#vaiterBRT

sábado, 27 de agosto de 2016

Agenda do candidato a prefeito Jairo Carneiro

Neste sábado, 27
8 horas - Gravação de programa eleitoral
15 horas - Visita à Feira da Praça, na praça Monsenhor Renato Galvão
19 horas - Caminhada no bairro Queimadinha
19 horas - Gravação de programa eleitoral


 (Com informações de Genildo Lawinscky, da Coordenação de Rádio e TV)

Agenda do candidato a prefeito José Ronaldo



Sábado, 27
Manhã - Participa do lançamento de candidaturas a vereador
Tarde - Reuniões políticas
19 horas - Participa como patrono da solenidade de formatura de alunos de Enfermagem da Faculdade Pitágoras.
20 horas - Participa como paraninfo da formatura de alunos de Fisioterapia da FTC.
(Com informações da Ascom da Coligação: "O Trabalho Vai Continuar")

Agenda do candidato a prefeito Zé Neto



Neste sábado, 27
9h30 - Caminhada no calçadão da rua Sales Barbosa - Concentração na praça Fróes da Motta  
12 horas - Visita ao Mercado de Arte Popular 15 horas - Reunião com candidato a vereador
17 horas - Reunião com candidato a vereador

(Com informações de imprensa.zeneto13@gmail.com)

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Contas eleitorais

Quatro candidatos a prefeito de Feira de Santana aparecem na Divulgação de Contas Eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com recursos financeiros recebidos para a campanha de cada um.
Jhonatas Monteiro (Psol) e Leonardo Pedreira (PCO) ainda não captaram recursos para a campanha.
Zé Neto (PT), da coligação "É Hora de Mudar", tem receita de R$ 30 mil, de recursos próprios.
Ângelo Almeida (PSB), da coligação "Por uma Cidade Criativa, Inclusiva e Sustentável", tem receita de R$ 78 mil, de recursos próprios e de doadores (pessoas físicas)
Jairo Carneiro (PP), da coligação "Feira Agora Tem Opção", tem receita de R$ 94 mil, de recursos próprios.
José Ronaldo (Democratas), da coligação "O Trabalho Vai Continuar", tem a receita de R$ 600 mil, fruto de doação do Diretório Nacional do Democratas.

Os dados são do Superior Tribunal Eleitoral 

José Ronaldo prega respeito aos adversários

Em entrevista concedida ao programa "Bom Dia Feira", da Rádio Princesa, o prefeito José Ronaldo (Democratas), candidato à reeleição pela coligação "O Trabalho Vai Voltar", ponderou que, apesar de se encontrar à frente nas pesquisas, seguirá "respeitando os adversários" e orientou a sua equipe de campanha para “continuar trabalhando com firmeza”. Ronaldo foi sabatinado durante 20 minutos pelo radialista Dílson Barbosa. O candidato a vice-prefeito Colbert Martins esteve presente.
Com a objetividade, falou dos investimentos que a atual administração vem fazendo no setor de saúde, onde contabiliza 650 mil atendimentos anuais, através das policlínicas, e a importância da implantação de unidade de Posto de Saúde da Família (PSF), que já cobre 60% da demanda. De acordo com o candidato, "a saúde absorve 28% do orçamento da Prefeitura".
Quanto às críticas que o seu governo sofre acerca das obras do BRT (Bus Rapid Transit), José Ronaldo disse que a boa repercussão que as obras da trincheira no cruzamento da avenida Maria Quitéria com a avenida Getúlio Vargas vêm colhendo, demonstra que o equipamento não causou o impacto ambiental negativo alardeado pelos críticos do projeto.
Centro de Convenções
Sobre a paralisação das obras do Centro de Convenções,  Ronaldo disse que se o Governo do Estado concluí-las, a Prefeitura se comprometerá a arcar com os custos de manutenção, caso seja reeleito.
Ele também assegurou que, apesar de não ter sido um projeto constante dos compromissos por ele assumidos na eleição passada, "o Shopping Popular é um equipamento que o povo quer, e nós vamos implantá-lo para resolver os problemas do centro comercial".
(Com informações da Ascom da Coligação: "O Trabalho Vai Continuar")

Comitê de José Ronaldo tem inauguração na segunda-feira

Os eleitores do 25 têm um encontro marcado com o prefeito José Ronaldo (Democratas), nesta segunda-feira, 29. Todos são convidados a participar da inauguração do comitê político do candidato à reeleição pela coligação “O Trabalho Vai Continuar”.
O comitê vai funcionar na avenida Maria Quitéria, próximo ao cruzamento com a avenida Getúlio Vargas. O local será utilizado para recepcionar os eleitores, distribuir material de campanha e também informar sobre a agenda política.
Antes da inauguração, o prefeito José Ronaldo e os eleitores se encontram na praça Monsenhor Renato Galvão, às 16h30. Daí participam de uma caminhada pelo centro rumo ao comitê.
A caminhada será mais uma oportunidade do prefeito José Ronaldo e do candidato a vice-prefeito Colbert Martins se encontrarem com a população neste período de campanha eleitoral.
(Com informações da Ascom da Coligação: "O Trabalho Vai Continuar")

Caminhada de José Ronaldo na Conceição

A caminhada de José Ronaldo (Democratas), candidato à reeleição pela coligação “O Trabalho Vai Continuar”, realizada na noite de quinta-feira, 25, foi no bairro Conceição. 
Para José Ronaldo, retornar à Conceição é sempre motivo de alegria, pois foi neste bairro que ele iniciou a sua vida pública, tendo uma votação expressiva quando da sua primeira eleição à Câmara Municipal. 
Ao lado do seu candidato a vice-prefeito Colbert Filho (PMDB), ele se comprometeu a dar continuidade aos investimentos que vêm sendo feitos na Conceição, a exemplo de mais uma escola para atender a alunos do Ensino Fundamental, além de concluir as poucas artérias que ainda não foram pavimentadas. 
(Com informações da Ascom da Coligação: "O Trabalho Vai Continuar")

Jairo Carneiro faz caminhada no Feira X

O primeiro dia de programa eleitoral gratuita no rádio e na televisão, do candidato a prefeito Jairo Carneiro (PP), da coligação "Feira Agora Tem Opção", com o tempo de 2’28”, teve boa repercussão entre eleitores. As manifestações de apoio foram imediatas, segundo sua assessoria.
O programa de TV, exibido no começo da tarde, mostrou Jairo relembrando a sua trajetória de vida em Feira de Santana, cidade onde nasceu e foi criado. Ele falou da infância de trabalho no balcão de uma pequena loja do pai, das escolas por onde passou e não esqueceu de lembrar que nos últimos cinco anos trabalhou pela cidade.
Jairo foi chefe de gabinete do governador Jaques Wagner e a seguir, diretor do Desenbanco, o banco de fomento da Bahia, através do qual, atendeu a diversas demandas de interesse de Feira de Santana.
Jairo tem tido reuniões constantes com a equipe de trabalho, com a preocupação de manter um alto nível de discussão de ideias sobre os seus projetos. "O que pretendo é levar ao eleitor um programa que possa ser compreendido e aprovado. E não tenho dúvida de que isso é possível, pois os projetos são interessantes e a equipe que montamos é excelente", disse Jairo.
O candidato, além da preocupação com as gravações para o rádio e TV, tem destinado tempo para conversas com lideranças, visitas às bases e debate com vereadores da coligação "Feira Agora Tem Opção". Nesta sexta-feira, 26, Jairo faz caminhada no bairro Feira X, a partir das 19 horas. A concentração vai ser na rua L, próximo ao Sabor de Mel.
(Com informações de Genildo Lawinscky, da Coordenação de Rádio e TV)



Sem PT e estrela vermelha

A prática deve ser programa do partido em todo o país.  No material de campanha do deputado estadual Zé Neto (PT), candidato a prefeito de Feira de Santana pela coligação "É hora de Mudar" não aparece a logomarca do PT nem a estrela vermelha. Os candidatos a vereador também escondem a logo e o símbolo.
Só o número 13 para identificar.

Agenda do candidato a prefeito Jairo Carneiro

Nesta sexta-feira, 26
8 horas – Encontro com lideranças do partido, em Salvador
15 horas – Reunião com assessores
19 horas – Gravação de programa eleitoral
 (Com informações de Genildo Lawinscky, da Coordenação de Rádio e TV)


Agenda do candidato a prefeito Zé Neto



Nesta sexta-feira, 26
14 horas - Reunião interna com Coordenação de Campanha
9 horas - III Bike Night - Concentração na Praça de Alimentação  

(Com informações de imprensa.zeneto13@gmail.com)

Agenda do candidato a prefeito José Ronaldo



Sexta-feira, 26

7 horas - Entrevista ao programa "Bom Dia Feira", na Rádio Princesa
17 horas - Entrevista ao programa "De Olho na Cidade", na Rádio Sociedade. 
19h30 - Caminhada no bairro Alto do Papagaio 
(Com informações da Ascom da Coligação: "O Trabalho Vai Continuar")

Medalha de ouro na corrida eleitoral

Por Dimas Oliveira
Que o prefeito José Ronaldo (Democratas), candidato à reeleição pela coligação "O Trabalho Vai Voltar" está na disputa eleitoral como favorito, ninguém discute. Otimista, o pessoal da oposição acha que a eleição vai ser definida em segundo turno.
Contudo, José Ronaldo é o primeiro em todos - ou quase todos - os parâmetros.
Com o clima olímpico que ainda paira, ele seria medalha de ouro em várias modalidades - oito -, pois no plano político ele é o primeiro:
- Em intenção de votos em pesquisa do Ibope/TV Subaé, com 64%
- Em voto válido em pesquisa do Ibope/TV Subaé, com 72%
- Em tempo de propaganda política no rádio e na televisão, com 04'07"13
- Em número de coligações na majoritária: 18 partidos
- Em apoio de vereadores com mandato: 18 vereadores
- Em número de candidatos a vereador: são 315
- Em número de apoio de deputados federal (Irmão Lázaro) e estaduais (Carlos Geilson, José de Arimateia e Targino Machado)
- Em colocar a campanha na rua, na terça-feira, 16 de agosto.
Coluna publicada no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 26

"Balaio Político" desta sexta-feira

José Ronaldo na frente
A TV Subaé divulgou, no "BA TV 2ª Edição", na segunda-feira, 22, a primeira pesquisa eleitoral para prefeito de Feira de Santana. O levantamento foi realizado pelo Ibope, nos dias 18 a 20, e mostrou um cenário favorável à reeleição do prefeito José Ronaldo (Democratas), da coligação "O Trabalho Vai Continuar". Ele aparece na frente com 64% na intenção de voto do eleitorado.

Os demais
Em segundo, aparece Zé Neto (PT), da coligação "É Hora de Mudar" está com 14%. Em terceiro, Jhonatas Monteiro (Psol) com 8%. Jairo Carneiro (PP), da coligação "Uma Nova Opção Para Feira", Ângelo Almeida (PSB), da coligação "Por uma Cidade Criativa, Inclusiva e Sustentável", e Leonardo Pedreira (PC), aparecem empatados com 1%.

Rejeição
A pesquisa ouviu 504 pessoas e também mediu a rejeição dos candidatos. José Ronaldo tem rejeição de 16% junto com Ângelo Almeida; Jhonatas Monteiro tem 17% de rejeição; Jairo Carneiro tem 21% e Zé Neto a maior rejeição, com 42%. A menor rejeição é de Leonardo Pedreira, com 15%.

Avaliação do governo
A pesquisa também avaliou o governo do prefeito José Ronaldo, com 58 aprovando, 30% considerando regular e 12% achando ruim. A margem de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) sob o número 080304/2016. 

Superando marcas
Com os 64% da intenção de votos na primeira pesquisa - do Ibope/TV Subaé - divulgada na segunda-feira, 22, o prefeito José Ronaldo deve superar no dia 2 de outubro os 195.967 votos obtidos nas eleições para prefeito de 2012. Mais, ele deve superar os 214.599 votos que obteve em Feira de Santana para senador há seis anos, em 2010.

18 anos
Helena Santos (PSB) é a candidata mais jovem nas eleições deste ano em Feira de Santana. Ela disputa uma vaga na Câmara Municipal pela coligação "Por uma Cidade Criativa, Inclusive e Sustentável". Tem 18 anos, completados no mês de julho.

Outros jovens
Outros nove candidatos têm faixa etária entre 20 e 24 anos nestas eleições. São eles: Kelly Andrade, Missionária Vivian e Ruan Thyerry, do PMDB, Edivone Freitas (PRB), Humbelino (PSB), Isa Amaral (PSDC), Mariangela (PT do B), Thais Wendole (PSC), e Vanessa Silva (Rede).

Sexo dos candidatos
Dos 417 candidatos (seis a prefeito, seis a vice-prefeito e 405 a vereador) de Feira de Santana, 70% são homens e 30% mulheres.

Cores dos candidatos
Dos mais de 400 candidatos, 264 (63%) se declararam pardos, 93 (22%) pretos, 59 (14%) brancos, e um (0%) amarelo.

Estado civil
219 (53%) dos candidatos feirenses são casados, 145 (35%) são solteiros, e 53 (13%) estão em outros estados civis.
Coluna publicada no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 26

Ex-vereadores querem voltar à Câmara

Dos 405 candidatos à Câmara Municipal de Feira de Santana, além dos 21 vereadores que pretendem reeleição, dois - Lulinha e Tom - que assumiram mandato nesta legislatura também estão nesta condição.
Candidatos em 2012, os ex-vereadores Ailton Mô, Fábio Lucena, Renildo Brito, Sargento Joel e Zé Curuca tentam se eleger mais uma vez.
Já Etevaldo de Jesus, Frei Cal, Jair de Jesus, Magno Felzemburgh, Messias Gonzaga, Osmário Pena, Professor Marialvo e Sebastião Bastinho, que já detiveram mandato em legislaturas passadas,  desistiram de tentar novamente.
Ex-vereadores, mas que não disputaram as eleições passadas, Bartolomeu Pondé (Bartola) e Rubens das Galinhas são candidatos agora, assim como Beto Tourinho, que na eleição passada teve seu irmão, Raimundo Tourinho como candidato.
Outros casos são os do candidato Luzico Paim - seu irmão Luciano Paim é ex-vereador, e do candidato Bira de Ribeiro - seu pai, Antônio Francisco Neto (Ribeiro), é ex-vereador. 
Matéria publicada no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 26

"Pesquisa: Lula atinge rejeição recorde de 71%"



O PT insiste na lorota de que Lula é "certo" para vencer as eleições de 2018, mas faltou combinar com 71% dos eleitores, que não votariam nele de jeito nenhum para presidir o Brasil uma terceira vez, segundo levantamento do Paraná Pesquisas. O ex-presidente é, de longe, o presidenciável mais rejeitado. Até na região Nordeste, onde o PT teve a maioria de seus votos em 2014, a rejeição de Lula chega a 55,9%.
Fonte: Cláudio Humberto

"Teatro: defesa pede que Dilma chore no Senado"



O desespero chegou de vez ao esquema de defesa da presidente ré Dilma Rousseff. Como tudo caminhou para confirmar a condenação dela, a ideia agora é que ela "dê um jeito" de chorar durante o seu depoimento diante dos senadores, agendado para a próxima segunda-feira (29). A informação é de fonte parlamentar qualificada, com acesso às discussões internas sobre as estratégias de defesa da petista.
Isso é golpe
Nas discussões, uma senadora defensora do "choro" teatral de Dilma, disse que "nenhum homem resiste a uma mulher em prantos".
Nova imagem
Caindo no pranto, segundo seus estrategistas, Dilma passaria a imagem de uma mulher "frágil", vítima do "machismo" e da "injustiça".
Colher de chá
Dilma não será tratada como ré, no plenário do Senado. Em vez do banco dos réus, ficará na mesa principal, com Ricardo Lewandowski.
Oposição boazinha
A pedido dos petistas (que jamais atenderiam, se a situação fosse o inverso), a antiga oposição não se opôs ao tratamento a Dilma.
Sem pudor
A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) premiou Esther Dweck, "testemunha de defesa" de Dilma, com uma boquinha em seu gabinete, no Senado. No fim do mês, R$ 22,5 mil na conta. Que vexame.
Justa homenagem
Janaína Paschoal, umas das autoras do pedido do impeachment de Dilma, fez questão de parabenizar o corpo técnico do Tribunal de Contas da União, sem o qual "os efeitos nefastos" da roubalheira flagrada no governo Dilma teriam continuado desapercebidos até hoje.
O que há de novo
Alegando uma "isenção" que é novidade em sua trajetória, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) reiterou que não vai votar no julgamento de Dilma. É o primeiro juiz da História que decide não decidir.
Pergunta no tribunal
Se o impeachment é "golpe", por que Dilma vai se defender no plenário do Senado, com amplo direito de defesa?
Fonte: Cláudio Humberto

Novos candidatos para todos os gostos

Na lista de novos candidatos à vereança de Feira de Santana, pelo menos seis deles são apontados pelos analistas políticos como fortes concorrentes na corrida pela Câmara.
Tem o fotógrafo Ângelo Pinto (PV), herdeiro do ex-vereador e ex-vice-prefeito José Pinto; o advogado Eduardo Brandão (Solidariedade); Herval Júnior (PPL); Jilvan Leal (PPS), que atuou na Secretaria de Governo; o radialista Joilton Freitas (PPS); Jurandy Carvalho (PPL), Luzico Paim (Solidariedade), irmão do ex-vereador Luciano Paim e filho da professora Anaci Paim, ex-reitora da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e ex-secretária de Educação de Feira de Santana; e Maria Lúcia (Malu), do PTC. Além dos petistas Adriano Costa, Danilo Ferreira e Tarcísio Branco. 
Outros candidatos novatos que devem ter votação expressiva: Nelson do Feiraguai (PT do B), que foi dirigente da Associação de Vendedores Ambulantes; Oscar Marques (PSB), filho do ex-deputado estadual Oscar Marques; o professor Jehorvan de Melo (PC do B), e o músico Zé das Congas (Solidariedade).
Matéria publicada no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 26

Pastores, irmãos e missionários candidatos

Feira de Santana tem um número considerável de vereadores evangélicos e todos eles são candidatos à reeleição. Enquanto isso, são muitos os candidatos a vereador que são evangélicos e um certo número deles coloca a condição de pastor, irmão e missionária no nome de urna.
Um candidato a vice-prefeito, Enoque Meneses (Rede), da coligação "Por uma Cidade Criativa, Inclusive e Sustentável", é pastor.
O Partido Social Cristão (PSC) que tem o evangélico Isaías de Digo na legislatura atual, vem com o nome forte de Cadmiel Pereira e tem três pastores como candidatos - Pastor Jorge Eduardo, Pastor Maurício de Almeida e Pastor Pedro - e dois irmãos - Irmão Kel e Irmão Vange -, além da Missionária Leandra Martins.
O PMDB apresenta Irmão Flávio e Irmão Rui mais a Missionária Vivian.
Entre os demais partidos tem o Pastor Leo (PTN), Pastor Luciano Tanan (PPL), Pastor Mariano (PV) e Pastor Rogério (Pros), além do Irmão João (PPS) e Irmão Manoel Estrela (PSDC). 

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Zoeira na Internet


José Ronaldo apresenta propostas em programas eleitorais



A partir desta sexta-feira, 26, o eleitor tem encontro diário com o prefeito José Ronaldo. O candidato à reeleição vai apresentar seu programa de governo para a próxima gestão durante o horário eleitoral gratuito em rádio e televisão.
Uma oportunidade para os moradores de Feira de Santana conhecerem as novas propostas de governo e saber o que pensa e propõe José Ronaldo para a cidade continuar trilhando o caminho do desenvolvimento.
A programação segue até o dia 29 de setembro, com duas inserções diárias, sempre de segunda-feira a sábado. Cada inserção terá duração de quatro minutos e oito segundos, dentro da programação total de 10 minutos distribuídos entre todos os candidatos.
Os encontros serão sempre às 7 e 12 horas para os programas veiculados nas emissoras de rádio. Já os programas para TV terão inserções às 13 horas e às 20h30.
Já os candidatos a vereador deixam de ter programa eleitoral a partir desta eleição. Eles terão inserções distribuídas dentro da programação das emissoras de rádio e TV.
(Com informações da Ascom da Coligação: "O Trabalho Vai Continuar")

Jairo Carneiro promete "Patrulha Agrícola"



O candidato a prefeito pelo PP, Jairo Carneiro (Foto: Divulgação), vai montar o que chama de "Patrulha Agrícola", para ajudar aos pequenos e médios produtores. Na sua gestão, segundo ele, vão ser criados mecanismos para aquisição de equipamentos que possam colaborar com o preparo da terra, além de cuidar de estradas vicinais.
"Vamos formar parcerias com o Estado e com a União para a obtenção de crédito, distribuição de sementes, além de formação de pessoas que vão ser capacitadas a criar um banco de sementes", disse.
As declarações de Jairo foram dadas na tarde desta quinta-feira, 25, em entrevista ao programa "De Olho na Cidade", apresentado por Jorge Biancchi. O radialista fez questão de registrar, ao vivo, que o candidato apresentou e o presenteou com um documento em que constam todos projetos de governo.
(Com informações de Genildo Lawinscky, da Coordenação de Rádio e TV)

Horário eleitoral gratuito no rádio e na TV a partir desta sexta-feira

Tem início nesta sexta-feira, 26, a propaganda eleitoral em rádio e televisão para o primeiro turno das Eleições Municipais 2016. A exibição foi distribuída em dois blocos diários, com 10 minutos cada, de segunda-feira a sábado. Além disso, partidos e coligações farão uso de inserções nos intervalos da programação das emissoras ao longo dos 35 dias reservados ao horário eleitoral gratuito. A transmissão segue até o próximo dia 29 de setembro.
No rádio, as exibições dos blocos destinados às candidaturas de prefeitos ocorrerão das 7 horas às 7h10 e das 12 horas às 12h10. Para a transmissão em rede de televisão, serão obedecidos os seguintes horários: das 13 horas às 13h10 e das 20h30 às 20h40.
Já as inserções, válidas para prefeito e vereador, ocorrerão de segunda-feira a domingo com tempo de 30 e de 60 segundos. Ao todo, as inserções deverão ocupar 70 minutos diários, distribuídos ao longo dos intervalos da programação exibida entre 5 horas e zero hora. Desse tempo, deverá ser respeitada a proporção de 60% para prefeito e de 40% para vereador.
Mudanças
Nas eleições deste ano, algumas mudanças propostas pela minirreforma política (Lei nº 13.165), aprovada em setembro de 2015, já passam a valer. Uma delas é a redução do período de campanha de 45 para 35 dias. Além disso, foi extinto o bloco do horário eleitoral dos vereadores, que farão campanha em rádio e TV apenas por meio de inserções.
Fonte: Tribunal Regional Eleitoral da Bahia 

Mulheres só querem votar

As mulheres são a maioria do eleitorado e é feito um grande esforço para que elas participem da política como candidatas a cargos eletivos, inclusive com publicidade oficial. 
A legislação eleitoral determina a cota de pelo menos 30% de mulheres entre os candidatos a vereador. Mas, as mulheres não querem nada com a política, a não ser votar.
Em Feira de Santana, a cota está sendo cumprida, com 127 mulheres candidatas (30,46%) e 290 homens (69,54%). 
Do total de 397.590 eleitores aptos ao voto nas eleições de 2 de outubro deste ano em Feira de Santana, as mulheres são maioria, com 216.677 (54,5%) contra 180.555 (45,41%) homens mais 358 não informados. 

Caminhada de José Ronaldo na Cidade Nova

Numa manifestação de apoio à candidatura à reeleição do prefeito José Ronaldo (Democratas), da coligação "O Trabalho Vai Continuar", moradores da Cidade Nova lotaram as ruas do bairro, formando um tapete colorido e animado durante caminhada na noite de quarta-feira, 24. "É o apoio e as palavras de carinho que me motivam a continuar", afirmou José Ronaldo.
Na caminhada, a chuva deu uma trégua, tempo suficiente para os moradores do primeiro conjunto habitacional de Feira de Santana abrirem suas portas para recepcionar José Ronaldo e dar uma palavra de incentivo e apoio.
José Ronaldo caminhou ao lado do candidato a vice-prefeito Colbert Martins (PMDB) e de candidatos a vereador.
Na praça João Havelange, local de encerramento da caminhada e onde foi inaugurado o CEU, um complexo de lazer e cultural, José Ronaldo reafirmou o compromisso de continuar levando mais desenvolvimento para o município.
(Com informações da Ascom da Coligação: "O Trabalho Vai Continuar")

"Não votem em PT, Psol, Rede, PC do B, pede Malafaia"


Assista
Em meio a campanha eleitoral, que já começou em todo o Brasil, o pastor Silas Malafaia divulga um novo vídeo onde faz um "alerta" aos cristãos, em especial aos evangélicos. O líder da Associação Vitória em Cristo lembra que alguns partidos mudam completamente de postura antes das eleições e depois voltam a defender suas agendas de sempre.
O líder religioso cita nominalmente o Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Socialismo e Liberdade (Psol), Rede Sustentabilidade (Rede), Partido Comunista do Brasil (PC do B) e Partido Verde (PV).
Além de classificá-los como "corruptos", Malafaia diz que eles querem "destruir a família". "Esse pessoal esconde a ideologia deles".
Segundo ele, as "pessoas de bem em geral" deveriam ficar atentas pois há uma tentativa dessas siglas em se desassociar com as pautas defendidas por eles no Congresso, entre elas o aborto, a união gay e a ideologia de gênero.
"Não podemos cair na conversa fiada. Eles são bons de bico", provoca. Em seguida, lança o desafio: "Quero ver eles abrirem a boca para defender o lixo moral que defendem durante os quatro anos".
O pastor, que já havia feito campanha contra alguns desses partidos em 2014, não tem medo de classificar os membros dessas siglas de "cínicos e covardes". Insiste ainda que os cristãos, evangélicos em especial, deveriam ficar alertas e votarem lembrando dessas questões.
Conforme tem sido amplamente divulgado pela imprensa, a maior parte das campanhas do PT e do PC do B estão evitando usar seus tradicionais símbolos e 'trabalhado' a imagem dos candidatos de maneira a desassociá-los, por exemplo, da estrela, da foice e do martelo, presentes em bandeiras de países de ideologia comunista como a China e a Antiga União Soviética, por exemplo.

"Notas: revolução cultural, maternidade, Trump, etc"

Por Mário Chainho
Até há umas três décadas atrás a maternidade ainda era valorizada em filmes e séries. Eram comuns as cenas em que a mulher anunciava a gravidez, para alegria geral ou para desmaio do marido por excesso emoção. Eram coisas de uma certa ingenuidade mas que funcionavam porque correspondiam ao sentimento geral das pessoas.
Depois essas cenas foram desaparecendo e sendo substituídas por outras, em que a mulher ficava aliviada por descobrir que não estava grávida. Paradoxalmente, a vinda da menstruação tornava-se num pico de felicidade. Todos suspiravam de alívio. A minha geração viu isto repetido milhares de vezes e acreditou, aliás, aceitou como sendo a coisa mais natural do mundo.
A maternidade e a paternidade passaram a ser vistas como coisas ridículos e que roubavam a liberdade. Aqueles que ainda queriam ser pais eram vistos como uns simplórios e muitos esconderam esse desejo. Toda a gente queria ver o mundo, fazer carreira, explorar tudo o que a sociedade moderna parecia oferecer.
Mas aos trinta anos de idade essa geração ficou esgotada, envelhecida de corpo e mente mas com uma personalidade acriançada. Não viram o mundo (viram apenas aquilo que outros lhe disseram para ver) e nem fizeram carreira. Ostentam desprezo pela vida como se nada mais houvesse a fazer a não ser assistir ao último capítulo da civilização.
*
As pessoas que começaram a última vaga de destruição cultural, há cerca de uns quarenta anos, foram muito eficazes não só porque tinham uma estratégia mas porque conheciam muito bem aquilo que iam destruir, que era a sociedade da qual faziam parte.
Combater hoje o abortismo, o casamento gay, a ideologia de gênero e afins é muito fácil em termos intelectuais, porque tudo aquilo é 'non sense' e já foi desmascarado, basta pesquisar um pouco. Contudo, em termos culturais e sociais o efeito tem sido quase nulo e caminhamos aceleradamente para um precipício com fundo desconhecido.
Então, de um lado, temos um lado que tem as ideias todas erradas mas que tem uma estratégia para avançar e conhece o inimigo a abater. E do outro lado há apenas pessoas que têm apenas "ideias certas" (quando têm) mas não têm estratégia de combate e nem conhecem o inimigo. Compreender a psicologia dos revolucionários é fundamental mas quase ninguém se interessa por isso, também porque significa espreitar diretamente para além das portas do inferno.
Assim, a única maneira de inverter a situação é esperar que a Providência faça com que existam deserções do outro lado (feministas, gayzistas etc). Estas pessoas conhecem bem o campo de batalha e têm a energia certa, até porque têm a consciência de que necessitam passar o resto da vida limpando a porcaria que fizeram. Todos aqueles que desconfiam de pessoas que mudaram de posição, como já vi acontecer com ex-feministas, são cretinos incuráveis que devem ser escorraçados a pontapé.

* 
Ninguém pode se admirar por ver quase todos os jornalistas pelo mundo fora fazer campanha contra Donald Trump, porque é quase um inevitabilidade metafísica.

Contudo, que esses mesmos jornalistas escondam os indícios de que Obama e Hillary Clinton promoveram o Estado Islâmico é muito mais grave. Toda esta gente é cúmplice do terrorismo e deve ser presa por crime de alta traição.
*
Obama conseguiu a proeza de ser adorado no mundo inteiro enquanto os americanos continuam a ser odiados. Não deixa de ter a sua lógica porque ele nem americano deve ser.
*
O que seria deste mundo sem o futebol? Onde iriam as pessoas aprender a discutir sobre política e religião?
*
A ONU fabricou uma nação com refugiados para participar nos jogos olímpicos. Até agora, este deve ser o único facto histórico relevante ocorrido no século XXI.
Fonte: "Mídia Sem Máscara"

Plano de Governo 2017-2020 de José Ronaldo

No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já constam as propostas de governo dos seis prefeituráveis de Feira de Santana.
Na proposta de governo do prefeito José Ronaldo (Democratas), candidato è reeleição pela coligação "O Trabalho Vai Voltar", são 17 itens: Agricultura, Cidade Sustentável, Cultura, Desenvolvimento Econômico, Educação, Esporte, Gestão Pública, Habitação, Juventude, Meio Ambiente, Mobilidade Urbana e Acessibilidade, Mulheres, Pessoas Com Deficiência, Saúde, Segurança Alimentar e Nutricional, e Turismo.

Agenda do candidato a prefeito José Ronaldo



Quinta-feira, 25

10 horas - Gravação do programa eleitoral.
19h30 - Caminhada no bairro Conceição I.  
(Com informações da Ascom da Coligação: "O Trabalho Vai Continuar")

Agenda do candidato a prefeito Zé Neto



Nesta quinta-feira, 25
A partir de 9 horas - Gravação de programa eleitoral  

(Com informações de imprensa.zeneto13@gmail.com)