacionais; domicílios particulares e família; migração; saneamento básico, bens duráveis e combustíveis nos domicílios; trabalho e rendimento; saúde; educação; ensino superior; justiça, segurança pública, associação e movimento eleitoral; agropecuária e extração vegetal; atividade industrial; indústria da construção civil; comércio; serviços; agregados macroeconômicos; comunicações; e diversos.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Festa memorável para a jóia mais preciosa

O Memorial de Feira de Santana, instalado no Casario Fróes da Motta, foi entregue à sociedade na noite de sexta-feira, 21, pela Fundação Senhor dos Passos. De fato, um momento memorável para a cidade, pela notável contribuição à memória, à história e à preservação arquitetônica.
Membro da diretoria da Fundação Senhor dos Passos, Carlos Brito fez a saudação aos convidados, citando a parábola bíblica do Filho Pródigo, para afirmar cheio de contentamento que Feira de Santana, "tem motivos de sobra para realizar uma festa memorável como esta, pois recebe de volta a jóia mais preciosa de sua coroa, o Casario Fróes da Motta, totalmente restaurado e belo". Ele revelou que o imóvel "é o único exemplar existente em nossa cidade, que identifica em sua plenitude, uma fase altamente promissora da economia local, fase esta, proveniente do ciclo do fumo, da atividade comercial e do forte comércio de gado".
Carlos Brito comparou a alegria dos que amam Feira de Santana em ver o casario reformado como a mesma "para os franceses com a restauração da Torre Eiffel, para os paulistas com a Estação da Luz, para os romanos com o Coliseu, para os cariocas com o Cristo Redentor". Salientou ainda que "esta casa é o maior chamego do povo feirense e um marco da nossa história".
Para o entusiasmado Carlos Brito, "hoje é um dia de louvar e agradecer a Deus por este momento, assim como agradecer a todas as pessoas que nos ajudaram a chegar até aqui", citando dom José Edson, José Gomes Brito, Ana Cláudia Spínola, Antônio Gonçalves, Firmino Ferreira Sampaio Neto, Antonio Carlos Magalhães (in memoriam), Carlos Redondo, Mario Malaguti, padre Carlos Vianey, Sônia Bastos, dom Itamar Vian, Jairo Alfredo Carneiro e prefeito José Ronaldo de Carvalho.
O arcebispo metropolitano dom Itamar Vian também dirigiu a palavra aos presentes, assim como o prefeito José Ronaldo, que desde quando deputado federal vem apoiando a ação da Fundação Senhor dos Passos em manter vivo um dos mais belos monumentos arquitetônicos de Feira de Santana. Ele lembrou e enumerou todos bens patrimoniais que foram restaurados nos últimos oito anos, bem como anunciou a restauração do prédio chamado "Palácio do Menor".
Em reconhecimento às pessoas e empresas que ajudaram a Fundação Senhor dos Passos na restauração do imóvel, cada espaço ganhou denominação. Assim, Sala José Ronaldo de Carvalho, o espaço para exposições; Espaço Dom José Edson, a administração da Fundação; Sala Antônio Carlos Coelho, Sala Firmino Ferreira Sampaio Neto, Sala Dom Itamar Vian, e Sala Klabin, instalações do Núcleo de Preservação da Memória Feirense; Sala Padre Carlos Vianey, Sala Belgo Bekaert, Sala Carlos Redondo, Sala Sônia Bastos, e Sala Petrobras, espaços do Museu de Arte Sacra. Ainda o Espaço Jairo Alfredo Carneiro, onde ocorreu a solenidade, que incluiu exibição de vídeo-documentário sobre a instituição, e o Espaço de Eventos Pirelli, onde aconteceu coquetel e baile dançante com a Orquestra de Fred Dantas. "Para mim é um presente, uma dádiva, um privilégio, estar tocando nesta noite", disse o maestro, antes de iniciar repertório internacional.
PRESENTES
Entre os presentes, além dos já citados: prefeito eleito Tarcízio Pimenta e Maria das Graças, vice-prefeito Antônio Carlos Borges Júnior, vice-prefeito eleito Paulo Aquino e Lúcia, secretários municipais Arcênio Oliveira, Jairo Vitor, Joaquim Bahia, José Pinheiro, Lúcia Miranda, Ozeny Morais, procurador geral do Município Carlos Lucena, vereadores Fábio Lucena e Antônio Joel Barbosa, presidente da Fundação Cultural Egberto Costa Augusto Cézar Orrico, reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) José Carlos Barreto, Fernando Pinto de Queiroz, Péricles Marques, Ederval Falcão, Gil Mário e Lígia Mota, Juraci Dórea e Selma Oliveira, Luiz Humberto Carvalho, Renato Ribeiro e Alessandra, Antônio José Larangeira e Kika, Marcílio Costa e Eliana Mara, Lícia Silva, Alfredo Falcão e Vera, José Carlos Morais Lima, Mário Sérgio de Carvalho Bacelar e Isadora, José Eduacy Lins e Lígia, Pedro Neto e Magda Maria, Marcelo Carvalho e Célia Cristina, Wilson Pereira e Maria das Graças, Vladimir Aras, Rocha Martinez, Cláudio Soares, César Oliveira, Raimundo Lima e Ilma, José Boa Sorte.

Prefeitura efetiva doação de áreas no Centro Industrial do Subaé

A Prefeitura de Feira de Santana vai apresentar projeto para efetivar a doação de terrenos a empresas que se instalaram no Centro Industrial do Subaé (CIS). O anúncio foi feito na noite de quarta-feira, 19, durante reunião do prefeito José Ronaldo de Carvalho, acompanhado do procurador geral do município, Carlos Lucena, no auditório do Centro das Indústrias de Feira de Santana (Cifs), com dirigentes do órgão de classe.
Com a transferência do CIS para a administração estadual, em 1983, não foram adotadas as providências necessárias para mudança da titularidade do domínio dos imóveis, e até hoje os terrenos permanecem registrados como integrantes do patrimônio municipal. Tal equívoco causa prejuízos e transtornos às empresas que não têm segurança jurídica em seus imóveis, se vêm alijados do mercado de crédito e não têm tranqüilidade para planejar programas de expansão ou consolidação de seus negócios.
Entretanto, agora a Prefeitura resolveu enfrentar a questão e solucionar o problema, encaminhando um projeto de lei para a Câmara Municipal, fazendo a doação dos terrenos ao Estado, que, desta forma, terá meios repassá-los às indústrias regularizando assim a situação.
(Com informações da Secretaria de Comunicação Social)